Namoro Cristão

Estamos na época do “ninguém é de ninguém”, mais do que em qualquer outra época o mundo tem desvalorizado os relacionamentos, é um tal de ficar com um(a) aqui, pegar outra(o) ali e assim o mundo vai andando nos caminhos opostos aos caminhos de Deus. Por isso resolvi fazer um breve estudo sobre o namoro para o cristão.

Em primeiro lugar deixemos bem claro que Deus não proíbe um relacionamento entre um garoto e uma garota, desde que, claro, esteja em conformidade com sua palavra, porém muitos jovens e adolescentes estão se envolvendo em relacionamentos fora da vontade e dos princípios de Deus.

-Quando é a melhor época para namorar ?

Bom, creio que não há uma idade certa, porém é importante ressaltar que não se deve haver pressa. Pra que começar um relacionamento muito cedo ? O melhor a fazer é usar sua juventude para buscar ao SENHOR e fazer a vontade dEle, assim na hora certa Deus irá mandar aquela(aquele) que Ele escolheu pra você. Devemos lembrar sempre que a melhor hora é a hora de Deus.

“Quem guardar o meu mandamento não experimentará mal algum, pois o coração sábio saberá a hora e a maneira certa de agir.”Eclesiastes 8:5

Deve considerar também se você está ou não preparado para um relacionamento, pergunte a si mesmo o por que você quer ter uma/um namorada/o,. se as respostas forem :

Porque todos(as) os(as) meus(minhas) amigos(as) namoram, e eu não quero parecer ridículo(a);
Por que eu quero beijar na boca;
Por que acho que já estou na idade, etc…
Se os motivos forem esses, ou simplesmente por que quer satisfazer seus desejos carnais, devo dizer que você ainda não está preparado(a) pra namorar.

Porém se o motivo for por querer alguém que te completa, visando uma relação firme, que agrade a Deus e pensando no casamento, aí sim você já está preparado para ter uma(um) namorada(o). Um cristão de verdade irá esperar em Deus e aguardará o momento certo.

– Como escolher a pessoa certa ?

A pessoa certa é aquela que Deus escolheu para você, é importante lembrar que não se deve escolher com quem você irá namorar baseado apenas se você acha que gosta da pessoa. O mundo tem uma frase bem conhecida que nos diz para seguir o que o nosso coração manda, mas a palavra de Deus é bem clara quando diz :

“Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso; quem o conhecerá?

Jeremias 17:9”

Certamente você vai amar de verdade aquela(e) que Deus mandar para você, o livro dos cânticos ( ou cantares de Salomão) expressa muito bem o amor entre um casal,sendo também símbolo do amor de Cristo por sua igreja.

E Isaque trouxe-a para a tenda de sua mãe Sara, e tomou a Rebeca, e foi-lhe por mulher, e amou-a. Assim Isaque foi consolado depois da morte de sua mãe.
Gênesis 24:67

Não confunda paixão com amor. Paixão é sentimento da carne e visa satisfazer os desejos do seu ego, amar é algo muito mais além, a paixão faz a pessoa querer algo para si, é um sentimento egoísta, já o amar é um sentimento totalmente altruísta, visando dar amor ao outro, sem exigir nada em troca.

Cuidado com os relacionamentos com pessoas que não são cristãs. O casamente misto é contrário a vontade de Deus :

“Não vos prendais a um jugo desigual com os infiéis; porque, que sociedade tem a justiça com a injustiça? E que comunhão tem a luz com as trevas?E que concórdia há entre Cristo e Belial? Ou que parte tem o fiel com o infiel?E que consenso tem o templo de Deus com os ídolos? Porque vós sois o templo do Deus vivente, como Deus disse: Neles habitarei, e entre eles andarei; e eu serei o seu Deus e eles serão o meu povo.

2 Coríntios 6:14-16”

Na NTLH está mais específico dizendo :

” Não se juntem com os descrentes para trabalhar com eles. Pois como é que o certo pode ter alguma coisa a ver com o errado? Como é que a luz e a escuridão podem viver juntas ? “

O texto não faz uma exata referência a relacionamentos amorosos, porém deixa bem clara que não há como haver concordância entre um crente e um descrente,em qualquer que seja a relação que os dois possam manter, Pois certamente os dois discordariam em quase todas as coisas (se não em todas), sem falar que os valores do mundo são totalmente diferente dos valores dos filhos de Deus. Além disse quando duas pessoas que tem um relacionamento tem ideias diferentes é certo que uma delas influenciará a outra, e nesse caso a chance do descrente influenciar o crente será maior, pois ele já estará dando brecha ao maligno. Um namoro com uma pessoa de religião diferente certamente trará muitos problemas e discórdias.

É imprescindível orar antes de se começar um namoro, deve-se perguntar à Deus se essa é vontade dEle, pergunte a Deus se aquela garota ou aquele garoto é a(o) que Deus escolheu para você, um relacionamento fora da vontade de Deus nunca irá dar certo, lembrando que não é só por que aconteceu que é vontade de Deus, aliás o principal motivo de casamentos problemáticos se deve ao fato da pessoa ter se precipitado e não ter buscando a vontade do Pai, que certamente teria o melhor para sua vida.

Um relacionamento conforme a vontade de Deus certamente será marcado pelo amor entre ambos, a paciência e com certeza será seguido do casamento, será caracterizado principalmente pelo temor a Deus e obediência as suas palavra.

– Qual a posição de Deus, revelada pela bíblia, a respeito de “ficar” ?

Deus deixa bem claro, em sua palavra, que Ele quer que o Cristão viva relacionamentos sérios, com compromisso, coisa que “ficar” nem de longe é. Um cristão deve ser alguém caracterizado pela sua fidelidade , não apenas com Deus, mas também, com as pessoas ao seu redor. Um jovem cristão deve ser exemplo nessas coisas :

Ninguém despreze a tua mocidade; pelo contrário, torna-te padrão dos fiéis, na palavra, no procedimento, no amor, na fé, na pureza.

(I Tm 4.12)

A palavra de Deus também nos alerta a não nos deixarmos guiar por nossos sentimentos e paixões carnais, fazer isso é abir brechas para o diabo, quando fazemos o que nossa carne quer estamos fortalecendo-a e enfraquecendo nosso espírito, nos tornando mais suscetíveis a cair em tentação. Ficar é ceder a um desejo carnal e o inimigo usará isso como arma em sua vida, e é certo que posteriormente ele usará esses relacionamentos instáveis para despertar desejos sexuais em você.

Foge também das paixões da mocidade; e segue a justiça, a fé, o amor, e a paz com os que, com um coração puro, invocam o Senhor.
2 Timóteo 2:22

Deus tem a pessoa certa para cada um de nós, e é da vontade dEle que venhamos esperar com paciência pelo momento certo, dentro da vontade dEle. Ficar é como mostrar uma independência de Deus, é negar esperar o momento de dEle, com aquela(e) que Ele tem preparado. Deus deseja que nós venhamos ter um relacionamento firme visando um futuro casamento.

Muitos podem dar a desculpa de que “ficam” por uma experiência, para encontrar a pessoa certa, mas isso é deixar de confiar em Deus e querer ser alto-suficiente em busca de um relacionamento por seus próprios esforços. Um cristão de verdade irá depositar sua confiança em Deus e vai esperar pacientemente até o momento certo em que Deus lhe entregará a bênção.

Geralmente é o desejo de cobiça que irá despertar nos jovens a vontade de “ficar”, o desejo de “ter” as(os) garotas(os) mais bonitas(os), a vontade de não parecer ridículo na frente dos amigos, e a palavra de Deus nos alerta da seguinte maneira:

Mas a prostituição, e toda a impureza ou avareza, nem ainda se nomeie entre vós, como convém a santos;
Efésios 5:3

Na NTLH está mais específico ao dizer:

“Vocês fazem parte do povo de Deus; portanto, qualquer tipo de imoralidade sexual, indecência ou cobiça não pode ser nem mesmo assunto de conversas entre vocês”

– E quanto à relações sexuais ?

Apesar do mundo ver como algo normal e muitos grupos que se dizem “cristãos” também acharem, o sexo fora do casamente é sim pecado! Há quem tente arranjar desculpas para justificar seus erros dizendo que a bíblia não fala nada a respeito e portanto não é pecado, mas isso é uma mentira que satanás colocou nas mentes deles para enganá-los e fazê-los desobedecer à Deus. o sexo é algo que Deus deixou para o casamento :

Portanto deixará o homem o seu pai e a sua mãe, e apegar-se-á à sua mulher, e serão ambos uma carne.
Gênesis 2:24

Quando o texto fala “serão ambos uma só carne” está se referindo à relação sexual, como pode então alguém ser uma só carne com várias pessoas ? Alguém pode até dizer: ” mas e se eu tiver certeza que vou em casar com aquela pessoa ? “, bom primeiramente você não conhece o futuro apenas Deus sabe o que acontecerá, você só poderá se tornar uma só carne com alguém que conhece, tem intimidade e tem uma aliança, um relacionamento firmado e sério que em hipótese alguma poderá ser quebrado ( o casamento).

O jovem cristão deve fugir da imoralidade sexual, condenada incessantemente pela bíblia. Muitas em sua ignorância acham que imoralidade sexual é apenas prostituição, enganam-se pois todo ato sexual fora do casamento ou que não seja natural é imoralidade sexual e é pecado. Além disso o sexo fora do casamento é considerado adultério, pois você está se relacionando com alguém que ainda não é seu conjugue e que pode também não ser futuramente.

-Alguns versículos que condenam a imoralidade sexual:

Porque as obras da carne são manifestas, as quais são: adultério, prostituição, impureza, lascívia,
Gálatas 5:19

Fugi da prostituição. Todo o pecado que o homem comete é fora do corpo; mas o que se prostitui peca contra o seu próprio corpo.
1 Coríntios 6:18

Mortificai, pois, os vossos membros, que estão sobre a terra: a prostituição, a impureza, o afeição desordenada, a vil concupiscência, e a avareza, que é idolatria;
Colossenses 3:5

Se por um lado a fornicação e qualquer outra imoralidade sexual é abominável aos olhos de Deus, o sexo dentro do casamento não só é abençoado por Deus como também incentivado, é a expressão do amor entre um homem é uma mulher, o ápice da intimidade entre o marido e a mulher e também é a forma de continuação da espécie humana. Na verdade Paulo enfatiza que essa união física é um dever.

O marido pague à mulher a devida benevolência, e da mesma sorte a mulher ao marido.
A mulher não tem poder sobre o seu próprio corpo, mas tem-no o marido; e também da mesma maneira o marido não tem poder sobre o seu próprio corpo, mas tem-no a mulher.
Não vos priveis um ao outro, senão por consentimento mútuo por algum tempo, para vos aplicardes ao jejum e à oração; e depois ajuntai-vos outra vez, para que Satanás não vos tente pela vossa incontinência.
1 Coríntios 7:3-5

Terminamos aqui o estudo, Lembre-se jovem você deve viver uma vida de santidade, temor e reverência, seguindo sempre os princípios contidos na palavra de Deus.

Mas, como é santo aquele que vos chamou, sede vós também santos em toda a vossa maneira de viver;
1 Pedro 1:15

Gospel + Por Paulo Henrique Felício

Luciano Costa Jornal Gospel News

SOLTEIROS, CASADOS, SEPARADOS E VIDA PÓS-DIVÓRCIO – Central Gospel lança livro de Myles Munroe

Lançado pela Central Gospel, o livro Solteiros, casados, separados e vida pós-divórcio, de Myles Munroe, aborda um assunto complexo e que costuma causar grandes feridas e traumas nas pessoas: o divórcio. Ele cria problemas de aspectos espirituais, morais, religiosos e financeiros, além de marcar a vida dos filhos e da família para sempre.
Myles Munroe afirma que o divórcio seria impossível sem o casamento: “o casamento deve preceder o divórcio, e é um requisito para ele. Portanto, qualquer estudo sobre esse tema e suas causas é importante para todas as pessoas, sejam elas solteiras, casadas, separadas ou divorciadas”.
Para instruir os que já passaram por essa experiência traumática a superá-la, bem como ensinar os solteiros a valorizarem-se como seres singulares e a prepararem-se para um casamento feliz e indissolúvel, o autor ressalta a importância do solteiro, como uma pessoa diferenciada, única e completa em Cristo antes do casamento; fala da união mística com Cristo, que ocorre no casamento; aponta as seríssimas consequências da separação e do divórcio; dá orientações bíblicas para quem já se separou e deseja casar-se de novo. Ao ler este livro, você constatará que ser solteiro não é um problema, mas não é bom estar só.
Por: Mike Martinelli
Comunicação Editora Central Gospel

Fonte: Jornal Gospel News

Segredos de Família

Muitas famílias carregam histórias de coisas maravilhosas que Deus fez em suas vidas, seja nas famílias de origem do pai e da mãe, ou na família atual. Porém algumas também carregam histórias trágicas de abusos,
violência, suicídio etc. Vejo, no segundo caso, uma tendência grande de esconder, ou simplesmente não tocar no assunto.
Salmo 78, logo nos primeiros versículos, nos ensina a não esconder as histórias familiares de nossos filhos. Alguns Pais podem pensar que não contar a seus filhos tragédias de família estarão fazendo um bem a eles, e prevenindo que a mesma coisa se repita na família.
Porém, quando uma família carrega um segredo, este segredo pode se tornar um mito familiar.
A Psicologia tem mostrado que quando um acontecimento trágico é “abafado” pela família, este acontecimento ganha força. Mesmo que os filhos não saibam do que aconteceu eles aprendem através dos relacionamentos.
Famílias que carregam segredos têm uma maneira de se relacionar que alimenta a força do mito. Um exemplo disso é que filhas de mães precoces têm uma tendência maior de ter uma gravidez indesejada, principalmente quando não se tem abertura para falar sobre isso em casa.
Hoje em dia a psicologia voltada para a terapia familiar tem auxiliado pais a falar sobre suas histórias com seus filhos. Histórias boas e ruins. Quanto mais os filhos sabem sobre seu passado, mais terão capacidade
de escolher um futuro para eles, mais livres para encontrar seus caminhos.
Salmo 78:2-7 “O que ouvimos e aprendemos, o que nos contaram nossos pais não encobriremos de nossos filhos… para que pusessem em Deus a sua confiança”.
Paulo Pimont,
Terapeuta Familiar
paulopimont@hotmail.com

Projeto Restauração: ONG acolhe dependentes químicos e oferece tratamento profissional

O Projeto Restauração -Projer foi fundado pela Igreja do Evangelho Quadrangular em Agosto de 2010, como iniciativa para suprir a necessidade de atuar na abordagem e tratamento eficaz do usuário de drogas e sua família que buscam ajuda.
O Projer segue o modelo assistencial de Comunidade Terapêutica, onde é oferecido um ambiente protegido, com equipe técnica e eticamente orientada, cujos principais instrumentos terapêuticos são a espiritualidade e a convivência entre os pares.
Com o objetivo de ajudar dependentes químicos e familiares a se tornarem pessoas livres através da mudança de seu estilo de vida e contribuir para o resgate da cidadania, buscando encontrar novas possibilidades de reabilitação física e psicológica e de reinserção social favorecendo a transformação da vida, a ONG  recebe para tratamento homens maiores de 18 anos com algum tipo de dependência química (álcool, crack, cocaína, tabaco, maconha entre outras”.
O Projer oferece acompanhamento medico, psicológico e espiritual, além de atividades esportivas e resgate da disciplina através de um programa de tratamento com normas e rotinas que são aplicadas no dia a dia da casa.
As famílias possuem momento específicos para acompanhamento do programa de tratamento. Quinzenalmente ocorrem reuniões familiares em grupo e quando necessário atendimento individual com horário marcado.
Atualmente o Projer é mantido pela IEQ Jd Vergínia e parceiros. Todos os profissionais e obreiros envolvidos são voluntários.
“Muitos resultados temos alcançado com a recuperação de jovens e adultos que conseguiram através do Projer transformar suas vidas ficando livres das drogas, resgatando a família, sendo inseridos no trabalho e vida social. Vale a pena!”, afirma Denise Becker.
Se quiser colaborar com o Projer, a ONG tem necessidade de material de construção para ampliação do banheiro dos obreiros e reformas geral da casa; Profissional voluntário de educação física; Parceiro para doação de combustível para deslocamento aos cultos;
Material de higiene e limpeza; Alimentos como óleo de soja, café, açúcar, macarrão, molho de tomate, suco e margarina. Denise explica as carências do projeto: “Muitas vezes temos necessidades pontuais, pois, atendemos usuários de drogas sem famílias onde precisamos providenciar roupas, produtos de higiene pessoal e manutenção deste no processo de tratamento”.
Para entrar em contato com o projeto, ligue 41 3677 9499 / 3086 0101 (no momento desligado, mas ficaremos apenas com esta linha fixa) e 9864 6150 (Tim), ou através do e-mail
projer@projer.org.br. Saiba mais sobre o projeto visitando o site projer.org.br.

Fonte: Gospel+ / Jornal Gospel News

OS BENEFÍCIOS DO ABRAÇO PARA A SAÚDE

VOCÊ JÁ SABE OS BENEFÍCIOS QUE O ABRAÇO FAZ PARA A NOSSA ALMA?!
Estudos têm revelado que a necessidade de ser tocado é inata no homem.O contato  nos deixa confortáveis e em paz.O Dr. Harold Voth, psiquiatra da Universidade de Kansas,disse: “o abraço é o melhor tratamento para a depressão”.
”Objetivamente, ele faz com que o sistema imunológico do organismo seja ativado. Abraçar traz nova vida para um corpo cansado e faz com que você se sinta mais jovem e mais vibrante. No lar, um abraço todos os dias reforça os relacionamentos e reduzirá significativamente os atritos.Helen Colton reforça esse pensamento “quando a pessoa é tocada a quantidade de hemoglobina no sangue aumenta significativamente. Hemoglobina é a parte do sangue que leva o suprimento vital de oxigênio para todos os órgãos do corpo, incluindo coração e cérebro.
O aumento da hemoglobina ativa todo o corpo, auxilia a prevenir doenças e acelera a recuperação do organismo, no caso de alguma enfermidade.”É interessante notar que reservamos nossos abraços para ocasiões de grande alegria, tragédias ou catástrofes. Refugiamo-nos na segurança dos abraços alheios depois de terremotos, enchentes e acidentes.
Homens, que jamais fariam isso em outras ocasiões, se abraçam e se acariciam com entusiasmado afeto depois de vencerem um jogo ou de realizarem um importante feito atlético.
Membros de uma família reunidos em um enterro encontram consolo e ternura uns nos braços dos outros,embora não tenham o hábito dessas demonstrações de afeição.
O abraço é um ato de encontro de si mesmo e do outro.
Para abraçar é necessário uma atitude aberta e um sincero desejo de receber o outro.
Por isso, é fácil abraçar uma pessoa estimada e querida.Mas se torna difícil abraçar um estranho. Sentimos dificuldades em abraçar um mendigo ou um desconhecido.E cada pessoa acaba por descobrir em sua capacidade de abraçar seu nível de humanização, seu grau de evolução afetiva.É natural no ser humano o desejo de demonstrar afeição. Contudo, por alguma razão misteriosa ligamos ternura com sentimentalidade, fraqueza e vulnerabilidade. Geralmente hesitamos tanto em abraçar quanto em deixar que nos abracem.
O abraço é uma afirmação muito humana de ser querido e ter valor. É bom. Não custa nada e exige pouco esforço.É saudável para quem dá e quem recebe. Pense nisso!
Você tem abraçado ultimamente sua mulher, seu marido, seu pai, sua mãe, seu filho?
Você costuma abraçar os seus afetos somente em datas especiais?
Quando você encontra um amigo, costuma cumprimentá-lo simplesmente com um aperto de mão e um beijo formal?
A emoção do abraço tem uma qualidade especial.Experimente abraçar mais!!!!!!
Vivemos em uma sociedade onde a grande queixa é de carência afetiva.Que tal experimentar a terapia do abraço?
Fonte: “A importância do abraço” – adaptação do texto do Prof. Jorge Luiz Brand, parapsicólogo, bacharel em psicologia e Rolando Toro Araneda   (biodança, coletânea de textos)
Por: Pr. Claudinho Santos
Conheça nosso Colunista
Confira mais artigos do nosso Colunista

Fonte: Jornal Gospel News

Filhos e Igreja

Gênesis 21:8 “E cresceu o menino e foi desmamado; então, Abraão fez um grande banquete no dia em que Isaque foi desmamado.”
Nossos filhos crescem. E a mensagem é que aproveitem os momentos, os anos de vida que seu filho ainda é pequeno, porque depois que cresce não podemos mais tomar as decisões por ele. Começa a formar a personalidade e mudar de atitudes, quando é pequeno você pode mandar no seu filho, depois ele começa a abrir os olhos e ver as coisas do mundo, escutar e ter amigos. É nessa época que você tem que criar diálogo, não brigar e mandar nele, porque se não cria uma parede entre vocês.
Aproveite a idade dele quando é pequeno, passe tempo com ele e ensine as coisas certas. Agredir um filho não adianta nada, tem hora que só resta orar. Só o poder de Deus para trazer seu filho de volta, quando saem do caminho Dele. Não desanime, ore e ore.

Fonte: www.ministeriobullon.com