Chuvas e as promessas de Deus em Rondônia

Conhecido como “Profeta da Chuva”, Engel se alegrou ao chegar em Porto Velho e se deparar com tal fenômeno natural, que não é comum nesta época do ano, naquela região.

foto

Nesta sexta-feira, 25/10, Joel Engel está tendo a oportunidade de ministrar novamente em Porto Velho (RO), levando a “Rota do Fogo – Ano da Adoração” à cidade. O pastor se mostrou satisfeito ao voltar à capital, que já o tinha recebido com carinho, no mês de agosto deste ano (2013).

 

Engel se alegrou ao chegar em Porto Velho e se deparar com tal fenômeno natural, que não é comum nesta época do ano, naquela região: as chuvas.

 

Segundo o pastor Isaias Nunes e a juíza Sandra Martins (moradores da região), o período que compreende os meses de agosto a outubro correspondem à um clima normalmente seco – sem chuvas – em todo o estado. Porém, inexplicavelmente este ano está acontecendo algo diferente: chuvas têm sido corriqueiras desde a última visita de Engel ao estado (em agosto).

 

“Realmente eu até estranhei esta mudança climática sobre esta região. Eu estou sempre acostumado com aquele clima seco e, nesta época do ano, não chovia. Mas percebemos que este ano, as coisas mudaram mesmo. De agosto para cá, que seria um tempo de seca, está chovendo quase todos os dias! É algo realmente diferente”, disse Isaias.

 

Segundo Sandra Martins, a chegada das chuvas neste período do ano foi fundamental para melhorar a qualidade do ar, que baixa consideravelmente, devido ao grande número de queimadas.

 

“Geralmente, agosto e setembro ainda formam um período no qual ocorrem muitas queimadas e a qualidade do ar não fica boa para se respirar, o que gera muitos problemas de saúde na população. O povo sempre clamava por chuva, para limpar o ar. Mas este ano foi diferente. As chuvas começaram mais cedo”, relatou.

 

Ao comentar a mudança climática, Joel Engel afirmou que este não é apenas um inusitado fenômeno da natureza, mas sim o cumprimento de uma promessa de Deus.

 

“Estamos presenciando e testemunhando a concretização de algo que Deus me disse: a unção muda a geografia, traz chuva, prosperidade e avivamento”, revelou o líder.

 

A “Rota do Fogo – Ano da Adoração” em Porto Velho (RO) começa nesta sexta-feira, 25/10, e vai até o próximo domingo, na Igreja Batista Missionária Ágape.

 

Contextualização

A Rota do Fogo realiza atos proféticos para que a unção de Elias mude a geografia, liberando os céus e a terra.

 

“Este ano, viemos para Porto Velho no início de agosto e promovemos um ato profético: abençoamos os pastores locais com uma oferta, eles nos abençoaram e assim, a maldição – comum quando não há honra entre líderes e profetas – foi quebrada. Com isso, a terra é abençoada”, lembrou Engel.

 

Em Joel 2, a partir do capítulo 12, é possível ver que Deus começa abençoando a terra – mandando a chuva -, depois a vegetação e os animais se alegram, em seguida os filhos de Israel se alegram, após isto vêm o trigo, o vinho e óleo; por fim, vem o avivamento.

 

Durante uma visita ao prefeito de Porto Velho (RO), Mauro Nazif Rasul, a Dra. Sádia – advogada e integrante da equipe da Rota do Fogo naquela região – levou as seguintes palavras proféticas ao político: “O Ap Joel traz uma benção que se o Prefeito aceitar Jesus mudará o clima a economia e a vida espiritual da cidade”.

 

O prefeito acreditou na mensagem levada por Sádia e, pela primeira vez, choveu já no mês de agosto e as chuvas devem se estender para o mês de novembro na região. Com isso, as colheitas renderam cinco vezes mais. O prefeito CREU nesta palavra e hoje dá testemunho dela.

 

Testemunho do Prefeito Mauro Nasif Rasul

 

Palavra do Pr Isaias e Dora Sandra Martins

Oração pelo Prefeito

 

Joel Engel – www.joelengel.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *