Kaká, Exemplo Mundial de Atleta de Cristo

Ricardo Izecson dos Santos Leite, mais conhecido como Kaká (Brasília, 22 de abril de 1982), Kaká é um futebolista brasileiro que joga como meio-campo.
Foi o ganhador dos prêmios Bola de ouro e Melhor jogador do mundo do ano de 2007, Kaká também foi nomeado em 2008 como uma das 100 personalidades mais importantes da atualidade.
Kaká juntamente com o jogador da Internazionale Zlatan Ibrahimovic, possui um dos maiores salários de jogadores no mundo.
Carreira
Kaká foi revelado pelo São Paulo em 2001 e se destacou, de logo, marcando os dois gols do São Paulo FC contra o Botafogo, na vitória por 2 a 1, na final do Torneio Rio – São Paulo, quando tinha apenas 18 anos de idade. Em 2003 foi contratado pelo Milan por 8,5 milhões de dólares, o que foi muito questionado devido às
pessoas acharem que o valor foi muito baixo em relação ao talento que ele possui. Conquistou o título italiano logo em sua primeira temporada. Kaká esteve na Seleção Brasileira que conquistou a Copa do Mundo de 2002 e na seleção que disputou a Copa do Mundo de 2006.
Ministério
O meio de campo Kaká, da Seleção Brasileira está se preparando para evoluir, em sua religião. Segundo informações do Jornal O Globo, o jovem, que é evangélico convicto, está se preparando para virar pastor. O jogador, que é casado com Caroline Celico, está estudando Teologia, para atingir seu objetivo.
Ainda de acordo com o jornal, a revelação foi feita pelo próprio jogador, e foi ao ar no Esporte Espetacular na Rede Globo.
No papo, ele contou ainda que entrou em campo sem condições de jogo na partida que eliminou o Brasil da Copa do Mundo de 2006, contra a França.
A reportagem do site OFuxico entrou em contato com a assessoria de imprensa do craque que revelou que Kaká pretende se tornar um pastor assim que se aposentar dos campos.
Kaká é evangélico praticante desde criança e freqüenta a Igreja Renascer em Cristo. Nas comemorações de seus gols, a frase mais usada pelo jogador é: Deus é Fiel, que também está gravada em sua chuteira. Além disso, o craque não deixa de usar uma pulseira com o nome Jesus. June 9, 2009 por Alex Lima • Leave a Comment.
Kaká tem se comportado como um verdadeiro homem de Deus, diante de sua carreira, imprensa e televisão, sempre dando bom testemunho, o craque tem grandes planos para o futuro, e revela “Um dia serei pastor!”.
Em entrevista, o atleta admitiu detalhes de sua intimidade com a mulher Caroline.
Em entrevista à publicação Vanity Fair, Kaká, meia do Milan e da Seleção Brasileira, admitiu detalhes de sua intimidade com a mulher Caroline. O atleta confessou a dificuldade de se casar sem nunca ter tido uma relação sexual. “Sou um jovem normal e não foi fácil chegar ao casamento sem nunca ter estado com uma mulher”, disse. “Com Caroline, nos beijávamos e o desejo existia, mas sempre soubemos parar” continuou.
Kaká explicou o motivo que os levaram à escolha pela virgindade até o matrimônio. “A Bíblia ensina que o verdadeiro amor se alcança apenas com o casamento, com a troca de sangue, o que a mulher perde com a virgindade”, afirmou. “Para nós, a primeira noite foi belíssima”, completou o jogador evangélico.
O meia disse ainda que, ao lado de sua mulher Caroline, fez muitos sacrifícios no passado. “Entre nós, quando ela ainda estava no Brasil, havia um pacto: podíamos sair com os amigos, mas, à meia-noite, voltávamos para casa e nos ligávamos”.
Clubes
2000-13/08/2003: São Paulo FC-SP
14/08/2003-08/06/2009: Milan AC – Itália
09/06/2009: Real de Madrid – Espanha
Títulos por equipe
Torneio Rio – São Paulo: 2001
Supercampeonato Paulista: 2002
Copa do Mundo: 2002
Supercopa da Europa: 2003 e 2007
Campeonato Italiano: 2004
Supercopa Italiana: 2004
Copa das Confederações: 2005
Liga dos Campeões da Europa: 2007
Mundial dos Clubes FIFA: 2007
Troféu Berlusconi (Milão): 2005
Títulos pessoais
Bola de ouro brasileira (Placar): 2002
Maior esperança do campeonato italiano: 2003
Melhor jogador do campeonato italiano: 2004
Il Bravo (Melhor estrangeiro do campeonato italiano): 2004
Melhor artilheiro da Liga dos Campeões (Europa): 2007
Melhor jogador FIFPRO: 2007
Bola de ouro (revista France Football): 2007
Melhor jogador da  nal da Copa Intercontinental: 2007
Melhor jogador FIFA: 2007
Jornal El Pais (melhor jogador): 2007
Copa das Confederações: 2009

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *