INGRATIDÃO

Quando a ingratidão
bater na sua porta,
lute, por favor,
não deixe que ela entre 
nas suas independências;
diga-lhe que a felicidade
está ocupando todo
o seu espaço interior.
Expulse a ingratidão,
sem apertar-lhe a mão,
jamais mostre lágrima
ou tristeza 
pelo desencanto,
porque isto 
vai dar alegria ao inimigo;
todo risonho, 
feche a porta da fragilidade, 
com firmeza,
como faz o amigo,
faça do seu pranto
a leveza 
de um sonho, 
para o novo dia.

Ivone Boechat

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *