Lydia Moisés conta detalhes do seu novo projeto solo – Vai Tudo bem

10415603_774692602594575_5570486940109610721_n

01 – Este é seu quinto trabalho solo. Ao conferir o resultado final, você pode classificar que o álbum “Vai Tudo Bem” é um dos seus melhores projetos até então?

R: Muito difícil responder essa pergunta. Porque na verdade todos os CDs são como filhos em nosso ministério, cada CD chega em uma fase da nossa vida que já estamos mais maduros, mas com certeza posso dizer que este trabalho está diferenciado. Todos os hinos são fortes, tem pop, pentecostal, eletrônica, rock, adoração … Estou muito feliz com o CD “Vai tudo bem” e não vejo a hora de todos poderem ouvir e cantar os hinos em suas igrejas.

02 – Você é considerada uma das mais belas vozes do cenário gospel na atualidade. Mas sabemos que um bom disco não é feito somente da qualidade vocal, mas principalmente do repertório e arranjos. Fale-nos mais a respeito desse CD e de alguns de seus pontos fortes.

R: O momento da escolha de repertório é o mais delicado, porque a música tem que primeiro falar comigo para depois eu passar a mensagem que o Espírito Santo quis dizer através do compositor. As músicas são lindas e os arranjos também. Fiz questão de participar da gravação da bateria neste CD porque eu já sabia em meu coração o que queria, assim como as letras são fortes eu queria um som mais pesado, que passasse realmente o que eu senti assim que ouvi o hino.
A música “Vai tudo bem”, que leva o título do CD, falou muito comigo. No mesmo instante eu chorei muito e já sabia que este hino também falaria com muitas pessoas. A música “Fortalezas de Adoração” é Pentecostal e o autor Tony Ricardo a fez especialmente a meu pedido. A faixa “Instrumento de Deus” é muito forte e nos lembra que toda honra pertence ao Senhor. Enfim, tudo muito lindo.

03 – Sua agenda é uma das mais intensas. Com o lançamento deste novo projeto você conseguirá reservar algumas datas para promoção ou uma turnê de divulgação? Como será o trabalho de lançamento deste novo projeto?

R: A agenda está cheia mesmo, graças a Deus, mas nos esforçaremos para fazer a turnê de divulgação em todos os estados que pudermos. Acho muito importante essa parte também no lançamento do CD.

04 – Você regravou a música “Nunca Pare de Lutar”, sucesso na voz de Ludmila Ferber. Conte-nos sobre a relação desta canção com a sua vida.

R: A música “Nunca Pare de Lutar” foi lançada pouco tempo antes de eu sofrer um acidente de carro no início de 2006. Minha irmã estava ouvindo esse hino no carro quando soube que eu tinha sofrido um sério acidente. E todo tempo que eu fiquei no hospital, durante 35 dias, nós cantávamos essa música e se tornou a “minha música”. Desde então louvo esse hino na igreja e Deus fala comigo. Quando pedi para regravar a música e a Pastora Ludmila aceitou eu chorei em agradecimento, acredito que a Pra. nem saiba o tanto que essa música me ajudou nesse período difícil que passei. Hoje todas as vezes que ouço o novo CD e chega nessa música eu me lembro do quanto Deus fez por mim me ressuscitando dentro de um carro batido.

05 – Com o lançamento do novo disco, muitos objetivos serão traçados. Ainda há muitos sonhos a se realizar? Quais suas expectativas com este novo projeto pela Sony Music?

R: Sempre sonho, sou uma sonhadora, acredito que quando paramos de sonhar perdemos a alegria da vida, e a vida é muito maravilhosa, devemos agradecer por ela todos os dias. Espero que este CD alcance muitas vidas e que traga mais fé e esperança aos que precisam ao ouvir esses hinos. Chegou a hora!!! Foi tudo preparado para Deus e para vocês com muito amor, dedicação e carinho. Muito obrigada a Sony Music por mais uma vez me ajudar a levar mais longe a palavra de Deus, vocês são maravilhosos.

Fonte: Assessoria de Imprensa Sony Music Gospel

Clipe “Confia” – fé, esperança e milagre

_MG_0104

 

Confira o videoclipe:

https://www.youtube.com/watch?v=R_6VNnh4VRI&feature=youtu.bea

Há 30 anos, desesperados, meus pais me levaram literalmente morto para o altar de uma igreja. Naquele dia, naquela hora, Deus me devolveu a vida e salvou meus pais. É por isso que, hoje, eu canto, ministro a Palavra do Senhor e adoro a Deus no mesmo altar.” Esse é o primeiro testemunho de Rafael Novarine, líder e vocalista do Ministério Unção de Deus.

