Marcelo Aguiar na luta contra as drogas na Câmara dos Deputados

lutacontraasdrogasO deputado federal Marcelo Aguiar (DEM-SP), é um dos defensores das famílias na Câmara dos Deputados em Brasília. Durante seus trabalhos nessa semana, Marcelo Aguiar enfatizou sua luta contra as drogas durante sua fala:

“Mesmo que o governo tente legalizar a maconha, vamos lutar até o fim. Não podemos aceitar essa destruição nas nossas vidas e nas famílias”.

O parlamentar que também é um dos defensores da bandeira “Sou Careta, Drogas Bah!”, campanha que tem levado por todo o Brasil a conscientização dos malefícios das drogas e suas conseqüências nas famílias.

Marcelo Aguiar também apresenta um quadro no programa “De Bem com a Vida” da Rede Gospel de TV onde, entre diversos temas, apresenta entrevistas com especialistas sobre o tema drogas. Assista no site duas importantes entrevistas que trarão esclarecimentos e importantes informações sobre a prevenção e o combate às drogas.

Deputado Marcelo Aguiar participa de ato em Brasília em prol da Segurança Pública e o combate às drogas

Durante a tarde de 3/6 em Brasília, o deputado federal Marcelo Aguiar participou de um ato organizado pelo líder do Democratas na Câmara, em protesto aos 600 mil homicídios registrados nos 12 anos de Governo PT. A ação dos deputados presentes aconteceu em frente ao Palácio do Planalto, na Praça dos Três Poderes. O objetivo foi denunciar o fracasso da política de segurança pública durante o período citado.

“A minha bandeira é lutar pela vida e pelas famílias, e não aceitamos isso que está acontecendo. De 730 milhões prometidos em investimentos ao tratamento de dependentes químicos, apenas 76 milhões foram investidos, deixando mais de 54.500 viciados sem tratamento”. Disse o deputado Marcelo indignado com a falta de comprometimento com o combate às drogas no país.

Segundo os organizadores, o Brasil é o sétimo país com maior taxa de mulheres assassinadas. Números assustadores que indicam uma necessidade urgente de mudanças no setor da segurança pública no País.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *