Onde está o teu Tesouro?

O Senhor Jesus em certa ocasião ensinava os seus discípulos sobre vários fatores como: lei, ira, luxúria, divórcio, juramentos, amar aos inimigos, ajudar os necessitados, Jejum, oração, julgamento do próximo, pedir, buscar e bater, caminho do céu, sobre o fruto da vida e como construir um sólido alicerce.

Entre tantas coisas de fundamental importância, Ele também ensinou sobre o dinheiro dizendo que ninguém pode servir há dois senhores. Pois, sempre amará mais um do que o outro. Isto faz-nos refletir, principalmente num momento como este que estamos vivendo, onde “o ter é mais importante do que o ser”.

É claro que num mundo em que o capitalismo impera, temos que nos preocupar com o dinheiro, mas quando olhamos para a instabilidade que se vive hoje: Pessoas que até pouco tempo tinham fortunas, mas que uma crise, uma doença, uma intempérie levou tudo. Empresas e nações que eram tidas como potências mundiais, que da noite pro dia quebraram, faliram, empobreceram. Não creio e nem temos base bíblica de que o foco das nossas vidas devam ser esses.

Ouvi outro dia uma pessoa dizer: “Não me importa a cor da pele desde que seja rico”. (Racismo e preconceito)

Outra: “Minha filha só casa se for com alguém que possa dar a ela o melhor” (financeiramente falando).

Outra: “O fulano é um bom partido, pois o pai tem muito dinheiro”. Ainda: “Se eu fosse político também faria o mesmo, pois todos fazem” (referindo-se a corrupção)

Jesus ainda disse: “Não ajunteis tesouros na terra onde a traça e a ferrugem tudo consomem, e onde os ladrões minam e roubam”. Temos que rever nossos conceitos, reformular nossos pensamentos e renovar nossas atitudes buscando valorizar o moral, bons costumes, a ética, fazer as coisas ordenadamente e corretamente, sem pensar somente no que vamos “ganhar” com isso. Mas, se for para querer algo em troca, veja o que diz o Senhor a respeito das necessidades como: comer, beber, vestir, entre outras coisas: “Decerto, vosso Pai celestial bem sabe que necessitais de todas estas coisas; mas buscai primeiro o Reino de Deus, e a sua justiça, e todas essas coisas vos serão acrescentadas”.

Que Deus nos de graça para entendermos que inclusive Ele quer que o amamos não pelo que Ele pode dar, mas, sim pelo que Ele é: Deus de amor, misericordioso, longânimo, soberano, poderoso, onisciente, onipresente, bondoso entre outros atributos divinos.

Jesus ainda disse: “Amai a Deus sobre todas as coisas e ao teu próximo como a ti mesmo”.

Lembre-se: não podemos amar a Deus e a Mamon (deus das riquezas). Não pelo simples fato que Deus proíbe, na verdade, temos livre arbítrio, mas, Ele sabe que para nós isto é impossível. Para Ele tudo é possível, pois, é dono da prata e do ouro, de tudo que existe, tem todo o poder e ainda assim ama a nós pecadores.

Termino com mais uma frase de Jesus:

“Porque onde estiver o vosso tesouro, aí estará também o vosso coração.”

SalomarTagliapietra                                                                                                                            salomar@jornalgospelnews.com.br

Conheça nosso colunista
Veja mais artigos deste colunista

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *