VITÓRIA DA FRAQUEZA

vitoriaVivemos numa sociedade perversa, mas que rotula maus cidadãos. Esse fenômeno está dentro de uma normalidade previsível, porque mesmo uma sociedade inimiga de Deus necessita de um código moral e de conduta para manter o bom andamento das comunidades. Na igreja  não é diferente. São necessárias normas e regras para manter o bem estar dos fiéis, que devem ser baseadas na única regra de fé, a palavra de Deus. Bom seria se a sociedade secular adotasse o código moral do decálogo; assim teríamos menos hospitais, prisões e empregos para os aplicadores da lei. O problema surge quando a igreja começa a absorver a proposta secular de justiça. É lamentável que em alguns casos, no exercício da aplicação disciplinar, a balança da justiça pende para o lado legalista onde a compaixão, a misericórdia e a restauração são deixadas de lado, em nome do “zelo”. Há casos em que o crente pecador é rotulado e tirado de circulação e o inimigo sai vitorioso. Dessa forma, muitos abandonam a fé, sentindo a maldição de um Deus que supostamente seria ilimitado em perdoar, sendo-o de fato. Deixam de ir à igreja porque mantém algum vício, algum pecado ou mesmo não possuem roupas adequadas – tudo por vergonha, medo da rejeição, críticas ou mesmo receio de serem marginalizadas. É claro que é preciso admoestar e aplicar a disciplina, afinal, vivemos numa coletividade; mas até para isso, Jesus já deixou toda a orientação por escrito para evitar qualquer confusão ou caprichos pessoais, sendo a regra para tal, o amor e a restauração. Jesus Cristo disse: “Os sãos não necessitam de médico, e sim os doentes; eu não vim chamar os justos, mas, sim, os pecadores ao arrependimento.” Marcos 2:17  Se a igreja é um hospital, por que os bem “doentes” devem ficar fora dela, principalmente aqueles que estão em “estado terminal”? O evangelho de Cristo não se contradiz e tem o objetivo de receber e salvar o pecador. “O que vem a Mim, de maneira nenhuma o lançarei fora.” João 6:37  é o próprio Jesus Cristo afirmando. Todos erram, mas alguns erram mais não é? E para esses que erram muito, dou o meu recado de hoje.
Deus tinha um grande projeto para José, mas ele era um ser arrogante. Como resultado, sofreu humilhação e a dura vingança dos irmãos. Finalmente aprendeu a lição e ficou apto para assumir o governo egípcio e trazer a família de Israel para o Egito.
Deus tinha um grande projeto para Moisés, mas ele era um ser violento, chegando mesmo a cometer um assassinato. Sofreu um castigo de 40 anos no deserto, até que ficou manso e apto para assumir a solene missão de tirar o povo de Israel do Egito.
Paulo  executava pessoas friamente, mas caiu do cavalo e foi humilhado até aprender a lição da misericórdia e humildade. Finalmente foi escolhido como o grande apóstolo aos gentios.
Pedro era violento e genioso. Traiu o Mestre e chorou amargamente. Mas com apenas um penetrante olhar de Jesus, teve sua vida transformada. Finalmente estava apto para ser o apóstolo aos Judeus e líder da igreja primitiva.
O rei Davi era mulherengo e sanguinário; sofreu muito, mas arrependeu-se até o pó. Foi o grande rei de Israel e considerado o homem segundo o coração de Deus.
Amigo, se você tem muitos defeitos ou aquele defeito enorme e por ele sofre alguma consequência, não desanime. Aceite humildemente a repreensão de Deus; pode ser que através dela é que Deus esteja preparando-o para um grande projeto que somente você poderá realizar. Quando somos humildes diante de Deus e buscamos o Seu perdão, não há defeito que nos desqualifique para cumprirmos Seus projetos.

Por: Rubens Silva

NO FUNDO DO POÇO

depressionAlguém me disse: às vezes me sinto no fundo do poço – e a conversa tomou esse rumo… Mas o que será realmente esse fundo do poço? É justo que alguém saudável, com comida e um teto para morar sinta-se no fundo do poço? Então, o que é poço? o que significa estar no fundo dele? A postura diante de um mesmo problema pode variar dependendo da estrutura emocional ou o temperamento do sujeito que o carrega; o que é poço para um pode ser poça para outro. Na verdade, estar no fundo do poço é quando se perde o chão e permanece num profundo sentimento de fragilidade, tendo a estrutura emocional abalada por erros repetidos ou pelas vicissitudes da vida que pegam de surpresa; por ex. perda patrimonial, vícios, doença, divórcio, prisão, etc… É quando se perde o respeito e  também a dignidade; quando os amigos fogem, familiares desprezam e sente-se até o abandono de Deus. Essas perdas progressivas comprometem a autoestima e põe o indivíduo diante de um muro intransponível de descrença e ausência de solução. Como sair dessa situação é algo que envolve muita paciência e perspicácia. O  melhor a fazer com alguém que está no fundo do poço é o silêncio amigo e compreensivo ou uma ponderação razoável de quem passou por problema similar. Fuja dos argumentos simplórios e da impulsiva inconveniência. Mesmo ao falar sobre Deus é preciso usar de prudência e aguardar em silêncio pelo momento oportuno de receptividade. É preciso entender que existe uma força superior que sustenta o ser, mesmo nos momentos que este se encontra no fundo do poço. É sóbrio compreender que Deus não é apenas tema de religião entre adoradores saudáveis. Ele é uma realidade sustentável e concreta. Deus não é o responsável pelas misérias da vida, mas respeita as escolhas individuais.  Ainda assim, Deus jamais nos deixa a mercê das circunstâncias, nos abandonando na hora que mais precisamos Dele, mesmo culpados. É preciso admitir nossas fragilidades e não abandonar a Deus só porque nos encontramos vulneráveis. Minhas fraquezas não significam necessariamente que eu não ame a Deus, assim como um conflito no casamento também não significa necessariamente a ausência de amor. Essa atitude humilde e sincera diante de Deus me manterá mais próximo dEle. Não se incomode com aqueles que, sem conhecer suas lutas, se dão ao trabalho de julgar, acusar e condenar com o único objetivo de destruir em nome de um zelo equivocado; alguns o fazem apenas por cruel entretenimento. Assim é a vida. Desanimar e não aceitar os problemas da vida significa negar a própria humanidade. O Mestre do perdão disse: “No mundo tereis aflições, tende bom ânimo…”(João 16:33). 

Amigo, você está no fundo do poço não é? Pois foi do fundo do poço que José do Egito renasceu para o brilho e mudou a história de Israel. Foi do fundo de uma cova cheia de leões famintos que Daniel viu o seu anjo, e dali saiu para ser o grande porta-voz  de Deus. Interessante que Deus não impediu que esses homens passassem por essas horríveis experiências, mas foi exatamente lá do fundo que Ele manifestou-Se a eles. Saiba que mesmo se você for o culpado pela sua situação atual, algo maravilhoso poderá acontecer para tirá-lo de onde você se encontra neste exato momento, porque “Ele veio salvar o que se havia perdido”(Mat. 18:11). Ele mesmo disse: “Aquele que vem a Mim, de maneira nenhuma o lançarei fora.”(João 6:37) Pense nisso…

Por: Rubens Silva

Quando as lutas vierem contra você

1Quando estiver no deserto Deus enviará o maná, ele alimenta tanto sua alma com seu conhecimento da verdade, mesmo que a luta seja ferrenha, precisamos perseverar, se ficarmos parados de braços cruzados ou desesperados, esse problema irá se tornar em mais alguns, mas como podemos nos desvencilhar desses problemas? Somente pedindo ao Deus todo poderoso, não existe outra forma.

Quando as lutas vierem contra você, ponha os olhos no Senhor Jesus, somente dEle virá o socorro a sua angústia e falta de ânimo, com isso será vencedor e o poder de Deus será sobre sua vida. Com certeza sua casa será transformada.

Quando não lutamos para resolver os problemas, começam a surgir dúvidas em nossa mente, a revolta torna-se presente, então o inimigo começa a abordar de forma operacional, a pessoa começa ter pensamentos de dar um tempo para Deus, àquele que sempre esteve ao seu lado.

Um caminho novo é colocado em sua frente, à estrada mais segura para a perdição é aquela gradativa, com decline suave, piso macio e sem curvas acentuadas, sem sinalização, sem aviso de quilometragem, sem placas de sinalização, o caminho largo e fácil.

Esse caminho que muitas das vezes nos é oferecido com coisas lindas, fáceis e gratuitamente, para agradar nosso ego, bem estar e nossa carne, o valor que nos custa a obter tudo isso é nada. Muitas pessoas quando estão com problemas procuram a solução no adultério, na bebida e nas drogas, mas no final o problema ainda continua lá e aparecem mais outros por causa dessa atitude. Mas o Senhor quer nos fazer vencedores, isso não vai acontecer com nossas próprias forças.

Por maior que seja a luta, é notório para todos que, aqueles que ficam firmes diante das batalhas no final conseguem se desvencilhar dos problemas, adquire experiência para uma batalha maior e, além disso, consegue usar sua experiência para ajudar outros. Aqueles que não têm forças para fazer isso, o Senhor irá ajudá-lo, então deixará para trás suas limitações.

Existem algumas circunstâncias que problemas não vêm por causa dos nossos inimigos, mas sim por causa da ausência de Deus, nossa mente e sentimentos ficam desguarnecidos.

Não vivemos de esperança, nós oramos. Assim quando as lutas vierem teremos suporte para aguentar, estratégias para dissipar o mal da melhor forma possível, força nas mãos para continuar trabalhando e cuidar da família, para que possamos entender o amor e o porquê de cada luta.

A palavra servos, que se origina da palavra grega doulos, é a mesma que os apóstolos Paulo e Tiago usaram quando se referiram a si mesmos como prisioneiros de Jesus Cristo. A principal função de um servo de Cristo é divulgar o evangelho da graça de Deus. Nessa jornada nossas forças aumentam e conseguimos entender muitas coisas que são pecado, que Deus desaprova, mas o homem desobedece ao Senhor e deixa implantar coisas que sempre foram desaprovadas, enfraquecendo a vida de muitos que querem trilhar o caminho certo, você é um servo valoroso e Deus tem um cuidado especial, nada irá confundir aqueles que estão sempre de joelhos pedindo a Ele, nem problemas irão tirar sua paz.

Seu conhecimento e paixão pelas coisas de Deus, aliados à sua habilidade de comunicar-se com pessoas leigas no assunto, irá transformá-lo em inimigo número daquele que quer nos derrubar.

“porque a nossa luta não é contra o sangue e a carne, e sim contra os principados e potestades, contra os dominadores deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal, nas regiões celestes.” Efésios 6:12.

(Oscar Correia)

CT

 

CANDIDATO AO INFERNO

dinheiro2LUCAS 18:22(primeira parte)”Ouvindo-o Jesus, disse-lhe: uma coisa ainda te falta…”

Aqui está um rapaz com o perfil que toda moça bem intencionada sonharia em ter como  marido: Boa aparência, inteligente, rico, honesto, da igreja, talentoso e conhecido na comunidade pela boa reputação que possui. Mas, apesar dessas qualidades, ele foi reprovado por Jesus e classificado como candidato ao inferno. E sabe por quê? Porque  faltava-lhe apenas uma coisa. Fazia tudo certinho, mas faltava um só detalhe e por isso foi desclassificado. Quanto prejuízo causado pelo desprezo de um aparente simples detalhe, mas que custou-lhe a salvação. Conhecendo o íntimo daquele moço, Jesus foi direto ao ponto de sua fraqueza – o seu bolso. Embora fosse um jovem correto, era insensível às necessidades dos outros. Pensava apenas em si próprio, no seu conforto e em seu bem estar. No fundo,  aquele moço transgredia toda a lei, porque uma vez que o resumo da lei é o amor, ele não amava ao próximo; e como amaria a Deus, se não amava ao próximo! Na verdade, Jesus estava  levando aquele jovem a entender o que realmente ocupava o primeiro lugar na vida dele. Ele não estava disposto a exercer qualquer desprendimento.  É claro que não seremos salvos somente pelas boas obras que praticamos, mas seremos cobrados por aquilo que deixamos de fazer, podendo fazer; porque a omissão é pecado. E não adianta tentar escapar do dever de servir apenas orando pelo necessitado;  porque a oração não substitui a ação. Não adianta ser PhD em Teologia,  um eloquente orador,  assíduo frequentador das reuniões da igreja ou acumular nela cargos, e no entanto ser insensível às necessidades dos outros – seja quem for,  amigo ou não, conhecido ou não. O perfil de quem entrará no reino de Deus encontra-se exatamente em Mateus 25, ou seja, aquele que vive a prática do evangelho. É impossível viver a prática do evangelho sem desprender-se, quer seja através de dinheiro, tempo e talentos; e quando se mexe no bolso, há crente que sai  em fuga na velocidade da luz! Jesus nunca disse que o dinheiro é a raiz de todos os males, mas afirmou que o amor ao dinheiro é a raiz de todos os males. E o jovem rico transferiu todo o amor que deveria ter por Deus e pelo próximo para os seus bens materiais, status e poder. E Jesus arrematou afirmando que “ dificilmente um rico entrará no reino de Deus”(Mat. 19:23). Que declaração pesada, mas feita pelo próprio Criador. Significa que tudo o que coloco acima de Deus é idolatria – e o dinheiro pode se transformar no ídolo na minha vida.  Isso me leva a concluir que quando luto para ganhar dinheiro, além das minhas necessidades, estou lançando a minha candidatura ao inferno. Agora vai um alerta; porque  posso também idolatrar tanto o dinheiro como a falta dele. É possível que alguém gaste energia em exibir uma falsa piedade através da sua pobreza material. É possível que alguém ame mais a sua única bicicleta incrementada do que a Deus. Existem também pessoas que são tão pobres que a única coisa que possuem é dinheiro. Você e eu estamos envolvidos em um conflito cósmico entre o bem e o mal, onde o inimigo busca ardentemente a supremacia de nossa existência. E nessa luta ele apresenta seus ardis em suas diferentes faces. Sendo conhecedor de nossas fragilidades, ele personaliza suas investidas de acordo com a vulnerabilidade de cada um. Assim busca ele derrubar o cristão apresentando em forma de disfarces, articulações e manobras mentais subestimando o efeito do pecado. Dessa forma ele desvia a atenção das coisas pequeninas. A isso chamamos detalhes.

Acabamos de ver a importância da caridade, mas se a motivação para exercê-la não for um amor legítimo, ela não subirá como um cheiro suave ao trono do Eterno. Deus não Se compra nem Se deixa manipular através da falsa caridade,  reputação, posição social ou herança religiosa. Jesus chamou a isso, hipocrisia. Deus a tudo vê e conhece as verdadeiras intenções do coração. Todos nós precisamos correr atrás do sustento, mas que essa correria não se transforme numa pedra de tropeço que possa comprometer a nossa entrada  no reino de Deus. Alguém disse que “quem não vive para servir não serve para viver”.  Jesus Cristo dedicou Sua vida servindo, e no fim do Seu ministério, cingiu-Se com  uma toalha e começou a lavar os imundos pés dos discípulos. Era a divindade baixando até nós para nos ensinar a grande lição de um serviço desinteressado em prol de outrem. Deus deixou seus tesouros para usarmos com sabedoria, não somente em função de nossas necessidades, mas também do próximo – somos apenas seus despenseiros e administradores, “Porque tudo vem de ti, e do que é teu to damos.”1 Crônicas 29:14

Jesus desqualificou aquele  moço rico e “santo”  e exaltou uma moça pobre e pecadora – não porque ele fosse rico ou porque ela fosse pobre, mas porque Maria Madalena escolheu a boa parte e esse detalhe fez a grande diferença. Ela assentava-se aos pés de Jesus;  não penso que Maria ficou triste ao derramar nos pés e na cabeça de Jesus, o dinheiro que fez em um ano de trabalho – que detalhe impressionante! Amigo, não troque o céu por pequenos prazeres, ou manias. Não subestime a justiça de Deus.  O amor de Deus não e irresponsável, permissivo ou impulsivo. Deus é justo e imparcial. Que Deus seja o Primeiro, o Último, o Melhor e o Tudo de nossa vida. Que seja Ele somente a ocupar o topo de nossas prioridades.

Por: Rubens Silva

Leitura da bíblia, uma luta da luz contra as trevas

1Pelas leis da física sabemos que a escuridão não existe, na verdade é a ausência de luz, o frio também não existe, é a ausência de calor, assim é o mal, não foi fabricado, é na verdade a ausência da bondade. Coisas boas e duradouras estão sendo deixadas de lado para dar espaço a uma nova moralidade.

Em momentos de dificuldades a falência moral predomina, assim como o desespero e a falta de fé em algo para se firmar e acreditar. Não é porque não deu certo algo na vida de uma pessoa que conheça e precisa ser igual com você. O rei Davi deitava e dormia, acordava porque o Senhor lhe tinha sustentado, isso acontecia porque mantida constante contato com Deus, ou seja, a oração.

A escuridão desse mundo parece ter um interesse grande nos jovens, um número elevado deles estão morrendo diariamente das formas banais. Mas quem disse a eles que a vida tem que ser assim?

A esperança é forte e temos certeza da vitória, existe um livro que é uma bússola, um norte para orientação de todas as áreas de nossas vidas, muda sua maneira de pensar, agir, suas perspectivas e entenderá o conceito de fortaleza, um livro que nos ensina que existe um amanhã para desfrutar.

A bíblia é a boca de Deus, todas as amarras, vícios, a verdade sobre esperança, sim ela existe num mundo onde pessoas cometem adultério, se drogam e bebem até cair achando que os problemas desaparecerão e que esperança é somente uma palavra, a bíblia nos mostra algo totalmente ao contrário e que isto é totalmente possível.

Homens como Elias estão sujeitos as mesmas tentações e desejos que nós, mas homens como eles buscavam ao Senhor diariamente, por amor e pelo objetivo principal, a morada do Altíssimo, a vida eterna.

Muitas coisas acontecem em nossas vidas, situações que podem trazer o princípio da escuridão, afinal de contas, quando existe ausência da luz, a escuridão reina absoluto, mas em quem nós confiamos para ajudar? confiamos no emprego? em nossa família? ou confiamos no Deus altíssimo?

Para fazermos a luz aparecer em muitos lugares e também em nossas vidas, não podemos ser acomodados, nem esquecer da essência de um ser chamado Deus. Se sairmos do comodismo, o Senhor terá misericórdia e abençoará nossa casa.

Josafá confiava no Deus descrito nas escrituras, ficou na linha de frente da batalha e não teve medo, mas a luz da resposta veio até ele, a vitória foi grande, suas crônicas ficaram gravadas na bíblia, suas batalhas também está sendo assistido por Deus, leia a palavra sagrada, ela mostra a luz.

2 Crônicas 7:14 diz: “E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra.”

Mesmo que ninguém em sua família te honre, deixe sua luz lá, sabemos que o profeta em sua pátria não tem honra, fale a verdade, não fique no comodismo porque Deus quer te usar na terra e a luz da verdade se espalhe.

Mesmo na luta o Senhor irá te ensinar a ter alegria, Deus pega o fraco para confundir o forte, saia da caverna, ou seja, saia do comodismo.

Desperta porque é chegado a hora de Deus em sua vida, leia a bíblia, esforça-te e tenha bom ânimo.

Se Deus é contigo se levanta e vai, soldado do Rei dos reis, a paz e sabedoria te acompanham, olhe para Jesus porque você está encarregado de levar a luz onde existe somente escuridão, ou até luz para sua própria vida.

“Direi do SENHOR: Ele é o meu Deus, o meu refúgio, a minha fortaleza, e nele confiarei.” Salmos 91:2.

(Oscar Correia)
CT

ELE VIVE!

1005350_703488213001860_1100359693_nA discussão começou por bobagens. Não demorou muito e o nivel baixou para a agressão verbal; Foi um verdadeiro show! Um deles tinha uma habilidade especial – era bem criativo nos palavrões. Mas o que me chamou a atenção foi um grande crucifixo que este carregava no peito. Falei em voz baixa: e esse cidadão ainda carrega um crucifixo… O colega que estava ao meu lado ouviu o que eu disse e foi contar para ele. Dias depois, ele mandou aquele mesmo colega a perguntar-me sobre o que eu tinha contra o crucifixo. E ali tivemos a oportunidade de conversar um pouco sobre o significado da cruz. Para o mundo cristão, a morte de Jesus na cruz do calvário foi o maior e mais significativo acontecimento de todos os tempos. Mas Ele não permanenceu na cruz. Ele ressuscitou! e hoje celebramos a um Cristo VIVO, porque se Ele não tivesse ressuscitado, diz a palavra de Deus que “vã seria a nossa fé” e nossa vida hoje não teria o menor sentido. Portanto, um Cristo vivo do lado de dentro do peito, no coração, é mais eficaz do que a ostentação de um Cristo morto do lado de fora, no peito. Infelizmente, “os homens reconhecem Cristo na História, ao passo que se desviam do Cristo vivo.” Mas… você já se perguntou, por que a cruz? Por que um inocente teria que morrer no lugar do culpado? Você e eu mereceríamos morrer de fato? Quem pecou não foram Adão e Eva? Se eu herdei essa tendência para o pecado, por que eu tenho que pagar por algo que não tenho culpa de ter nascido com ele? Essas perguntas ainda incomodam a muita gente. E a questão continua… Se Deus já sabia que este mundo cairia em pecado, então por que o criou? Há alguns anos, um rapaz me chamou num canto e confidenciou-me sua triste história. Sua esposa estava grávida e após exames, foram chamados pelo médico para lhes dar uma terrível notícia: a criança nasceria com sindrome de down. Mas eles teriam duas opções: abortar ou deixar nascer a criança. Eles choraram muito mas a decisão foi instantãnea: seguiria com a gravidez e dedicariam toda a atenção e cuidado, estando mesmo dispostos a sofrer juntamente com o pobre filho, porque já AMAVAM aquela criança. Sabe amigo, algo parecido aconteceu a este planeta. Na Sua infinita sabedoria e onisciência, Deus já sabia sim que estava criando um mundo que desenvolveria a sindrome de down – Bem que ele poderia abortá-lo se o desejasse; Ainda assim, no Seu infinito amor, Ele não somente resolveu criar este mundo, mas o amou a ponto de dar Sua vida por Ele. Sim, Deus providenciou uma forma de curar a doença da humanidade mesmo antes da fundação do mundo, porque Sua vontade nunca foi de ver Sua criação doente para sempre. Não é maravilhoso isso! Você e eu poderíamos ter sido abortados, mas estamos aqui como fruto de um amor inexplicável.
Hoje, celebramos aquele maravilhoso dia em que Jesus saiu vitorioso da morte. Hoje comemoramos a aplicação da profilaxia que trouxe cura total para a nossa doença mortal. Ele não merecia morrer, mas o fez para salvar a humanidade. Que amor é esse que a eternidade jamais será suficiente para nos fazer entender! Sua tumba foi uma aparente derrota, mas que culminou numa retumbante vitória! ELE ESTÁ VIVO!!! E agora estamos a um passo da eternidade, dependendo somente da nossa escolha pessoal em aceitá-Lo. Aleluia! Cristo vive!
“Ele não está aqui, porque já ressuscitou, como havia dito. Vinde, vede o lugar onde o Senhor jazia.” Mateus 28:6

Por: Rubens Silva

QUERO MINHA LIBERDADE DE VOLTA

MUNDO.O universo é tão vasto e cheio de mistérios! Eu sou pequeno, de frágil matéria e ainda vivo tão pouco. É claro que Deus não planejou só isso pra mim!
A bem da verdade, o oxigênio e a lei da gravidade nos mantém reclusos a este planeta somente. A amplitude presencial que a eternidade proporcionará não conhecerá limites. Foi exatamente por isso que existiu a cruz do calvário – para nos libertar, não somente do pecado, mas desta prisão chamada terra. Mas o que me assombra é saber que sou a imagem do próprio Criador do universo! Rapidamente está chegando o dia de celebrarmos nossa liberdade numa dimensão jamais conhecida por mortais.

Rubens Silva

UM BEIJO PARA JESUS

beijo.....Depois do olhar, o beijo é o que mais comunica em tão curto espaço de tempo. Um beijo diz muito, sendo a maior expressão ou demonstração física de apreço entre amigos e até desconhecidos. São vários os significados e mensagens que um beijo pode trazer, sendo a mais suave de todas as massagens, chegando a fazer bem para a alma. Veja que o próprio Deus não teve vergonha de deixar registrado o beijo matrimonial nos versos do rei Salomão: “Beija-me ele com os beijos da sua boca; porque melhor é o teu amor do que o vinho.” Cânticos 1:2 – Mas também sugere o beijo fraterno através do conselho do salmista: “Beijai o Filho, para que se não ire, e pereçais no caminho, quando em breve se acender a sua ira;” Salmos 2:12 – Me lembro com saudades da única pessoa que costumava me beijar na infância, a minha avó – como era gostoso estar perto dela e receber o seu carinho. O tempo passou e com ela aprendi a beijar os meus filhos e amigos. Veja que interessante Deus dizendo também através do sábio que “Beijados serão os lábios do que responde com palavras retas.” Provérbios 24:26 – quão importante é colocar sabedoria nas palavas. E finalmente, o apóstolo orienta o beijo entre os membros da comunidade cristâ ao dizer – “Saudai-vos uns aos outros com santo ósculo.” Romanos 16:16 – Interessante que Paulo sugere quatro vezes o beijo entre os irmãos.(I Tess.5:26, II Cor.13:12, Rom. 16:16, I Cor.16:20) portanto, beijar era um costume entre os irmãos da igreja primitiva. Não sei se Jesus Cristo beijava as pessoas, talvez as criancinhas que iam até Ele, mas sei que recebeu um beijo, o beijo da traição. Hoje 13/04 comemoramos o dia do beijo e daqui a pouco a semana santa. Que a entrega do nosso coração soe como um suave e sincero beijo no rosto de Jesus, atenuando as marcas do beijo que deixamos em Suas mãos.

Por: Rubens Silva

CULPA

CULPA...Milhares de pessoas ao redor do mundo padecem pela culpa. A culpa tem sido direta ou indiretamente a grande responsável pela corrida aos consultórios psicológicos. Porém, assim como a dor e o medo, a culpa pode não ser algo ruim, porque ela precede a confissão, tão necessária para o recebimento do perdão. E o perdão, quando interiorizado, anula a culpa. Portanto, seja sensível aos insights e “clics” de sua consciência, pois é através dela que o Espírito Santo convence do erro e incomoda pela culpa. Uma consciência sensível que tem comunhão com Deus, não pode ser dominada pela culpa, porque lança mão constantemente do perdão tão carinhosamente oferecido por Ele. Mas tenha muito cuidado para não se culpar por algo fora de sua culpabilidade. Fique bem atento às constantes acusações do inimigo. A culpa vinda de Deus tem como objetivo levar o homem ao arrependimento. A culpa vinda do inimigo tem como objetivo levar o homem ao afundamento no pecado. Somente a comunhão com Deus nos leva a esse discernimento. Mas preste atenção a um detalhe: Jaco enganou a seu pai, trapaceou a seu irmão; agora esse homem encontrava-se arrasado e esmagado pelo sentimento de culpa. Mas ele já havia sido perdoado por Deus! Por favor, não incomode a Deus lembrando-O de uma ofensa que Ele já te perdoou! O perdão de Deus deve ser aceito totalmente para que a culpa seja extirpada da alma. Uma vez perdoado, não olhe jamais para trás. Não se perdoar após o perdão de Deus significa subestimar o Seu perdão. Portanto meu caro leitor, Jogue a culpa no lixo, queime o lixo e desfaça-se das cinzas. Lembre-se que o perdão de Deus lhe é suficiente.
“Eu, eu mesmo, sou o que apago as tuas transgressões por amor de mim, e dos teus pecados não me lembro.” Isaías 43:25

Por: Rubens Silva

UM INTERESSANTE ASPECTO DA SEDE DE JUSTIÇA

justica2Quando não podemos fazer mais nada a não ser apenas comentar a nossa indignação, isso não é “falar mal”; é apenas uma manifestação em forma de clamor, onde implicitamente declaramos aquela sede de justiça afirmada por Jesus Cristo. Que a verdade seja sempre dita, dentro dos padrões de provas legítimas, sempre colocando-se à disposição para envolver-se nos devidos reparos. Porém, há situações tão cristalizadas que não há o que fazer a não ser apenas gritar por socorro – esse grito pode salvar! Você pode não ter tempo para empurrar alguém que anda despercebido nos trilhos de uma linha férrea, mas pode gritar ao ver a aproximação do trem! Calar-se diante da injustiça é covardia, e a omissão é pecado. Martinho Lutero denunciou os erros de uma Instituição e revolucionou a igreja corrompida. Chega de proteger alguns mercenários que se escondem por trás de uma credencial religiosa, usando erroneamente a palavra “ungido” para garantir o silêncio dos fiéis nos seus calculados abusos. Jesus não economizou palavras para censurar os abusivos e cruéis religiosos de Seu tempo. Ele e Seus discípulos se deram “mal” nessa aberta “rebeldia” à liderança – com exceção de João, todos foram assassinados. Lutero também se deu mal. E se você ousar tal procedimento, poderá também se dar muito mal, talvez não com a própria vida, mas através de desligamentos eclesiásticos e empregatícios. Porém, vai se dar muito bem com o grande Juiz de toda terra, que a tudo vê e irá julgar a cada um de acordo com as suas obras. Nenhum mercenário ungido passará batido no dia final de acerto de contas. Porém, não permita que essa situação afete seu relacionamento com Deus, que não tem nada a ver com a estupidez humana. Graças a Deus que sempre existiram pessoas consagradas, que fazem da obra do Senhor uma missão de salvação. Tenho certeza que o leitor sensato irá compreender que o objetivo não é estimular a desobediência à liderança e sim manter a pureza dos sagrados princípios da palavra de Deus, sem violentar uma consciência dirigida pelo Espírito Santo. Finalizando, vou compartilhar um belo texto autorizado que tem me orientado no decorrer dos anos. “A maior necessidade do mundo é a de homens – homens que se não comprem nem se vendam; homens que no íntimo da alma sejam verdadeiros e honestos; homens que não temam chamar o pecado pelo seu nome exato; homens, cuja consciência seja tão fiel ao dever como a bússola o é ao pólo; homens que permaneçam firmes pelo que é reto, ainda que caiam os céus.” Ellen G. White
“FELIZES OS QUE TEM FOME E SEDE DE JUSTIÇA PORQUE ELES SERÃO FARTOS.” Jesus Cristo(Mat. 5:6)

Por: Rubens Silva