Atacante do Atlético de Madrid Falcão Garcia fala de sua fé, e conta ter ido à igreja com o brasileiro Kaká

O jogador de futebol colombiano Falcao Garcia, que atua como atacante no Atlético de Madrid, concedeu uma entrevista recentemente para a emissora de rádio espanhola “Cadena SER”, na qual deu testemunho de sua vida de fé, e contou que frequentou a igreja com o brasileiro Kaká, conhecido por ser também evangélico.
Evangélico, o jogador contou que frequenta a igreja desde a infância com sua mãe, e que começou a se envolver com o futebol aos 13 anos de idade. Garcia falou também das dificuldades que enfrentou quando se mudou para jogar na Argentina, onde viveu numa pensão com 80 jogadores.
– Aqueles anos foram muito difíceis, se acostumar a viver com tantas pessoas e não ter o seu próprio espaço, se habituar às regras e horários, mas nunca fui rebelde – relatou.
Perguntado sobre a diferença entre cristãos evangélicos e católicos, o jogador afirmou que “os evangélicos não adoram imagens e que no mais se trata de aprender mais sobre a Bíblia e colocar esses conhecimentos em prática”.
Falcao Garcia afirmou também que tudo o que alcançou foi por graça de Deus.
– Deus que me deu saúde e talento, e o que me fez chegar até aqui foi seu poder em minha vida. Tenho visto e comprovado isso por várias vezes – declarou o jogador, que afirmou ainda que nunca irá deixar de reconhecer isso.
Quando o repórter o perguntou sobre o grande sucesso que fez esse ano, o jogador se mostrou realista, e declarou que a fama é passageira e que isso não pode influenciar o que realmente é importante em sua carreira.
– Contanto que não influencie sobre o que é realmente importante, como o meu desempenho em campo, eu não mudaria nada, apreciando e compartilhando isso com as pessoas ao meu redor, porque a fama passa, e o futebol vai acabar algum dia.
Falcao disse ainda que a Bíblia é um manual nos diz como Deus gostaria que vivêssemos, e que a oração é uma forma de se comunicar com Deus. Ele completou dizendo que Jesus é uma das pessoas que mais tem influenciado sua vida.
Por Dan Martins

Fonte: Gospel+ / Jornal Gospel News

Jogador Tinga conta seu testemunho na Igreja Batista da Lagoinha

A Igreja Batista da Lagoinha recebeu o jogador Tinga, do Cruzeiro, que esteve ministrando para os presentes no culto “Enchendo a Bola”.
O armador esteve falando sobre sua conversando e sobre o que Deus tem feito em sua vida. O culto é voltado para jovens atletas, amadores ou profissionais que fazem parte do ministério Rede de Esportes da IBL.
Tinga iniciou sua carreira em 1997 e já participou de diversos times brasileiros e também no exterior. Em seu currículo consta o bicampeonato da Libertadores da América pelo Internacional (2006 e 2010), por este mesmo time ele participou de 160 partidas, marcando 20 gols.
O atleta também comemora quatro partidas com a camisa da seleção brasileira. Ainda no auge da carreira, Tinga passou a fazer parte do time do Cruzeiro, estando como armador da equipe desde maio deste ano.
Além do jogador, o culto também teve a participação especial da banda PraGod de Sabará. O culto “Enchendo a Bola” é liderado pelo pastor Roger Martins.

Fonte: Gospel Prime / Jornal Gospel News

Rivaldo agradece a Deus por período em que esteve na Angola

“Financiei a construção de uma igreja para esta nação, aonde tenho certeza que será lugar de adoração e de milagres”, escreve o jogador
O pentacampeão Rivaldo está em clima de despedida de Angola, país da costa ocidental da África.
Apesar de Campeonato Angolano Girabola 2012 em quarto lugar, o jogador diz que o ano foi positivo para sua carreira e chegou a ser escolhido como o melhor jogador estrangeiro do campeonato.
Mas o que realmente o marcou em 2012 foi a construção de uma nova igreja no país.
“Com todo o meu coração, financiei a construção de uma igreja para esta nação, aonde tenho certeza que será lugar de adoração e de milagres, muito feliz por ter deixando minha marca aqui.
Angola entrou em minha vida de uma forma muito especial, estou fazendo outros projetos, fora de campo aqui. E quero ter um vínculo com essa nação”, escreveu Rivaldo em seu blog.
Em foto com as crianças angolanas, o atleta também se despediu pelo twitter: ” Momentos especiais com as crianças hoje. Obrigado Deus, por este ano mais que especial”.
No texto publicado no blog, Rivaldo conta que está tentando um visto de residência e que também está tentando comprar uma casa lá.
“Angola foi um marco em minha vida, posso dizer que aprendi muito neste lugar e estou indo embora feliz, com uma grande bagagem na minha vida profissional e espiritual. Este propósito foi cumprido, e sei que viram muitos outros. Pois hoje tenho uma aliança com essa nação”, acrescenta.

Fonte: Guiame / Jornal Gospel News

Pedalando por Bíblias em João Pessoa (PB)

No dia 10 de novembro, a Sociedade Bíblica do Brasil (SBB) promove, em João Pessoa (PB), o passeio ciclístico Pedalando por Bíblias, iniciativa que tem o intuito de mobilizar grupos de jovens e comunidades a obter literatura bíblica para famílias carentes, já realizado em diversos países.
A largada ocorrerá às 8 horas, na Praça da Conquista, localizada no Bairro Padre Zé, e a chegada será em frente à Igreja Batista do Jardim 13 de Maio. Ao final do percurso haverá apresentações de bandas e ministração da Palavra por lideranças cristãs da cidade. O valor da inscrição é de R$ 10,00 por participante, dando direito a kit, acondicionado em sacola personalizada do evento, composto por um Novo Testamento, uma revista A Bíblia no Brasil e uma camiseta. Com o valor de cada inscrição será possível doar um exemplar do Novo Testamento a um morador de comunidades carentes de João Pessoa.
O interessado pode se inscrever nos seguintes locais:
Livraria Shalom
Avenida Getúlio Vargas, s/n – Centro – João Pessoa (PB)
Tel.: (83) 3222-4266
Livraria Gospel Mix
Avenida Josefa Taveira, 550 – Mangabeira – João Pessoa (PB)
As inscrições podem ser feitas pelo serviço de atendimento da SBB: 0800-727-8888.
Serviço Pedalando por Bíblias em João Pessoa
– Data: 10 de novembro de 2012
– Horário da largada: 8 horas – Endereço: Praça da Conquista, no Bairro Padre Zé
– Informações e inscrição pelo telefone: 0800-727-8888.

Fonte: SBB  / Jornal Gospel News

Léo Moura comanda ‘turma da fé’ no Flamengo e afasta jovens de baladas

Convertido à Igreja Batista no início deste ano, o lateral direito Léo Moura comanda a “turma da fé”, que trocou as tradicionais noitadas pelas igrejas.
Apesar da imensa preocupação de diretoria e comissão técnica com a influência dos problemas de Adriano no grupo do Flamengo, o rubro-negro tem em outro jogador motivos de sobra para ficar tranquilo fora das quatro linhas. Convertido à Igreja Batista no início deste ano, o lateral direito Léo Moura vem minimizando os tradicionais efeitos da “boleiragem” entre os jovens do elenco e comanda a “turma da fé”, que trocou as tradicionais noitadas pelas igrejas.
Open in new windowLíder natural e referência para os demais jogadores após quase sete anos de clube e mais de 400 jogos com a camisa rubro-negra, Léo comanda rodas de orações nas concentrações e tenta orientar os companheiros que acabam de chegar ao mundo do futebol profissional.
Além do lateral, os atacante Negueba e Nixon, os volantes Muralha e Luiz Antônio e o meia Mattheus e o jovem goleiro reserva César já trilham o mesmo caminho da fé.
“Estamos sempre conversando nos horários livres e eu já comentei algumas vezes nessas resenhas sobre a minha experiência com Deus, como isso tem me feito bem. Muitos que ouvem acabam se interessando e querendo participar também”, explicou Léo Moura, destacando ainda que não pressiona ninguém a participar.
“Não é nada que eu fique forçando para acontecer. Ocorre com naturalidade, talvez por eles verem em mim um exemplo positivo. A gente fica feliz quando consegue que alguém se interesse porque é um caminho bom, que ajuda a ter uma vida de paz e harmonia e evita que as pessoas façam algumas escolhas que podem acabar trazendo problemas para elas no futuro. Eles estão começando agora e precisam se afastar de muitas coisas que desvirtuam por aí nesse mundo”, explicou Léo, que em outras épocas era conhecido pelas amizades com jogadores rotulados como “baladeiros”.
Atualmente, a única balada de Léo Moura é na Igreja Batista Central da Barra da Tijuca. Quando muito, o lateral frequenta casas de shows para assistir a apresentações de Thalles Roberto, cantor gospel de sucesso e seu amigo particular.
Diante de um assunto sempre polêmico com a religião entre jogadores, o jogador faz questão de ressaltar que as escolhas não interferem no ambiente do grupo dentro de vestiários e hotéis.
“Alguns no time são evangélicos, mas outros têm religião diferente e a gente respeita isso acima de tudo. Como falei, como cristão, quando aparece uma oportunidade coerente, a gente procura falar de Deus Mas as pessoas têm livre arbítrio e direito de escolher o caminho que elas querem seguir. Somos um grupo e temos sempre que ter o bom senso de respeitar as individualidades e o espaço de cada um”, disse o capitão da equipe.
Desafio com Adriano
E apesar da facilidade em levar os mais jovens para a sua igreja, Léo Moura ainda tem um grave problema no grupo. Mesmo sendo um dos atletas mais próximos ao Imperador Adriano, o lateral ainda não conseguiu levar o atacante para seu “Império” da fé, ou simplesmente tirá-lo do caminho de baladas e problemas.
“Estamos sempre tentando ajudar o Adriano, que é um dos caras mais queridos do grupo. Ele também precisa mostrar que quer se recuperar. Vamos tentar fazer com que ele volte a ser aquele grande jogador”, disse durante a última semana, após mais um polêmica de indisciplina envolvendo o camisa 10.

Fonte: UOL / Jornal Gospel News

Pentacampeão Rivaldo inaugura igreja evangélica na Angola

O pentacampeão Rivaldo inaugurou nesta quinta-feira uma igreja em Angola, na África.
A Comunidade Evangélica Shammah foi construída com a ajuda do jogador evangélico e está nos últimos reparos. Rivaldo mostra estar bastante orgulhoso por completar esta missão.
A nossa Igreja aqui em Angola está quase pronta. A inauguração será no dia 18”, anunciou ele ao site africano Platina Line.
O terreno da igreja foi comprado pelo jogador meses antes dele assinar contrato com o time local. Desde o início ele sabia que não estava indo apenas para ser jogador, mas também para cooperar com a igreja. Rivaldo joga hoje no time de angola Kabuscorp e é artilheiro.
Aos 40 anos de idade, Rivaldo se orgulha de sua escolha. “Quero compartilhar algo com vocês. Deus já tinha preparado este meu templo. O bispo Victor é quem vai comandar a igreja”, anuncia ele.
Em entrevista ao Globo Esporte, Rivaldo falou sobre suas perspectivas no Evangelho.
“Eu estou tentando construir essa igreja porque sou membro dessa igreja, mas não sou pastor!” esclarece o jogador. Mas almeja chegar ao posto: “Quem sabe um dia, quem sabe eu consiga e seja um pastor!”
A Igreja foi construída na perifeira de Luanda, em Angola. Segundo o atleta não foi construída no centro porque precisavam construir a igreja em um lugar onde pessoas necessitam ouvir a palavra de Deus.
“Essa igreja está sendo construída num lugar simples, onde nunca ninguém ouviu falar da palavra de Deus”.
Rivaldo disse ainda sobre a necessidade de igrejas na África. “Aqui na África tem algumas igrejas, mas necessita de muito mais igrejas. Principalmente em pontos que não chegam o Evangelho”.
Retrospectiva
O simples pernambucano Rivaldo tem uma grande e respeitada trajetória no futebol. O jogador foi campeão brasileiro, espanhol, europeu e do mundo. Em 1999 foi considerado o melhor jogador do planeta quando jogava pelo Barcelona.
Hoje faz parte do time Kabuscorp, de Angola que foi fundado em 1994. No ano passado o time chegou ao vice-campeonato angolano. No campeonato desse ano Rivaldo é artilheiro com 11 gols pelo time que luta pelas primeiras posições.
Rivaldo rejeita o título de estrela. O experiente jogador evangélico chega a treinar até muito mais do que os companheiros de time.

Fonte: The Christian Post / Jornal Gospel News

Faça o teste e veja como está a sua saúde antes de iniciar atividade física

Saiba quais são os sintomas que exigem um exame no coração antes de decidir jogar futebol com os amigos ou começar a correr.
Feriado, fim de semana e muita gente que é sedentária aproveita para fazer exercícios, mas isto pode ser perigoso. Saiba quais são sintomas que exigem um exame no coração antes de você decidir jogar futebol com os amigos ou começar a correr por aí.
O coração bateu mais acelerado e o engenheiro de produção Leonardo Ribeiro de Almeida foi ao cardiologista fazer vários exames. “Acordei e simplesmente eu senti um batimento diferente no caso do meu coração”.
Pelos resultados, o médico apresentou o diagnóstico e prescreveu como Leonardo deve se exercitar. “Pode realizar as atividades competitivas como, por exemplo, o futebol ou menos a corrida. O ideal é que você trabalhe em torno de uma frequência cardíaca em torno de 162 batimentos por minuto”, diz o cardiologista Marcos Bolívar.
Exercícios físicos prescritos da mesma forma que remédios. É a orientação da Sociedade Brasileira de Cardiologia, a partir de agora. O paciente deve sair do consultório sabendo o objetivo da atividade física quantas vezes por semana ela precisa ser realizada e com qual intensidade.
A recomendação da Sociedade Brasileira de Cardiologia é fazer pelo menos 30 minutos de exercícios por dia, mas se você já sentiu dores no peito durante a atividade física, tonturas, é fumante, está com mais de dez quilos acima do peso ou tem colesterol alto, atenção: a reposta sim a dois dos sintomas e um alerta para que você faça um exame antes de começar a se exercitar. Quem tem pressão alta também deve tomar cuidado.
“O exercício físico não deve ser iniciado quando a pressão está acima de 16 por 10.5. O melhor exercício para a hipertensão e o exercício aeróbico. O exercício de musculação, numa pessoa que já tem uma pressão muito alta, pode sim elevar subitamente a pressão e trazer risco”, orienta o cardiologista.
Por isso o empresário Edison Gonçalves Sales nada e anda na bicicleta antes de fazer musculação. A pressão baixou, ele diminuiu os remédios e emagreceu cinco quilos. “Estou muito feliz com a situação com o meu metabolismo, com a minha atividade, com a minha disposição principalmente. Me renovei 10 anos”.
Teste 1 – pessoas com menos de 30 anos
Responda sim ou não para as questões abaixo:
1. Seu médico já disse que você possui um problema cardíaco e recomendou atividades físicas apenas sob supervisão médica?
2. Você tem dor no peito provocada por atividades físicas?
3. Você sentiu dor no peito no último mês?
4. Você já perdeu a consciência em alguma ocasião ou sofreu alguma queda em virtude de tontura?
5. Você tem algum problema ósseo ou articular que poderia agravar-se com a prática de atividades físicas?
6. Algum médico já lhe prescreveu medicamento para pressão arterial ou para o coração?
7. Você tem conhecimento, por informação médica ou pela própria experiência, de algum motivo que poderia impedí-lo de participar de atividades físicas sem supervisão médica?
Resultado
Caso você responda “sim” a alguma das questões, não inicie a atividade sem antes consultar um médico.
Teste 2 – pessoas com mais de 30 anos: fatores de risco para doença coronariana
Responda sim ou não para as questões abaixo:
1. Idade: homem acima de 45 anos ou mulher acima de 55 anos?
2. Colesterol – acima de 240 mg/dl ou desconhecida (não sabe)?
3. Pressão arterial – acima de 140/90 mmhg, desconhecida ou usa medicamento para a pressão?
4. Tabagismo – fuma?
5. Diabetes – tem diabetes de qualquer tipo?
6. História familiar de ataque cardíaco – pai ou irmão antes de 55 anos ou mãe ou irmã antes dos 65 anos?
7. Sedentarismo – atividade profissional sedentária e menos de 30 minutos de atividade física pelo menos três vezes por semana?
8. Obesidade – mais de 10 kg de excesso de peso?
Resultado
Duas respostas positivas ou mais são a senha para você consultar um médico antes de iniciar seus exercícios.

Fonte: Sociedade Brasileira de Cardiologia / Jornal Gospel News

Evangélico Kaká comemora gol pela seleção brasileira

Depois de dois anos longe da equipe brasileira de futebol, o jogador evangélico Kaká mostrou participação decisiva no  amistoso entre Brasil e Iraque e fez um gol no placar de 6 a 0 sobre o time adversário em Malmoe, na Suécia.
O craque de 30 anos não escondeu sua alegria em vestir o uniforme da seleção depois de dois anos afastado. “É um sentimento muito bom de voltar, de conviver com jogadores novos, que eu não conhecia, de uma nova geração do futebol brasileiro”, disse Kaká, de acordo com a agência Estado.
Kaká teve a oportunidade de conhecer Neymar, que ainda não conhecia pessoalmente. O já veterano jogador achou Neymar descontraído e gostou de seu jeito brincalhão e acreditou que sua experiência pode acrescentar ao conjunto.
“Foi muito bom encontrar o Neymar,  um garoto muito feliz, alegre e brincalhão. Ele diverte a concentração o tempo todo. É um moleque sensacional”, disse o meia, de acordo com o Diário de S. Paulo. “Encontrei um grupo jovem, bem diferente e muito promissor. Trago bastante experiência e vontade para aproveitar essa oportunidade. Posso dar um pouco da minha liderança ao grupo”, acrescentou.
Kaká, que sofreu uma série de contusões nos últimos tempo s não estava apresentando um bom futebol e  chegou a ser colocado na lista de transferência do Real Madrid na pré-temporada. Mas acabou permanecendo e agora vem apresentando visível crescimento.
Oscar e Neymar, lideres da nova geração  comemoraram a volta do jogador ao grupo e elogiaram a assitência que resultou no gol na goleada contra o time árabe.
Por Jussara Teixeira

Fonte:  Gospel+ / Jornal Gospel News

“Adriano precisa de um encontro com Deus”, afirma Zinho, ex-jogador e dirigente do Flamengo

O ex-jogador de futebol Zinho, atual dirigente esportivo do Flamengo, afirmou em entrevista que o atacante Adriano precisa de um reencontro com Deus. Zinho é membro da Igreja Batista Memorial, em Nova Iguaçu, Rio de Janeiro.
O jogador do Flamengo, que se recupera de problemas físicos acarretados de sua lesão no calcanhar, quando ainda jogava pelo Corinthians, cogitou recentemente abandonar sua carreira no futebol, devido a seus problemas familiares e psicológicos.
Recentemente, um torcedor evangélico visitou o Centro de Treinamentos Ninho do Urubu para orar por Adriano, porém foi impedido de entrar nas instalações do Flamengo.
Durante entrevista ao jornalista Jorge Kajuru, do canal Esporte Interativo, Zinho afirmou que conhece a formação religiosa da família de Adriano, e que o que o jogador precisa, enquanto ser humano, é de reconciliação com Deus: “[Ele] se afastou um pouco [de Deus]. Você tem o livre arbítrio, Ele não vai te obrigar a nada […] Agradando a Deus, ele vai fazer coisa boa”.
Zinho, que já declarou não ressaltar seu lado religioso por acreditar que sua conduta é o melhor testemunho, afirmou ainda que Adriano precisa, além de cuidar da parte espiritual, se disponibilizar para receber acompanhamento psicológico: “Ele tem que ajudar a Deus também. O principal é o encontro com Deus, segundo, ter um acompanhamento nessa parte emocional, e priorizar a família dele, as pessoas que querem o bem dele mesmo. Ficar perto dessas pessoas. A Bíblia diz que as más companhias corrompem os bons costumes”.
A respeito da condição física do jogador, Zinho afirmou que as lesões estão curadas: “Clinicamente, eu tenho aqui o médico da Seleção Brasileira, e meu departamento médico [afirma] que está curado. O tendão dele está curado”.
Confira a entrevista de Zinho ao jornalista Jorge Kajuru, do Esporte Interativo:

Por Tiago Chagas

Fonte: Gospel+ / Jornal Gospel News

AVEC apoia projeto que tira pessoas do tráfico de drogas através do esporte

A Associação Vitória em Cristo está apoiando o projeto “Lutando pela Vida” do tricampeão brasileiro de muay thai, Fábio Leão, com o objetivo de resgatar pessoas da ociosidade e tráfico de drogas, através do esporte.
O projeto, que se localiza na Vila Kennedy, em Bangu, zona oeste da cidade do Rio de Janeiro, é um dos que a igreja do Pastor Silas Malafaia apoia com seu lema e movimento de “restaurar vidas”, atuando em crianças, jovens e adultos.
“Para a Associação Vitória em Cristo, não há nada mais recompensador que ver vidas sendo restauradas, e pessoas declarando que a fonte dessa transformação é o amor de Cristo agindo por meio de homens e mulheres dispostos a serem canais de bênção onde quer que estejam”, afirmou a Associação no seu site.
Conforme publicado no Christian Post, o idealizador do projeto, Fábio Leão, é um ex-detento do presídio Muniz Sodré, em Bangu e já foi gerente de uma facção criminosa no Rio de Janeiro. Fábio era um apaioxado pelo muay thai e quando preso, o diretor do presídio, Gilson Nogueira, lhe propôs dar aulas de boxe para outros detentos, fazendo oração antes e após as aulas, em troca da redução de sua pena.
Fábio aceitou e através disso ele aceitou também a Cristo, largando as drogas e se tornando-se hoje tricampeão brasileiro de muay thai, palestrante motivacional e responsável por um projeto que beneficia 270 pessoas.
“É a minha forma de dar continuidade à oportunidade que eu tive. E não basta levar a luta aos presídios, para ressocializar os presos e dar esperanças para depois que saírem de lá. É importante prevenir, treinando crianças nas comunidades e que muitas vezes são filhos de presidiários. É uma forma de evitar que eles acabem lá dentro também”, afirmou em declaração anterior, segundo a Globo.
Apesar do belo sonho, o projeto passou por muitas dificuldades iniciais, sem ter muitas condições para realizar as aulas. Neste momento, a ajuda da AVEC foi crucial, que custeou o aluguel para o projeto por cinco anos.
“A gente treinava debaixo do sol, sem proteção para as crianças. Era uma situação bem precária. Quando uma das crianças passou mal e desmaiou por causa do calor, paramos”, relata Fábio.
“Sem a AVEC não daria para continuar. Agradeço muito pelo apoio, que é um incentivo para continuarmos lutando”.

Fonte: Guiame / Jornal Gospel News