O mergulho da pena

“De boas palavras transborda o meu coração. Ao Rei consagro o que compus; a minha língua é como a pena de habilidoso escritor”. Salmo 45.1. Não preciso falar muito das qualidades negativas da dona língua e suas más companhias. Sabemos que a pior serpente pode ser encontrada num lugar muito escorregadio dentro da boca. Lendo estas palavras bíblicas iniciais, penso na pena (antigo instrumento de escrita)  que em uso, precisava ser constantemente inserida no tinteiro. Assim o Espírito Santo procura fazer conosco em todos os momentos. Nossa vida, nas mãos do Espírito Santo, pode passar por esse processo constantemente. Um habilidoso escritor sabe da importância da ferramenta que usará para expor suas idéias num papel. Quanta gente tentou viver de modo independente e logo percebeu a perda de tempo,  dinheiro e outros valores. Um andar prazeroso leva a pessoa a ser tocada diariamente Naquele de quem sai virtude. Não bastam as boas aparências quando esse toque é desprezado. A pena não será útil. O dia-a-dia pode extrair de qualquer um energia que só mesmo em Jesus podem ser repostas com satisfação.  O mover do Espírito Santo pode ser considerado o toque que realiza, e com ele podemos ser usados para comunicar a mensagem mais ilustre desta terra e, ao mesmo tempo, recarregados no poder e força do Senhor. Como a pena dependia de uma mão para manuseá-la, assim somos nós. Precisamos que Deus nos use como e quando achar melhor. É no mover de suas mãos que podemos sentir o quanto Nele, por Ele e para Ele tudo realmente podemos. Permita que a boa mão de Deus trabalhe sua vida para depois trabalhar com sua vida.
“Se vivemos no Espírito, andemos também no Espírito”. Gálatas 5:25.
Por: Thinonin Pastor, radialista e escritor em Londrina- Pr.

Fonte: Jornal Gospel News

Uma resposta para “O mergulho da pena”

  1. I like the helpful info you provide in your articles.

    I’ll bookmark your blog and check again here regularly.
    I’m quite certain I will learn plenty of new stuff right here!
    Good luck for the next!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *