Atleta de Cristo Daniel Dias conquista seu quarto ouro: “agradeço a Deus por esse dom”

O atleta paralímpico evangélico Daniel Dias se tronou o maior medalhista brasileiro da categoria garantindo seu quarto ouro nos Jogos Paralímpicos de Londres ao deixar para trás seu maior rival,  o chinês Junquan He. Em 34s99 ele completou a prova dos 50m costas da classe S5.

Foi a oitava vez que Dias subiu ao degrau mais alto do pódio, fazendo história como o maior atleta paralímpico do Brasil em todos os tempos.

O atleta de Cristo deixou as comemorações para depois de sábado, depois do termino dos Jogos de Londres, visando manter a concentração para as próximas provas.

“Volto a dizer: ainda não (quero pensar nisso). No momento, vou deixar para vocês (jornalistas). Mas depois vou falar disso com clareza. Ainda tenho mais três provas e estou com o foco nisso. Está dando certo. Então, vou continuar assim. No final, vamos comemorar todos juntos. Tudo foi muito rápido. Tenho que agradecer a Deus por esse dom que me deu. Estou apenas aprimorando”, falou aos jornalistas presentes.

Segundo o Globo Esporte, o brasileiro garantiu que se tornar o maior de todos os tempos nunca foi sua prioridade. “Passa pela cabeça (o recorde), mas estou aqui com o objetivo de ajudar o Brasil. Nunca vim pensando em medalhas, mas em melhorar minhas marcas. Graças a Deus, isso tem dado certo. Procuro pensar no conjunto.”

Ele diz que sua inspiração foi Clodoaldo Silva, e que hoje ele mesmo é inspiração para as novas gerações. “Esse é o ciclo da vida. É uma grande honra. O Brasil está carente disso. Fico orgulhoso de crianças sem nenhum tipo de deficiência chegarem para falar: ‘Você é um exemplo para mim’. Nunca imaginei isso na vida”, disse emocionado o atleta.

Daniel, em sua segunda edição das Paralimpíadas, ainda está distante norte-americana Trischa Zorn. Zorn alcançou 46 pódios (32 ouros) e se tornou a maior medalhista da história.

Além de deter dez recordes mundiais, Daniel conquistou 13 medalhas em Paralimpíadas e 19 títulos em Jogos Pan-Americanos e oito em Mundiais. Conquistou também o Prêmio Laureus, o “Oscar do Esporte”, em lista que conta ainda com Pelé, Ronaldo Fenômeno e Bob Burnquist.

Confira abaixo a coleção de medalhas paralímpicas de Daniel Dias:

Pequim 2008
Ouro – 200m medley SM5
Ouro – 50m costas S5
Ouro – 100m livre S5
Ouro – 200m livre S5
Prata – 50m borboleta S5
Prata – 100m peito SB5
Prata – 50m livre S5
Prata – 4 x 50m medley 20 pontos
Bronze – 4 x 50m livre 20 pontos

Londres 2012
Ouro – 100m peito SB4
Ouro – 50m livre S5
Ouro – 50m costas S5
Ouro – 200m livre

Fonte Gospel +

Luciano Costa Jornal Gospel News

O grande e indestrutivel escudo da fé

Para aqueles que tem passado por grandes tribulações, afrontas, perseguições, humilhações das mais diversas, sendo enganado, passando por uma tristeza grande e constante, aqueles que tem chorado por causa de um problema particular, acha que não existe uma solução. Existe um que te guarda com um grande escudo contra tudo isso, seu Nome é Rei dos reis, Príncipe da paz, Deus eterno, Ele é real e verdadeiro.

Muitos tem passado por diversos tipos de problemas, alguns parecem não ter solução aparente, o medo consegue cegar a mente de muitos, a doença de um parente deixa muitas vezes nossa fé um pouco abalada. Uma afronta da qual aconteceu vindo de alguém do seu convívio, doe mais do que vinda e um estranho, isso tudo causa um certo transtorno, sentimento de decepção, até mesmo uma depressão.

Não tenha medo, esse escudo e inquebrável e serve para todas as situações de aparência impossível, Ele nunca recua. Devemos colocar toda a nossa esperança nEle, toda a nossa força deve estar concentrada na esperança do seu grande amor, então, nossa alma irá descansar.

Ele conhece nossas fraquezas, fragilidades, debilidade, nosso ponto fraco, pode nos mudar para que não venhamos a magoar as pessoas que estão próximas de nós, para que nossa língua sirva de ajuda e não para magoar, e todos aqueles que estão sofrendo afronta, Ele irá nos colocar no caminho da paz, felicidade, esperança, nos dará ânimo, todo o mal que estão fazendo com você, Deus está contemplando, a ajuda sempre é certa, mas existe um item que é muito difícil obter mas que é primordial, ele se chama “esperar”. O tempo passa e ficamos ansiosos, somente a fé não é suficiente quando as coisas fogem ao nosso controle, devemos esperar com paciência: “Esperei confiantemente pelo SENHOR; ele se inclinou para mim e me ouviu quando clamei por socorro”. Salmos 40:1. Pode ter certeza, aquilo da qual pediu, Ele dará em dobro, te dará com bonus.

Você irá lembrar dos dias passados da sua angustia, e irá dizer “Senhor, valeu a pena esperar”, a paz retornará, sua alegria será continua, sua alma não ficará mais abatida. Lembrando que, Deus colocou uma tarefa na mão de cada um, essa tristeza da qual esta passando, é justamente para você não exercer essa tarefa que muito irá ajudar outras pessoas, Deus é mais forte do que todas essas pessoas que estão te machucando.

Não deixe o deus deste século cegar seu entendimento, “Porque Deus, que disse: Das trevas resplandecerá a luz, ele mesmo resplandeceu em nosso coração, para iluminação do conhecimento da glória de Deus, na face de Cristo.” II Coríntios 4:6. Quem viver com os olhos fixos no tesouro eterno, esse receberá a recompensa e o melhor de Deus, o melhor do que Ele tem para dar. Lembre-se que:

Abraão passou por muitas lutas e provações, mas veio a palavra do Senhor numa visão e disse: eu sou o teu escudo, e teu galardão será sobremodo grande.

Moisés por quarenta anos lutou, chorou e não desistiu, Esta é a bênção que Moisés recebeu: escudo que te socorre, espada que te dá alteza. Assim, os teus inimigos te serão sujeitos, e tu pisarás os seus altos.

Davi, homem valente mesmo diante das adversidades, batalhas, cansaço e perseguições, com firmeza ele disse ao seu problema naquele dia: Tu vens contra mim com espada, e com lança, e com escudo; eu, porém, vou contra ti em nome do SENHOR dos Exércitos.

Salomão se notabilizou pela sua grande sabedoria, prosperidade e riquezas abundantes, bem como um longo reinado sem guerras, mas até ele passou por dificuldades, confiando em Deus escreveu: Ele reserva a verdadeira sabedoria para os retos; é escudo para os que caminham na sinceridade.

Jeremias passou por muitos problemas, foram eles grandes, em seus labios estava o nome de Deus continuamente: Preparai o escudo e o pavês e chegai-vos para a peleja.

Paulo, esse foi preso, xingado, passou frio, fome, mas transmite a impressão de um rico transbordar de revelação divina, brotando da vida de oração de Paulo: embraçando sempre o escudo da fé, com o qual podereis apagar todos os dardos inflamados do Maligno.

Eu, com todos os meus problemas, mesmo chorando, mas o meu Deus, o meu rochedo em que me refugio; o meu escudo, a força da minha salvação, o meu baluarte e o meu refúgio. Ó Deus, da violência tu me salvas. Você também será revelado por Deus, o seu escudo também será indestrutivel.

Podemos ficar abatidos, mas destruídos nunca.

(Oscar Correia)
CT
Bibliografia
Bíblia Sagrada   – tradução João Ferreira de Almeida
Bíblia em Inglês – King James
Bíblia Espanhol  – Sagradas Escrituras (1569)
 

Fonte: www.lettersvitae.com

FILME EVENGELISTICO NO CONGRESSO CONSUMIDOR CRISTÃO

O filme Três Histórias um destino será uma das novidades do Congresso Consumidor Cristão que acontece paralelo a EXPOCRISTÃ. A sessão é exclusiva a lojistas, livreiros, pastores e formadores de opinião. O longa será exibido na sexta-feira, dia 28, às 19h30. As vagas são limitadas e as reservas eventos@ebfcomunicacoes.com.br
O filme Três Histórias, um Destino representará um marco para os evangélicos de todo o país, pois será o primeiro filme gospel a ser exibido em mais de 100 salas de cinema nas principais praças brasileiras. Gravado na Carolina do Norte (EUA) e baseado no livro escrito por R.R. Soares, Três Histórias, um Destino (Destiny Road) é uma co produção Brasil-Estados Unidos, fruto da parceira entrea Graça Filmes e a Uptone Pictures. A estreia acontecerá em novembro deste ano no Brasil. Já o lançamento nos EUA e em outros países ocorrerá em 2013.
Sinopse:
Cada um pode trilhar a própria história e ir ao encontro do seu destino. Mas, às vezes, durante esse percurso, as circunstâncias parecem nos engolir diante de um grande desafio, e acabamos nos perdendo no caminho. Frank é um dedicado líder religioso que se torna obcecado pelo poder e pela ambição desenfreada. O que falará mais alto: o lado espiritual ou a vida material? Jeremias é fruto de uma família desestruturada que aprende na “escola das ruas” a se virar sozinho. Só um milagre poderá salvá-lo de um futuro trágico. Elizabeth foi educada por uma mãe superprotetora, mas, ao conhecer seu grande amor, experimenta, pela primeira vez, a liberdade para a qual não estava preparada. Três histórias diferentes, três pessoas buscando a mesma resposta para seus dilemas: como traçar um novo rumo na vida?
Por: EBF COMUNICAÇÕES

Fonte: Jornal Gospel News

Alex Dias Ribeiro lança o livro “Mais que vencedor” na Bienal

“Vencer é tudo”, dizia Ayrton Senna. Perseguida como obsessão pelos atletas de alta performance, a vitória é um desejo de todo ser humano na busca do signicado da vida: todo mundo quer ser vitorioso, reconhecido e respeitado pelo que conquista e faz.
Para os simples mortais, a vitória não passa de um sonho que os outros realizam e nós assistimos pela TV. Só existe um lugar no degrau mais alto do pódio e ele já está ocupado pelo campeão encharcado de champanhe.
E você, que nunca esteve debaixo dos holofotes nem mereceu os aplausos da multidão? Como ser vitorioso num mundo em que só o primeiro colocado se torna célebre, mesmo sem conhecer o verdadeiro sentido da vitória ou da própria vida?
Procurando respostas, Alex Dias Ribeiro não escapou ao irresistível impulso de expor a montagem de seu quebra-cabeça na busca de sentido para sua vida, na certeza de que o encaixe de muitas de suas peças ajudará você a encontrar o lugar das suas.
Este livro fala de vitória ao alcance da sua mão, para ajudá-lo a enfrentar as tempestades da vida, ultrapassar a derrota, superar a depressão, desclassicar o medo e tornar-se “mais que vencedor” na única corrida que não se pode perder: a corrida da vida.
Fomos até a Bienal e fizemos uma entrevista com o autor e nosso parceiro, que foi diretor de Atletas de Cristo por mais de 20 anos, e nesta Olimpíada de Londres foi capelão oficial.
Confira as declarações de Alex Dias Ribeiro sobre o livro:
“Este é um livro de ALTO AJUDA, com “L”, porque “auto ajuda” com “U” é aquela ajuda que depende da sua capacidade de se ajudar, mas a alto ajuda que vem de Deus, é muito mais forte.
Eu uso a minha biografia como um veículo para conduzir os princípios bíblicos que falam sobre ser “Mais que vencedor”, que não é ideia, mas sim do Ap. Paulo. É um livro que ajuda o leitor, não por que ele trata de certos tratados de psicologia ou teologia, mas conta as minhas experiências que podem ajudar o leitor por identificação: “Como esse maluco que andava a 300km/h e se metia em tanta fria, tanta encrenca, conseguiu esse negócio de “Mais que vencedor”, talvez eu também consiga que isso funcione na minha vida também!”.
O esporte de alto rendimento, alta performance, como a fórmula 1, é uma panela de pressão, onde experiências de anos, décadas, são medidas em frações de milésimos de segundo, e eu passei por muitas delas num período muito curto de tempo.
Uma vez eu vi o Rick Warren falando que o homem mediano, de onde saiu a palavra medíocre, ele aprende com suas próprias experiências, mas o sábio aprende com as suas e as dos outros, e o burro não aprende nem com a dele nem com a dos outros.
Então eu acho que nas biografias você pode absorver muita experiência dos outros sem ter que viver tudo aquilo que ela viveu, sem ter que aprender a “reinventar a roda”. Por isso que a bíblia é tão legal de ler, porque ela tem muitas biografias de gente séria que andou com Deus.
Então pra mim, a mola propulsora de escrever é contar as coisas que Deus fez na minha vida, muitas experiências do “arco da velha”, e estou muito feliz por ter posto isso no papel, é a quarta edição desse livro e a primeira que uma editora se interessa em publicá-lo.
Estou muito feliz por essa nova fase da minha vida, que é a fase de construir o legado, e o legado você constróis investindo na vida de jovens que vão dar continuidade ao mesmo ministério que Deus começou comigo, ou deixando escrito, como o meu herói, o Apóstolo Paulo fez, ele deixou o que pra mim é o maior legado da história da humanidade, que são suas cartas, que são importantes na vida de muita gente, e eu tive essa impressão de que se eu compartilhar minha vida com outras pessoas e isso servir de incentivo e ajuda pra eles, eu cumpri a minha missão nesse mundo”.

Fonte: Atletas de Cristo / Jornal Gospel News

Sem braços nem pernas, evangelista Nick Vujicic lança livro sobre o poder da fé

‘Imparável: o incrível poder da fé em ação’ é o nome do livro de Nick Vujicic, o evangelista e palestrante que não tem braços nem pernas.
Com uma mensagem àqueles que acreditam em Deus, o livro será lançado em 2 de outubro. Em suas palavras, Nick afirma que a falta de membros não o impediu de entrar em grandes aventuras, ter uma carreira significante e relacionamentos de amor.
“Colocar a fé em ação é uma questão de acreditar e alcançar. Trata-se de ter fé em você mesmo, seus talentos, seu propósito, e, mais que do que tudo, no amor de Deus e Seu plano divino para a sua vida”, diz ele.
Compatilhar o poder da fé é o principal objetivo do autor com a publicação.
com informações do Christian Post

Fonte: Jornal Gospel News

Uma igreja saudável se desenvolve naturalmente

Existem áreas ligadas diretamente à saúde da igreja que, quando equilibradas, contribuem para o seu crescimento espiritual, qualitativo e numérico.
Para descobrir os fatores e razões que promovem ou impedem o crescimento de uma igreja, Christian Schwarz e Christoph Schalk, em conjunto com a Universidade de Würzburg, na Alemanha, realizaram uma ampla e detalhada pesquisa, que ouviu cristãos de mais de 1.000 igrejas em 32 países, nos cinco continentes. Os resultados desse trabalho, que durou cerca de 10 anos, deram origem ao livro DNI – O Desenvolvimento Natural da Igreja (NCD – Natural Church Development), publicado no Brasil pela Editora Esperança.
A análise dos dados obtidos levou Schwarz a definir oito áreas que estão diretamente ligadas à saúde espiritual e organizacional de uma igreja, independente do seu poder econômico ou número de membros. Também chamadas de “Marcas de Qualidade”, essas áreas são: Liderança capacitadora, Ministérios orientados pelos dons, Espiritualidade contagiante, Estruturas eficazes, Culto inspirador, Grupos pequenos holísticos (Células ou familiares), Evangelização orientada para as necessidades e Relacionamentos marcados pelo amor fraternal.
EQUILIBRIO – “Os resultados da pesquisa são surpreendentes, entretanto, observando-os de perto, na sua essência não são novos”, afirma o consultor nacional do DNI, pastor Walter Feckinghaus. Segundo ele, de alguma forma essas marcas de qualidade já estão presentes nas igrejas, mas precisam ser aplicadas de forma correta e equilibrada. “A pesquisa inicial e a experiência de mais de 12 anos no Brasil e em mais de 70.000 igrejas em 54 países provaram que quando essas áreas na igreja estão equilibradas em um nível elevado, a igreja, de fato, está crescendo”, comenta.
Seguindo os ensinos de Jesus, que para ilustrar o avanço do Reino de Deus usava exemplos da natureza, os princípios do DNI usados por Christian Schwarz foram baseados em seis princípios do desenvolvimento natural das plantas: Interdependência, Multiplicação, Transformação de energia, Sustentabilidade, Simbiose e Produtividade, explica Feckinghaus. “Deus colocou em todas as plantas da criação a capacidade para crescer, se desenvolver e produzir bons frutos. Da mesma maneira, acreditamos que a igreja recebeu de Deus a capacitação para crescer, se desenvolver e produzir bons frutos“, salienta.
