INGRATIDÃO

Quando a ingratidão
bater na sua porta,
lute, por favor,
não deixe que ela entre 
nas suas independências;
diga-lhe que a felicidade
está ocupando todo
o seu espaço interior.
Expulse a ingratidão,
sem apertar-lhe a mão,
jamais mostre lágrima
ou tristeza 
pelo desencanto,
porque isto 
vai dar alegria ao inimigo;
todo risonho, 
feche a porta da fragilidade, 
com firmeza,
como faz o amigo,
faça do seu pranto
a leveza 
de um sonho, 
para o novo dia.

Ivone Boechat

Pedro Caciano lança “Vencedor”, feat. Clebiane Alves, adoração e clamor em uma bela melodia

O cantor Pedro Caciano lança o single, “Vencedor”, feat. Clebiane Alves. A canção sai pela Fluve/Som Livre com um videoclipe no YouTube. A cantora Clebiane Alves tem uma consolidada carreira e frequenta a Igreja Revival for The Nations, igreja pentecostal em Everett, Massachusetts, Estado Unidos, onde é ministra de louvor.

A canção é uma versão de “Champion”, música da banda americana Maveric City Music, cujos compositores são Brandon Lake, Dante Bowe, Jonathan Jay, Steffany Gretzinger e Tony Brown.

Vencedor” fala sobre identidade. Caciano diz que é “sobre o que o Pai fez por nós e nossa consciência disso” e que esta música é pessoal, não apenas para ele, mas para todas as pessoas que já sentiram a pressão de se adaptarem a algo ou se sentiram inferiores. “Todos nós, em algum momento, passamos por um período de insegurança e dúvidas sobre o que o Senhor já falou. No entanto, quando entendemos Seu senhorio e realeza, percebemos o quão poderosos somos como coerdeiros de Cristo. Nós não trabalhamos para isso e não o merecemos. É nossa herança. Recebemos pela graça e misericórdia de Deus por meio do sacrifício de Jesus na cruz. Ele deu a Sua vida por nós! Assim que uma pessoa sabe disso, tudo muda. Quando uma geração toma consciência deste presente, ela faz tudo novo!”, declara o cantor.

Caciano conta que esta canção é muito especial para ele. No início do verão nos Estados Unidos (entre maio e junho), ele a ouviu na versão original, cantada pela banda americana Maveric City Music. A mensagem tocou muito o seu coração e, desde então, desejou ardentemente regravá-la em português. Ele queria que todo o povo brasileiro tivesse a oportunidade de ouvir e entender a mesma mensagem que tanto o impactou. Entretanto, como ela fazia e ainda faz muito sucesso na América, ele pensou que seria quase impossível conseguir a autorização para interpretá-la em sua língua natal. “Como Deus sempre nos surpreende e como a canção fala que Cristo nos deu autoridade no nome dEle, eu declarei que, em nome de Jesus, eu conseguiria a autorização. Foi dito e feito. Vencido todo o processo, tudo deu certo. Deus liberou todos os detalhes para, legalmente, lançarmos a versão em português”, explica.

Foto/Divulgação.

Para Pedro Caciano, ser um vencedor é não entregar os pontos, não desistir, independentemente do que aconteça: “Ser um vencedor é acreditar em Deus, nas promessas dEle e ter fé, por mais difícil que, às vezes, a vida possa ser. Podemos até desanimar e a nossa fé pode até ser abalada, mas, em Cristo, somos mais que vencedores, e Ele nunca, nunca vai nos deixar caídos se entendermos a identidade que temos nEle”. O cantor explica que atualmente passa por uma fase em que está encontrando sua verdadeira identidade em Cristo. Por várias vezes, ele até pensou em desistir: “Cheguei a pensar que as promessas que Ele fez não iriam se cumprir, mas, graças a Deus Ele não desiste de mim e me faz entender que, com Ele, eu sou mais que vencedor, que todas as barreiras são quebradas quando ergo minha voz, pois Ele depositou a autoridade de um filho em mim”, conclui.

A canção foi gravada no estúdio da SingPlay, localizada em Harverhill, no estado de Massachusetts, Estados Unidos. Direção e capitação, Leandro Paz. Produção musical, Joel Silva. Edição e finalização, Leandro Paz. Produtor musical e teclados, Leandro Paz. Renan Martins, bateria. Denis Silva, baixo. Everson Menezes, guitarra e violões. Na produção do videoclipe, Leandro Paz, produtor de visual. Pedro Caciano, diretor de roteiro. Junior Carneiro, bateria. Edu Vitorino, baixo. EP Pires, teclado. Junior (Bolacha), violão. Luan Santuches, guitarra. As cenas do videoclipe foram gravadas na quadra de basquete da High School, cidade de Medford, também em Massachusetts.

Que esta canção ajude você a encontrar a sua identidade em Deus. Apesar das suas falhas, e qualquer que seja sua situação atual, Deus o escolheu desde o ventre da sua mãe, deu-lhe a identidade de filho e, mais ainda, deu-lhe uma autoridade que, talvez, você ainda não a tenha descoberto. Deixe o Senhor falar com você por meio desta canção e renda-se a Ele, e o mais, Ele fará!” (Pedro Caciano)

Ouça na sua plataforma digital preferida a canção “Vencedor”: https://fluve.lnk.to/Vencedor

Siga Pedro Caciano nas Redes Sociais!
Instagram:
https://www.instagram.com/pedrocacianooficial
Facebook: https://www.facebook.com/PedroCacianoOficial
YouTube: https://www.youtube.com/c/pedrocaciano

Por Ana Paula Costa
Jornalista – Assessoria de Imprensa AL Agenciamentos
anacostacomunicacao@gmail.com
https://www.instagram.com/alagenciamentos

Ericka Nascimento declara cantando, totalmente “Dependente” de Deus

A cantora e compositora Ericka Nascimento fala sobre o lançamento de “Dependente”, single autoral, pela Uni Records, que já está em todas as plataformas digitais.

Erick explica que a canção está centrada em duas passagens bíblicas que sustentam a força da mensagem. Especificamente, ela cita Isaías 43.13 e João 15.5: “Entre outras passagens que falam sobre a nossa dependência de Deus, cito essas porque explicitam que, de fato, sem Ele, nada podemos fazer. Então, se até hoje fomos somente pela nossa força, que, a partir de agora, possamos nos desprender daquilo que sabemos, das nossas habilidades e passemos a viver sob a dependência de Deus.”

Ericka conta que viveu na prática a mensagem desta canção. Ela conduzia sua vida “por conta própria”, segundo o que entendia e pretendia, de modo “totalmente independente”, até que, na própria vida, experimentou a verdade de João 15.5 – “sem mim nada podeis fazer”. “Eu e meu esposo somos músicos independentes. E foi quando, recém-casados, aprendemos na prática que, se Deus não fosse o nosso tudo, nosso socorro bem presente em todas as situações, não daríamos um passo adiante. O Senhor nos ensinou que a vontade dEle, o jeito dEle é sempre o melhor para nós. Eu aprendo isso todos os dias. E preciso profetizar esta verdade por meio do dom que Ele me deu e também com a minha vida”, declara.

A cantora compartilha que o testemunho mais marcante dos bastidores da gravação deste projeto é a cura da sua voz. Ele teve uma mudança radical no seu registro vocal, então, gravar “Dependente” foi mesmo estar em total dependência de Deus: “Quando vou colocar a voz é que vivo de fato a dependência de Deus; não pude conter a emoção durante a gravação. As pessoas que me acompanham têm visto o mover de Deus e o quanto estou recuperando a minha voz, mesmo sem a cirurgia que era necessária. Eu tenho certeza de que é Ele quem conduz os meus dias, cuida de mim, da minha família e tudo o mais. Eu coloquei a minha vida diante do Senhor, sob o pleno cuidado dEle”, completa a compositora.

Ericka compôs “Dependente” em 2015 e hoje, seis anos depois e em um contexto mundial tão conturbado, lança a canção. “De fato, vivemos momentos em que entendemos o quanto precisamos confiar e depender totalmente do Senhor. Ele, e somente Ele, é o nosso refúgio, somente Ele nos sustenta e nos faz ficar de pé em meio a tantas batalhas. Durante esses seis anos, eu vi o meu Deus cuidando de cada detalhe da minha vida; esse é o tempo (Eclesiastes 3)”, conta emocionada.

Capa. Fotos/Penélope Godoi.

A parceria com a Uni Records veio para somar em muito à carreira e à vida de Ericka. Ela os conheceu por meio de amigos e, juntos, têm ótimas expectativas. Ela diz que a gravadora é um presente do céu para ela e que tem certeza de que essa parceria “vai gerar muitos frutos que abençoarão milhares de pessoas. A Uni Records está sonhando cada detalhe junto comigo. Gratidão família!”.

Na produção musical e guitarras, Jesiel Oliveira. Teclados, Roberto Cerqueira. Baixo, Amós Oliveira. Bateria, André Azevedo. Vocals, Paulo Zuckini, Rodrigo Mozart e Paloma Possi. Mixagem e master, Felipe Silva.

Ericka Nascimento nasceu em 22 de outubro de 1988. Filha de Hélio Onofre do Nascimento e Ana Lúcia Targino do Nascimento. Canta desde os quatro anos de idade, quando acompanhava os pais na igreja. Participou de vários festivais, nos quais foi a vencedora. Cresceu neste ambiente musical com a família, músicos atuantes na igreja.

Aos 22 anos, participou por três anos do Kemuel, quando conheceu Paulo Zuckini. Ele a convidou para atuar como back vocal em estúdio. Em 2017, depois de conhecer Paloma Possi e Paulo Zuckini, iniciaram o Sync 3. Com uma cara moderna, um estilo ousado e um talento indiscutível, em agosto do mesmo ano, lançaram seu primeiro single, chamado “Vida no Altar“, canção que alcançou a marca de meio milhão de visualizações no YouTube em duas semanas. Em 2018, lançaram novos trabalhos apoiados no carinho do público e pelo prestígio que conquistaram durante a longa carreira marcada por muita música, carisma e profissionalismo! Ericka atuou com eles por três anos. A cantora já fez feat com Thales Roberto, Felipe Vilela e Pr. Diego Nery.

Casada há sete anos com o guitarrista e produtor Jesiel Oliveira, eles têm três filhos, Andrew, cinco anos, e o casal de gêmeos, Lorenzo e Laura, com oito meses. A família congrega na Assembleia de Deus Ministério Bereia, presidida pelo Pastor João Camilo.

Ericka é uma pessoa que ama o que faz, seja em Groove, pop ou pentecostal. “Sou eclética, sou da música, independentemente do ritmo, a mensagem de Deus precisa ser anunciada.”

Hoje, Ericka Nascimento segue carreira solo com ainda mais determinação, buscando cumprir com zelo o que Deus tem para ela. Assim, segue repaginando algumas canções que marcaram a sua infância e ainda marcam esta geração.

Que esta canção toque profundamente o seu coração, para que você viva experiências com Deus a ponto de se despir de toda a sua capacidade humana e colocar tudo nas mãos dEle. Confie plenamente para que Ele possa conduzir seus dias, sua vida, sua história do modo dEle, porque a vontade do Senhor é boa, perfeita e agradável. Seja você o instrumento que o Pai tenha prazer em usar!” (Ericka Nascimento)

Ouça na sua plataforma digital preferida a canção “Dependente”: http://ada.lnk.to/dependente

Siga Ericka Nascimento nas Redes Sociais!
YouTube:
https://www.youtube.com/c/ErickaNascimentoOficial
Instagram: https://www.instagram.com/erickanascimentooficial
Facebook: https://www.facebook.com/erickanascimentoreal
Spotify: https://open.spotify.com/artist/3T7jWouy5g5iXOJH7uI0ia?si=3BhPBRu1SkWm2b0t-YeJDg

 

Por Ana Paula Costa
Jornalista – Assessoria de Imprensa Uni Records

anacostacomunicacao@gmail.com
www.unirecords.com.br
www.instagram.com/unirecordsoficial
www.facebook.com/unirecordsoficial
www.youtube.com/c/UniRecords

Ton Carfi em Paraisópolis (SP): gravação de “Lázaro” com a comunidade local

O cantor e compositor Ton Carfi sempre traz algo novo para os seus projetos. E com “Lázaro”, seu lançamento pela gravadora Som Livre, não foi diferente. Este projeto tem um cunho de conscientização, de humanização do próprio ser humano. Algo muito propício para os tempos atuais. O single já está em todas as plataformas digitais, e o videoclipe, no canal oficial do cantor no YouTube.

Gravado na comunidade de Paraisópolis, segunda maior comunidade de São Paulo, que completou um século de existência neste ano de 2021, o clipe conta com atores da própria comunidade. Uma ousadia generosa e bem-sucedida de Ton Carfi e sua equipe.

Foto/Thiago Silva.

Lázaro” é uma composição de Samuel Messias, das muitas que Ton gosta e a terceira que ele grava. O cantor comenta que se identificou muito com esta música porque, além de contar a história bíblica literal da ressurreição de Lázaro pela ação milagrosa de Jesus, ela se encaixa na história atual da humanidade, no contexto do passar “da morte para a vida”, no sentido conotativo, em várias situações. “Pessoas que estão mortas emocional e espiritualmente, mas que foram curadas nas emoções e no espírito, então, reviveram. Pessoas que estão mortas no sentido da esperança, que perderam a fé, não têm mais esperança de nada e se acomodaram, mas que renasceram com um novo olhar, uma nova visão de vida. Outras que estão mortas pelo uso de drogas ilícitas e que, muitas vezes, renascem para uma nova vida. Por isso, eu gosto tanto de fazer ações em casas de recuperação”, declara Ton.

Ele diz que, por transitar entre estes dois grupos de pessoas, algumas mortas em seus sonhos e esperanças, outras que estão vivas na fé, vivendo seus sonhos, ele entende a necessidade de uma canção como esta. “Uma mensagem para trazer vida àquele que está morto e, consciência para quem que está vivo. Jesus era um homem cheio de compaixão, Ele não abandonava as pessoas ainda que estivessem mortas. Jesus não abandonou Lázaro mesmo depois da sua morte e, mais que isso, Ele lhe deu nova vida!”, explica.

Ton Carfi cita a parábola do Bom Samaritano, contada por Jesus, para falar sobre a necessidade de se importar com o próximo. Ele diz que o sacerdote e o levita não ajudaram o homem à beira do caminho porque pensaram que ele estava morto. “Eles não se aproximaram, não se importaram, antes, passaram de longe, ‘de largo’. Por isso, não ajudaram àquele pobre homem. Contudo, o samaritano, que não tinha nenhum envolvimento com religião, condoeu-se e se aproximou do homem à beira do caminho. Ele viu que ainda havia vida nele e o ajudou (Lucas 10.30-37)”, explica e acrescenta: “Esta música, ‘Lázaro’, veio para conscientizar os que estão vivos nas emoções e no espírito, para olharem para as pessoas e não lhes decretarem o fim, mas ajudá-las para que tenham um recomeço. Foi isso que Jesus nos ensinou.

Gravar um clipe em Paraisópolis foi uma decisão em comum acordo entre Ton Carfi e Ricardo Porpeta, seu produtor, para o roteiro, “justamente por ser um lugar onde grande parte da sociedade acredita ser um lugar de ‘mortos’, de pessoas sem futuro, sem valores. O errado e o certo existem em todo lugar, tanto no bairro nobre quanto na periferia. Gravar o clipe em Paraisópolis foi um meio de mostrar que ali também há muita vida e esperança, pessoas que se esforçam para fazer a coisa certa, que vão à luta para conseguirem um futuro melhor para si e para a família”.

Para este trabalho, estiveram envolvidos os profissionais: Gravadora: Som Livre. Direção Geral, Ton Carfi e Ricardo Porpeta. Direção de vídeo: Leonardo Maia. Direção de Fotografia: Leonardo Ura. Roteiro: Ton Carfi, Ricardo Porpeta, Leonardo Ura e Leonardo Maia. Fotógrafo: Thiago Silva. Staff 1: Brunno Molinari. Staff 2: Renan Ura. Cenografia e efeitos: Ronaldo Fortunato. Local da filmagem: Paraisópolis, São Paulo. Projeto: Unidos de Paraisópolis. Produção local e produção de elenco: Acácio Reis. Maquiagem e produção de figurino: Marcelo Sousa. Ator principal: Joel Silva. Pastor: Alex Silva. Atores: Joseilton, Lucas Esposito, Marinez (mãe do ator). Dançarinos representando: Rafael Rodrigues e Nathy Freitas (anjos do bem); Vitos Dias e Maria Vitória (anjos do mal). Locação casa: Calango.

A minha oração para você que assiste a este clipe ou que ouve a música ‘Lázaro’, é para que, se você estiver ‘morto’, que esta canção lhe dê nova vida, esperança, fé e força para sair de tantas situações difíceis, de algum vício, talvez das drogas, de amizades erradas. Que ela venha lhe dar força. E, para você que está ‘vivo’, que olhe com mais carinho para aquele que você acha que está ‘morto’. Que trate o seu próximo com mais atenção e compaixão e não lhe atire pedras. Estenda sempre a mão para ajudar e as coisas vão acontecer para você!” (Ton Carfi)

Ouça a canção Lázaronas plataformas digitais: https://somlivre.lnk.to/Lazaro

Acompanhe Ton Carfi nas Redes Sociais!
Instagram:
https://www.instagram.com/toncarfi
Facebook: https://www.facebook.com/toncarfioficial
Twitter: https://twitter.com/TonCarfi
YouTube: https://www.youtube.com/TonCarfi

Por Ana Paula Costa
Assessoria de Imprensa Som Livre
anacostacomunicacao@gmail.com
www.somlivre.com
www.facebook.com/somlivre
www.instagram.com/somlivre

Cantor gaúcho Ricardo Biglu lança canção autoral “Dono da minha Vida”

O cantor e compositor Ricardo Biglu lança, de modo independente, o singleDono da minha vida”. A canção autoral já está nas plataformas digitais e no YouTube com o respectivo videoclipe. A canção tem a participação muito especial do amigo e coreógrafo Ronaldão Dance.

Biglu explica que a mensagem central da canção é sobre ser uma nova criatura: “A música fala de Cristo, de um amor totalmente diferente para a nossa vida, um amor que transforma, que nos liberta e modifica. A canção já diz: ‘pro mundo não volto não’. Muitas vezes, somos tentados a concordar com os padrões mundanos e nos conformar a ele porque é o ‘que a maioria das pessoas fazem’. Contudo, a Palavra de Deus, a Bíblia, nos ensina bem ao contrário, que precisamos estar sempre renovando a nossa mente para experimentarmos a ‘boa, agradável e perfeita vontade de Deus’ (Romanos 12.2).

Ricardo Biglu compôs “Dono da minha Vida’’ depois de refletir sobre a necessidade de fazer uma música sertaneja que apontasse para Deus. Ele queria algo diferente dos hits sertanejos que conquistavam milhares de pessoas, mas cujas mensagens fugiam totalmente dos princípios bíblicos. Ele diz que a canção fluiu naturalmente e que o toca de modo intenso: “Esta canção tem um significado real e toca fortemente meu coração, pois tenho convicção de que fiz a melhor escolha, que é ficar do lado do Pai. Sou uma nova criatura em Jesus!

A participação especial do amigo Ronaldão Dance, coreógrafo da banda “The chinelos Brothers”, da 7ª Igreja do Evangelho Quadrangular, em Eldorado do Sul (RS), foi a realização de um sonho. “Depois de algumas tentativas para concretizar esta parceria, até mesmo impossibilitada pela pandemia do coronavírus, finalmente aconteceu! Ele adaptou a música ‘Dono da minha vida’ no repertório de apresentações dele. Passados alguns meses, vi que minha música já tocava em um retiro com ele dançando. Foi aí que a parceria se concretizou. A gravação do nosso amigo Raulf Silva ficou maravilhosa. Todos os amigos que participaram deste dia foram muito importantes”, declara Biglu. Ele acrescenta que a previsão para aquele dia era de tempo todo nublado, mas que “os céus se abriram naquela manhã de domingo, e o clima ficou agradável nos backstages da Lagoa Armênia, em Taquari”.

A canção “Dono da minha vida” foi gravada no estúdio do Produtor Júnior Séssi, em Estrela (RS). E as cenas do videoclipe, pelo Videomaker Raulf Silva na Lagoa Armênia, cidade de Taquari (RS). A produção musical e masterização são assinadas pelo produtor musical, Júnior Sessi. Baterista: Josias Von Muller. Contrabaixista: Josué Neves. Guitarrista base: Gledson Borba. Guitarrista solo: Gledson Borba. Violão base: Ricardo Biglu. Violão solo: André Tio Dé. Gaita: Felipe Silva. No videoclipe, produtor de vídeo e fotografia: Raulf Silva – Future – Se Music. Baterista: Lucas Misael. Contrabaixista: Walter Moreira. Guitarrista base: Gabriel Martins. Guitarrista solo: Nanderson Misael. Violão base e voz: Ricardo Biglu. Violão solo: André Tio Dé. Gaitero: Thales Nunes. Coreógrafo: Ronaldão Dance. Dançarinas: Eduarda Amrein, Ana Paula Nogueira, Gislaine Oliveira e Nadine Teixeira.

Ricardo Biglu nasceu em 19 de agosto de 1989, em Porto Alegre (RS). É cristão, cantor, compositor, baterista, backing vocal e professor de bateria. Com mais de 30 canções autorais, ele tem 16 anos de carreira e já passou por diversas cidades brasileiras, sempre conquistando grande público.

A música o atraiu ainda criança, vendo o seu irmão, André Tio Dé, também cantor e compositor, tocar violão e soltar a voz em casa com a família, na igreja, nos grupos de crescimento, em roda de amigos e eventos. Ricardo batucava no sofá da sala com sua bateria imaginária, então, André passou a lhe ensinar o básico de bateria. Depois, com muita dedicação, ele o levava bem cedo às aulas de bateria na Comunidade Cristã de Lages (SC). Ricardo se aprimorou e passou a ter aulas com seu amigo Matheus Schmitt, que hoje é pastor da Igreja Revolução Church de Lages (SC), que o apelidou de “Biglu”. Os anos se passaram e Biglu entendeu que Deus o chamara para anunciar a Palavra dEle por meio das suas próprias canções.

Em 2012, então como cantor e compositor, participou com seu irmão do 1º Festival Estudantil de Música de Muçum (RS). Eles venceram o concurso na categoria “Música Mais Popular” com a canção “Dono da Minha Vida”. Em 2014, formou-se em Tecnólogo em Gestão do Turismo pela Faculdade Unilasalle Estrela (RS).

Ricardo Biglu mora em Teutônia (RS), com a esposa, Maria Eduarda Amrein Oliveira, e o filho, Joshua Isaac Amrein Oliveira. Eles congregam na Igreja em Teutônia, presidida pelo pastor Renato Osterkamp.

A discografia de Ricardo Biglu até agora consta dos seguintes álbuns: “Mais um Sonho” (2016 – álbum), “A Origem” (2019 – Podcast), “Não Sou Mais Eu” (2021 – 1º single – Remix), “Dono da minha Vida” (2021). Em breve, Biglu lançará a canção autoral “The Lord Is My Rock”, em parceria com o Dj ASW.

“Deus é o ‘Dono da minha vida’! Dias de sol e de chuva também vieram, pois todo mundo passa por momentos bons e ruins, mas o novo de Deus se instaurou na minha vida. Hoje, sou totalmente do Senhor, o ‘Dono da minha vida’. Então, não sou mais eu quem vive, mas Cristo vive em mim. Permita que o ‘Dono da minha vida’ seja também o da sua vida e Ele vai transformá-la para muito, muito melhor!” (Ricardo Biglu)

Ouça a canção “Dono da minha vida” no Spotify: https://tinyurl.com/vka22fdr

Acompanhe Ricardo Biglu nas Redes Sociais!
Instagram:
https://www.instagram.com/ricardobiglu
Facebook: https://www.facebook.com/ricardobigluoficial
YouTube: https://www.youtube.com/ricardobiglu
Deezer: https://deezer.page.link/pt9vq6zMHK1DRhiY6
Itunes: https://music.apple.com/us/album/dono-da-minha-vida/1086480126?i=1086480288
Cifras Club: https://www.cifraclub.com.br/ricardo-biglu
Letras: https://m.letras.mus.br/ricardo-biglu 

Por Ana Paula Costa
Jornalista – Assessora de Imprensa Ricardo Biglu
anacostacomunicacao@gmail.com

Valesca Mayssa feat. Bruna Karla em “Forma de Cuidado”, tocando corações

A cantora Valesca Mayssa lança, pela gravadora Todah Music, o single, intitulado “Forma de Cuidado”, com a participação mais que especial da cantora Bruna Karla. A canção já está disponível nas plataformas digitais e no canal YouTube da Todah Music.

O compositor da canção é Paulo Sérgio, e a mensagem central é sobre o cuidado e zelo de Deus com Seus filhos. Valesca explica que a letra é uma bela reflexão sobre “render-se à soberana vontade de Deus, porque ‘perfeita é a vontade de Deus, boa e agradável para os seus’”. Ela conta que desde a primeira vez que ouviu essa canção, Deus falou muito ao seu coração porque Ele a lembrou de uma experiência que ela vivera quando queria muito algo e achava que aquilo era o melhor para si: “Deus me deu um ‘não’ bem claro. Ele me disse para renunciar àquilo que eu tanto queria; eu obedeci a Ele e renunciei. Depois vivi, literalmente, o melhor de Deus. Colhi os frutos da obediência, por ter ouvido a voz de Deus. Mais que isso, por ter obedecido a ela.

Foto/Fabio Rickman .

A participação de Bruna Karla foi “um presente de Deus” para Valesca, que cresceu ouvindo as canções de Bruna. A ideia de cantarem juntas já existia antes mesmo de ter uma canção específica para isso, mas ao ouvir “Forma de Cuidado”, Valesca pensou, “esta canção é do jeitinho da Bruna, tem que ser ela.  Achei interessante gravar algo que não fugisse tanto do que ela costuma gravar”.

Um fato marcou muito os bastidores da gravação deste projeto. E Valesca se emociona ao lembrar o que aconteceu: “Houve um momento em que a gravação se transformou em culto. Começamos a gravar e, em dado momento, passamos a sentir fortemente a presença de Deus. Foi algo tão intenso que esquecemos que estávamos em gravação. Foi maravilhoso!

Há três anos fazendo parte do cast da Todah Music, Valesca Mayssa diz que tem sido maravilhoso caminhar com eles. “Amo essa gravadora como família, amo acompanhar o crescimento e crescer junto com a Todah. No site da gravadora, há uma definição da palavra TODAH, que tem tudo a ver comigo. Ela vem da mesma raiz que YADAH, significa ‘mãos estendidas’. Então, TODAH tanto pode ser usada para agradecer, ‘obrigado’, quanto no sentido de estender as mãos aos céus reconhecendo tudo o que Deus tem feito em nossa vida. A Todah faz parte do meu ministério todo. É minha casa”, declara.

A canção foi gravada no espaço Monte Castelo Eventos, no Castelo Avalon, em Mauá, São Paulo (SP). O áudio foi captado no mesmo local, ao vivo. Produção musical: Tiago Oliveira. Direção de vídeo: Caio Fernandes. Makeup: Adria Dasi. Fotos: Fábio Rickman. Making Of: Gih Pepsi e Eberson Emerick. Gerente de produção: Beto Rocha. Produção geral: Todah Produções. Direção geral: Alessandro Porfírio. Direção executiva: Todah Music.

“Sempre vale a pena aceitar o cuidado de Deus, ainda que não seja do jeito que a princípio gostaríamos. Criamos expectativas para as quais nem sempre Deus diz ‘sim’. Ele tem várias formas de cuidado e uma delas é dizer ‘não’, tirando algo das nossas mãos, fechando portas que Ele sabe não serem o melhor para nós. Ele vê o todo, enquanto nós, apenas um pontinho desse todo. Então, vale a pena reconhecer essa forma de cuidado de Deus, aceitá-la, obedecer à voz dEle e sentir-se totalmente abraçado e cuidado por Ele. Lembre-se sempre de que a vontade de Deus é sempre boa, agradável e perfeita (Romanos 12.2).” (Valesca Mayssa)

Ouça na sua plataforma digital preferida a canção “Forma de Cuidado”: https://todahmusic.lnk.to/FormaDeCuidado

Siga Valesca Mayssa nas Redes Sociais!
Instagram: https://www.instagram.com/valescamayssa
Facebook: https://www.facebook.com/ValescaaMayssaOficial
YouTube: https://www.youtube.com/c/ValescaMayssa

Siga a gravadora Todah Music no Instagram: https://www.instagram.com/todahmusicoficial

Por Ana Paula Costa
Jornalista – Assessoria de Imprensa Bucater.com
anacostacomunicacao@gmail.com

 

Sertanejo Lenno Maia apresenta seu novo single, “Era Ele”, uma mensagem de fé para todos os tempos

O lançamento do cantor e compositor sertanejo Lenno Maia, “Era Ele”, já está disponível em todas as plataformas digitais, com distribuição pela Gospel Music Brasil. A canção traz a marca de excelência que o cantor imprime em todos os seus trabalhos. “Era Ele” fala de como uma pessoa tem a vida transformada quando recebe Jesus em sua vida. “Ele é e o reconhecemos porque Ele transforma nossa vida e abre nossos olhos para o mundo espiritual. Ele se torna o nosso melhor amigo! A mudança que tanto buscamos e precisamos para nossa vida está em Jesus”, declara Lenno.

A canção, com belos arranjos e a presença de um backing vocal, toca o coração das pessoas de modo profundo, levando-as a uma proximidade singular com Deus. O próprio Lenno cuidou da produção musical e dos arranjos. O sertanejo é conhecido como produtor musical de trabalhos de diversas cantoras de sucesso como Shirley Carvalhaes, Rose Nascimento, Rozeane Ribeiro entre outras. Também é considerado um dos mais importantes sanfoneiros do segmento.

A autoria de “Era Ele” é de Lenno e Aline Maia, esposa do cantor. Eles contam que estarem juntos também na composição de uma música é algo muito profundo, uma vez que, como casal, partilham a vida, a fé e a missão dada por Deus: “Somos parceiros em tudo! Deus nos uniu para que sejamos felizes como casal, homem e mulher, marido e esposa, mas, principalmente como adoradores, unidos para honra e glória dEle. Compor ‘Era Ele’ juntos foi mais um privilégio que o Senhor nos concedeu. Com esta canção, fomos e somos abençoados, abençoamos as pessoas e glorificamos o nome de Jesus. É muita honra e muita alegria”, concluem.

Capa

A mensagem da música é alusiva à passagem bíblica do Evangelho de Lucas 24.31-32 que diz: “Neste mesmo instante, se lhes abriram os olhos, e o reconheceram; Ele, contudo, desapareceu diante dos olhos deles. E questionaram-se entre si: ‘Porventura não nos queimava o coração, quando Ele, durante a nossa jornada, nos falava quando nos explicava as Escrituras?’.

Lenno explica que, nessa passagem, os discípulos não perceberam que era Jesus quem caminhava com eles. Contudo, no íntimo, eles sentiam algo muito especial enquanto Jesus caminhava e conversava com eles a respeito das Escrituras. “Porém, seus olhos se abriram ao reconhecerem que aquele homem era o Cristo, que, cumprindo as profecias ditas pelos profetas, havia acabado de ressuscitar dentre os mortos. Então, eles tiveram a vida transformada. Assim acontece com todos que têm um encontro genuíno com Jesus. Quando entregamos nossa vida a Cristo, Ele habita em nós; então, nós o reconhecemos em todas as situações da nossa existência”, finaliza Lenno.

Os músicos participantes são: Guilherme Santana (bateria), Beethoven (baixo), Henrique Garcia (violões e guitarras) e Bruno Cesar (complementos de teclados). Todos são profissionais renomados que trabalham com artistas de ponta como Gustavo Lima, Eduardo Costa, Henrique e Juliano e muitos outros. Backing vocals: Janeh Magalhães, Fael Magalhaes e Clyde Jane. O single foi gravado, mixado e masterizado no estúdio Maia Music, nos Estados Unidos, residência de Lenno desde fevereiro de 2017.

Ouça a canção ‘Era Ele’ com o coração disponível para o mover de Deus. Permita que Ele lhe abra os olhos espirituais para que você reconheça Jesus em todas as áreas da sua vida. Ele é o caminho, a verdade e a vida! Deus os abençoe!” (Lenno Maia)

Ouça a canção Era Elenas plataformas digitais: https://orcd.co/eraele

Siga o cantor nas Redes Sociais!
Instagram: https://www.instagram.com/lennomaia
Facebook: https://www.facebook.com/LennoMaiaMusic
Canal no YouTube: https://bit.ly/3g8A3tx 

Por Ana Paula Costa
Jornalista – Assessoria de Imprensa Lenno Maia
anacostacomunicacao@gmail.com

Hudson Almeida lança “Egito”, um single que fala de Salvação e vida

O cantor Hudson Almeida apresenta o seu mais novo lançamento, o single “Egito”, pela C1C2 Produções, em todas as plataformas digitais e no YouTube com o respectivo videoclipe.

A música “Egito”, originalmente em inglês “Egypt”, é uma versão da canção do grupo norte-americano Bethel Music, lançada no álbum Revival’s In The Air (live) no ano de 2020. A letra faz um paralelo entre a libertação dos israelitas e a libertação dos homens pelo sacrifício de Jesus. “Egito fala da libertação do povo de Israel das mãos de Faraó pela ação de Deus, apontando para a nossa libertação pessoal das garras do pecado e da perdição eterna. Como Ele, com mão forte e graça irresistível, nos salvou mediante o sacrifício do Seu Filho, Jesus Cristo, na cruz. Sendo Ele o mesmo Deus imutável, que agiu no Egito antigo e que age no “Egito” atual da vida de cada pessoa pela qual Cristo morreu e ressuscitou”, explica Hudson.

Ele conta que a escolha da canção se deve à beleza, expressão e identidade únicas que a faixa carrega, uma vez que “falar da libertação do povo hebreu é falar da nossa jornada como cristãos saindo do império das trevas para o Reino do Filho de Deus”.

Foto/Rafa Vidal.

O estilo de “Egito”, primeira canção das cinco que o cantor lançará em um projeto chamado “Louvor e Adoração”, é o pop rock com adoração congregacional. A música carrega a personalidade musical do cantor, que ministra aos corações durante a canção.

A canção original “Egypt” foi composta por Cory Asbury, Phil Wickham, Ethan Hulse, Brian Johnson e Lee Cummings, todos da Editora Adorando. Mariana Campos e Rafael Ortega são os tradutores de “Egypt”.

O singleEgito” tem a direção executiva da C1C2 Produções. Produtor musical, Gesiel Jasson. Técnico de áudio, Douglas Rodrigues. Bateria, Zaqueu Banks Jr.. Baixo, Amaury Rodrigues. Guitarra, Betuel Nogueira. Teclados, Bruno Nogueira. Violões, Gesiel Jasson.

A gravação do vídeo aconteceu na Igreja Batista Betel, em Telêmaco Borba, Paraná. Direção de vídeo, Gesiel Jasson. Operadores de câmeras, Marquinhos Honorato e Dayo Silva. Edição e finalização, Gesiel Jasson. Direção de fotografia, Gesiel Jasson.

A gravação aconteceu sem a presença do público, e Hudson comenta a respeito: “Confiamos na graça de Deus sobre nós e Ele nos visitou maravilhosamente! Fomos inundados pela presença dEle e isso nos bastou, porque Ele é verdadeiramente tudo em nós!

Hudson Almeida faz parte do cast da C1C2 desde 2017, ano de lançamento do primeiro dos sete singles distribuídos pela gravadora: “Dono do Meu Coração” (9.2017), “Canta Minh’Alma” (4.2018), “Tu És” (9.2018), “Descansa” (6.2019 – com a participação de Leandro Borges), “Sal da Terra” (3.2020), “Nova Aliança” (6.2021) e “Egito” (10.2021). Suas canções recebem milhares de plays nos aplicativos de música. O cantor diz que antes mesmo de se tornarem parceiros em gestão de carreira, ele, Celly e Celaine (C1C2 Produções) são amigos de igreja: “É sempre um aprendizado e uma busca contínua pelo crescimento ministerial. Existe um pacto de lealdade, gratidão e comprometimento mútuos. É maravilhoso trabalhar assim!”, declara.

Hudson canta desde pequeno, quando frequentava a Assembleia de Deus em Queimados, Rio de Janeiro (RJ), presidida pelo Pr. Edvard Francisco. Foi ali que ele teve a sua a primeira experiência como ministro de louvor, somente voz e violão. Frequentou mais duas igrejas, nas quais aprendeu muito sobre serviço e louvor congregacional. Atualmente, frequenta a Primeira Igreja Batista do Recreio (RJ, liderada pelo Pr. Wander Gomes.

A despeito das adversidades e angústias desta vida, podemos celebrar e nos alegrar porque algo grandioso, isso mesmo, algo grandioso foi feito por nós, pelo Deus de Israel. Ele entrou no ‘Egito’, nosso local de escravidão eterna, e nos arrancou com mão forte. O Senhor operou maravilhas, abriu o mar e nos conduziu em terra seca, guiando-nos para a Terra Prometida, a liberdade em Cristo Jesus. Aleluia! Que esta música toque profundamente o seu coração e o conduza para juntinho de Deus!” (Hudson Almeida)

Ouça a canção “Egito” via streaming: https://ada.lnk.to/egito

Siga Hudson Almeida nas redes sociais!
You Tube:
https://www.youtube.com/c/HudsonAlmeida
Instagram: https://www.instagram.com/hudsonalmeidaoficial
Facebook: https://www.facebook.com/HudsonAlmeida
Site: www.hudsonalmeida.com.br

Por Ana Paula Costa
Jornalista – Assessoria de Imprensa C1C2 Produções
anacostamunicacao@gmail.com
Siga no Instagram: https://www.instagram.com/c1c2producoes

Patrick Mendes canta “Segunda Casa”, um belo projeto conceitual

O cantor e compositor Patrick Mendes lança o singleSegunda Casa” pela C1C2 Produções. A canção autoral intitula o seu novo projeto, composto por três canções que falam sobre Cristo, seu sacrifício na cruz e o seu regresso. “São canções de total entrega e profunda adoração a Jesus. ‘Segunda Casa’ fala sobre a promessa do Messias, aquele que veio para mudar a história da humanidade ao nos dar, por meio do seu sacrifício na cruz, Salvação e total acesso à sua gloriosa presença e graça redentora”, explica o cantor.

Patrick Mendes compôs a canção “Segunda Casa” no começo da pandemia do coronavírus. Ele estava em casa quando a letra e a melodia do refrão começaram a vir fortes em seu coração. Ele pegou o violão e o celular e começou a gravar para não esquecer. Em seguida, foi ler a história de um personagem bíblico: “Ao estudar o contexto da história de Ageu, o Espírito Santo me trouxe uma revelação tão intensa que senti a necessidade de compartilhar com minha geração esta profunda verdade por meio da minha arte”, compartilha.

“Segunda Casa” é um projeto “fora da caixa”, com efeitos visuais, elementos sonoros que lembram o Universo e alguns takes gravados no planetário do Rio de Janeiro. A ideia de trazer imagens alusivas ao Universo e a astronautas veio depois de o cantor e compositor refletir sobre uma passagem bíblica: “Quando eu penso no que Jesus disse em João 14.3 (‘E quando eu for, e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos levarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também’.), eu entendo que sou peregrino aqui”, Patrick comenta.

Como foi sempre muito criativo, ele diz que não poderia entregar algo menos do que conceitual. “Alcançar o resultado incrível que todos poderão acompanhar foi bastante desafiador para todos os envolvidos neste projeto. Pensar fora da caixa foi uma missão que entreguei nas mãos dos meus produtores, e eles superaram minhas expectativas”, ressalta Patrick.

Bastidores. Foto/Pedro Brito.

Ele diz que esta música toca o seu coração de modo muito particular, porque imprimi uma verdade que queima em seu coração. Ao mesmo tempo em que traz um contexto histórico, ela é profética para este tempo. “Deus ainda conta com pessoas como o sacerdote Josué, que não têm sua vida como preciosa, mas sim o Senhor. Esta canção é para aqueles em cujo peito arde o fogo do Espírito Santo e que têm o coração na Eternidade. Para aqueles que apontam para Jesus e que clamam, ‘Maranata’. Esta canção é para aqueles que desejam participar do que Cristo está fazendo neste tempo, declara Patrick.

A canção “Segunda Casa” foi gravada em estúdios de São Paulo, a mixagem e master, em Itapemirim, no Estado do Espírito Santo. O clipe, na Igreja Vida Plena, zona leste de São Paulo e no Pico Olho D’agua, em Mairiporã, São Paulo.

Patrick Mendes faz parte do cast da C1C2 desde o ano passado e diz que é um privilégio caminhar com eles. “A Celly e a Celaine são queridas demais! Acredito muito em conexões que Deus faz para que o seu propósito seja cumprido. Então, sinto-me privilegiado e honrado, porque não é sobre mim, mas sobre pessoas que se unem com o intuito de participar do que Jesus está fazendo neste tempo por intermédio da arte.”

O projeto tem direção executiva da C1C2 Produções. Produção musical, Vinicius Alves e Lucas Silva. Piano, teclados e synths, Vinicius Alves. Bateria, Biel Sales. Baixo, Gustavo Leme. Guitarra, Lucas Silva e Janderson Almeida. Violão, Brian Melo. Mix e master, Janderson Almeida. Vocal, Janderson Almeida. Direção, operação de câmera, edição e finalização, Pedro Brito. Direção de fotografia, Pedro Brito.

Eu oro para que a canção ‘Segunda Casa’ faça sentido para você. Que esta canção faça parte da sua congregação, da sua playlist, dos seus devocionais, mas, muito mais do que isso, que esta verdade queime em seu coração. Que você se permita ser um Josué neste tempo. Que o seu coração esteja na eternidade e os seus olhos, no Senhor, pois somos casas, mas não estamos em casa.” (Patrick Mendes)

 Ouça a canção Segunda Casa” via streaming: https://ada.lnk.to/segundacasa 

Siga Patrick Mendes nas Redes Sociais!
YouTube:
https://www.youtube.com/c/PatrickMendes
Facebook: https://www.facebook.com/OficialPatrickMendes
Instagram: https://www.instagram.com/patrickomendes
Twitter: www.twitter.com/patrickomendes

Por Ana Paula Costa
Jornalista – Assessoria de Imprensa C1C2 Produções
anacostamunicacao@gmail.com
Siga no Instagram: https://www.instagram.com/c1c2producoes

Kim lança seu novo trabalho solo, o EP “Escolhido pra te amar”, canções com beleza e sonoridade acústica

Kim, um dos maiores nomes da música pop rock cristã no Brasil, lança, pela Labidad Music, o EP “Escolhido pra te amar”, cuja faixa de trabalho é a canção “Quando se está só”. A carreira de Kim sempre foi marcada por excelência, especialmente por suas letras reflexivas e sua qualidade musical. São 33 anos de Banda Catedral e 30 anos de carreira solo paralela, todo esse tempo acompanhado por um público fiel.

O EP já está em todas as plataformas digitais. Sobre a canção de trabalho, “Quando se está só”, é uma música clássica de Sérgio Pimenta em parceria com Nelson Bomilcar. Sérgio (já falecido) e Nelson são dois grandes nomes da galeria musical do meio cristão. Os dois fizeram parte do grupo Vencedores por Cristo, nos anos 1980.

Kim diz que está muito alegre pela liberação de “Quando se está só” para que pudesse gravá-la. “É uma canção que traz uma mensagem muito boa e tem uma harmonia interessante. Estou muito feliz de poder agrupar ‘Quando se está só’ ao repertório deste EP. Já gravei vários CDs, mas este é o meu primeiro EP; e esta música somou demais ao repertório dele”, declara.

O cantor explica que decidiram lançar o EP “Escolhido pra te amar” depois do lançamento de alguns singles que, inclusive, fazem parte dele. Escolheram mais duas músicas e completaram este belíssimo trabalho. Como o próprio Kim define, a sonoridade deste projeto é mais acústica. Este trabalho dá prosseguimento ao “Kim, piano e voz”, um show que ele realizou em algumas praças. Além de dar continuidade ao álbum “Intimidade Sonora”, lançado há alguns anos. “Estou realmente em uma praia bem acústica. E também já propiciando a comemoração dos meus 30 anos de carreira com o álbum ‘Kim acústico 30 anos’. Isso seria feito neste ano, mas, devido à pandemia, devemos lançá-lo em 2022”, antecipa o cantor.

A música “Quando se está só” já fora gravada anteriormente por Kim, mas ainda não havia sido lançada. Ele queria relembrar algumas canções antigas, com qualidade e boas letras. Dentre elas, estão, “Quando se está só”, “Jesus Provou”, e “Escolhido pra te amar”.

Kim lembra que este é um tipo de trabalho diferente do que eles costumavam lançar. “Estamos nos adequando a este novo tempo, às plataformas digitais, de streaming. Não tem mais volta e precisamos nos adaptar a este novo tempo, acostumarmos com esta nova realidade, este novo formato de trabalho musical. É o primeiro projeto que lanço assim, pingado (rsrsrs). Lancei primeiro os singles, depois, o trabalho completo. Este sou eu também no novo formato do que amo fazer: música!”, o cantor enfatiza sorrindo.

O EP “Escolhido pra te amar” foi gravado na Gruta, estúdio da Banda Catedral, que fica na residência do Júlio Cezar, baixista da banda Catedral. “Meu brother. Ele que fez a produção musical. E a galera também gravou. O Caique, o Diego, o Guilherme na batera gravou algumas coisas também  Foi a turma mais de casa que fez este repertório. É um EP que está sendo gravado desde 2019 para ser lançado agora em 2021”, explica Kim.

A mensagem do cantor e compositor é de agradecimento a todos que curtem o seu trabalho ao longo da sua carreira. “São 33 anos de carreira com a Banda. 30 de carreira solo. Uma carreira longeva. Eu agradeço a todos pelo carinho, pelo apoio de sempre. A gente tem um público muito fiel, tanto da Banda Catedral quanto da minha carreira solo, que curte e valoriza a boa música. E isso nos motiva ainda mais! Desejo muita saúde a todos, pois estamos passando por um período muito difícil de pandemia. Vamos pensar em coisas boas. Esperar que a gente tenha um fim de ano bacana e um 2022 muito melhor para todo mundo. Que as canções deste EP, ‘Escolhido pra te amar’, toque o seu coração de modo especial, levando alegria, alento e fé ao seu coração.” (Kim)

Ouça o EP “Escolhido para te amar” nas plataformas digitais: https://labidad.lnk.to/EscolhidoPraTeAmar

Siga Kim nas Redes Sociais!
Instagram:
https://www.instagram.com/kimcatedral
Facebook: https://www.facebook.com/Kimcatedraloficial
Twitter: https://twitter.com/kimcatedral
YouTube: https://www.youtube.com/c/bandacatedraloficial

Por Ana Paula Costa
Jornalista – Assessoria de Imprensa Labidad Music
anacostacomunicacao@gmail.com
www.instagram.com/labidadproducoes
www.instagram.com/labidadmusicgospel