Entretanto, Feckinghaus lembra que a aplicação das marcas é a parte humana do processo. “A questão é que nós não podemos fazer o crescimento, ele vem de Deus, assim como Paulo disse: Eu plantei, Apolo regou, mas o crescimento vem de Deus… O que nós podemos fazer é diminuir a resistência do ambiente e permitir que as forças da nova vida se desenvolvam sem serem prejudicadas”, frisa. Como na agricultura, onde o cuidado com o equilíbrio nutricional do solo e o combate a pragas, doenças e plantas invasoras são importantes para o desenvolvimento da plantação, o equilíbrio das marcas de qualidade, aliadas à ação do Espírito Santo e uma vida em obediência ao Senhor, são fundamentais para o desenvolvimento e crescimento saudável da igreja.
QUALIDADE – Feckinghaus enfatiza ainda que no DNI o foco não está voltado para a quantidade de pessoas em uma igreja, mas sim para a qualidade da comunidade, qualidade que por si é capaz de gerar quantidade. O DNI também não está interessado em técnicas de ensino que possam funcionar em determinadas situações ou em determinadas condições. Seu propósito é a formulação de princípios básicos aplicáveis para o crescimento da igreja, independentemente de cultura, tradição espiritual, denominação, modelo preferido pela igreja ou tamanho de uma igreja.
“Cada modelo de igreja só será bem sucedido na medida em que, consciente ou inconscientemente, aplicar os princípios que nós chamamos de DNI. Esse é o resultado claro da nossa pesquisa que continua a ser feita no âmbito mundial em dezenas de milhares de igrejas e comunidades eclesiásticas. Neste contexto, devemos acrescentar e esclarecer que nós não inventamos esses princípios, mas os aprendemos com as igrejas que crescem usando as mais diferentes abordagens”, diz.
O consultor destaca ainda que o DNI não pretende criar um protótipo de igreja que se torne diretivo para as demais. Ao contrário, ele tem por objetivo ajudar cada igreja a se tornar melhor dentro do seu contexto, de acordo com a sua realidade. “Não existe concorrência entre o DNI e os modelos específicos para o crescimento de igrejas. O DNI é uma filosofia, uma ferramenta de apoio, e só. O objetivo não é mudar o rumo de uma determinada igreja para fazer dela uma Igreja do DNI. Quem tenta fazer isso ainda não compreendeu a nossa proposta”.
DESCUBRAS SUAS MARCAS – Para descobrir como a igreja está nas suas oito marcas de qualidade e especialmente para saber em que área está deficitária, ou até impedinda de se desenvolver e crescer, foi desenvolvida uma pesquisa (consultoria). “Desta pesquisa obtém-se como resultado O Perfil da Igreja, que é uma ajuda fundamental para visualizar, conhecer e receber dicas para trabalhar na área mais deficitária. Por esse Perfil é possível verificar a realidade da igreja, revelada como uma fotografia“, explica Feckinghaus lembrando que esses trabalho pode ser feito em qualquer igreja, independente do seu tamanho.“O mais importante é que o DNI proporciona uma nova maneira de pensar, equilibrando os dois polos da igreja, a saber, a instituição e a espiritualização. Essa nova forma de pensar irá dinamizar e liberar o potencial tanto das Marcas de Qualidade, quanto dos princípios dados por Deus.“, finaliza.
Por: Laudo Leon
EditoraEsperança

Fonte: Jornal Gospel News

Poder da fé recupera moradores de rua

O poder de Deus é cada vez motivos de testemunhos de pessoas que depois de O aceitarem tiveram suas vidas totalmente modificadas. Prova disso é Welington Brito, que segundo o site Arca Universal, viveu nas ruas por 2 anos, até conseguir se livrar das drogas, graças ao trabalho desenvolvido pela Igreja Universal do Reino de Deus.
Em todo o mundo, a IURD realiza ações sociais em diversos setores da sociedade: hospitais, presídios, comunidades carentes, orfanatos, clínicas de recuperação, asilos, entre outros.
Recentemente, voluntários do grupo “A gente da Comunidade”, do Rio Grande do Sul, criaram um projeto de apoio aos moradores de rua, chamado “Anjos da noite”, com o objetivo de promover ações sociais no centro da capital gaúcha. O trabalho existe desde 2006 e é coordenado pelo obreiro Alex Mendes, que uma vez por semana se dirige aos pontos de concentração de moradores acompanhado de voluntários para distribuir sopas, jornais e orações a todos os necessitados.
– Esse trabalho é muito importante, pois todos os colaboradores tem se doado para alcançar pessoas que sofrem com o abandono, a solidão e a dependência química. Nós estamos fazendo nossa parte e não esperando apenas pelas ações dos órgãos públicos, explica o obreiro.
Durante a ação, muitos moradores se sentiram acolhidos e aceitaram o convite para participar de reuniões no templo da Igreja. Convite que um dia o ex-andarilho Welington Brito, de 51 anos, recebeu e desprezou. Ele conta que tinha uma família feliz, um ótimo trabalho e já havia sido convidado para participar das reuniões da Igreja Universal, mas sempre recusava. Porém, a curiosidade de conhecer o mundo das drogas fez com que ele perdesse tudo e vivesse por dois anos nas ruas.
– Eu deixava de colocar comida dentro de casa para poder comprar o crack. Diante desta situação, minha esposa e eu nos separamos e ela teve de ir morar com a mãe dela, lembra.
Embora ele estivesse longe, a esposa, Cecília Brito, de 50 anos, que já frequentava a Igreja Universal, buscava pelo marido em oração. Mas, com o passar do tempo e falta de notícias, Cecília decidiu se separar judicialmente dele.
– Ela pensava que eu havia morrido e sido enterrado como indigente, conta Brito.
Em meio à vida de vícios, o andarilho procurava abrigo em casas abandonadas e favelas, até que foi surpreendido com uma situação desesperadora: “Devido ao meu envolvimento com traficantes, passei a ser procurado pela polícia e fui jurado de morte pelos próprios colegas do tráfico que me ofereciam drogas. Sem ter a quem pedir ajuda, lembrei dos convites que recebi que me falavam de Deus e decidi ir para a casa do meu irmão, que me acolheu.”
Determinado a largar os vícios, Brito começou a frequentar a Igreja Universal, onde travou uma luta contra a própria vontade por 8 meses, até se livrar completamente do domínio do crack.
– No começo foi muito difícil, pois eu sonhava com a droga. Mas eu estava decidido a abandonar aquela vida e queria fazer uma surpresa para a minha família, diz.
Após ter superado a fase de desintoxicação, ele enviou flores à esposa, com uma foto e um cartão, explicando a transformação que Deus fez na vida dele. Hoje, 12 anos depois, aquele homem andarilho e viciado deu lugar a um empresário bem sucedido, sóbrio, que tem uma família unida e feliz.
– Voltei para casa e eu e minha esposa casamos novamente. Mesmo liberto, eu queria mais, pois sabia que o mesmo Deus que me libertara também poderia me fazer prosperar. Eu participei das campanhas de fé da Igreja e conquistei minha empresa, carro, casa própria e a paz que tanto procurava. Agradeço ao Senhor Jesus por tudo o que Ele fez e tem feito na minha vida, finaliza.

fonte: arcauniversal.com