A declaração de Rafael reflete exatamente o que Deus faz com aqueles que se entregam totalmente nas mãos Dele. Com o filho morto nos braços, os pais de Rafael não tinham outra alternativa senão a de colocar a criança e toda a esperança deles no altar de Deus. E o Senhor fez o milagre que eles desesperadamente buscavam.

A letra da música “Confia”, que dá nome ao CD, foi escrita em um momento em que Rafael buscava solucionar uma situação difícil e, para isso, era imprescindível confiar em Deus. O videoclipe da canção, lançado no dia 9 de setembro de 2014, pelo canal oficial da MK Music (gravadora da qual o grupo faz parte), conta, por meio de imagens, o milagre de Deus devolvendo a vida a uma criança encontrada morta no berço para o desespero dos pais. Eles a levam até o altar de uma igreja e, depois do clamor dos fiéis e do pastor, ela volta à vida. Essa criança personifica o próprio Rafael Novarine.

O videoclipe é uma junção de histórias reais que revelam o poder do Senhor e declaram que, hoje, Ele é o mesmo de ontem e o será para sempre. E esta é a missão deles, revelar o poder de Deus, levar a salvação e cura em Cristo por meio de músicas compostas sob a unção do Espírito Santo.

O grupo tem um sólido alicerce, a igreja local, cujo nome o intitula: Igreja Unção de Deus. Os integrantes convivem e são ativos na igreja, daí, o surgimento do ministério. A igreja, localizada em São João de Meriti, no Rio de Janeiro (RJ), é liderada pelo pastor Valdeci Dias.

O Unção de Deus surgiu em 2003. Em sua discografia, constam quatro CDs: “Para chamar Tua atenção” (2005), “Separados” (2008), “Estou Pronto” (2010) e o mais recente álbum, intitulado “Confia”, lançado em julho de 2014 pela MK Music.

A letra da canção foi composta em parceria com o amigo Ronald Fonseca, que também faz parte do Ministério Unção de Deus como produtor e compositor, junto com o Rafael.

Deus tinha um propósito com a composição dessa música. Toda letra diz exatamente o que eu estava vivendo quando foi composta e, com essa, não foi diferente. Eu precisava confiar em Deus para sair de uma situação muito complicada. Certo dia, fui até à casa do Ronald com a letra quase pronta, mas sem melodia, pois ele queria que eu compusesse uma música para outra pessoa. Naquela ocasião, o repertório do CD do Unção de Deus já estava pronto. Mas quando terminamos a produção, nós dois começamos a chorar tamanha a presença de Deus naquele momento. E o Ronald, que também teve participação na letra, me disse, ‘esta canção tem de fazer parte do nosso CD’. Ela entrou no repertório e intitula este nosso novo trabalho, ‘Confia’. Temos colhido inúmeros testemunhos de pessoas impactadas por meio deste louvor. Posso afirmar que vale a pena confiar e esperar em Deus. Tudo passa. Mas o Senhor não perde o controle de nada. Ele sabe de todas as coisas” – compartilha Rafael.

O clipe, gravado no dia 26 de agosto de 2014, no estacionamento do Projeto Vida Nova de Irajá, no Rio de Janeiro (RJ), teve a direção de Dayane Andrade, Diretora de Vídeo da Gravadora MK Music. A ideia de contar a história do milagre recebido pelo próprio Rafael Novarine, ainda bebê, foi de Alomara Andrade, Coordenadora de Comunicação da MK, responsável pelo roteiro do clipe.

O videoclipe já recebeu mais de 50 mil visualizações no canal Youtube da MK Music, trazendo nos comentários inúmeros testemunhos da força desta unidade de canção e letra.

A canção ‘Confia’ tem trazido fé, esperança, cura física e emocional àqueles que a ouvem. E o clipe é um modo de passar por meio de imagens o que Deus pode fazer na vida das pessoas. Essa canção é um presente de Deus para marcar vidas”, finaliza Rafael Novarine.

 

Por Ana Paula Costa
Assessoria Ministério Unção de Deus
anacostacomunicacao@gmail.com
www.facebook.com/MinUncaodeDeus
www.instagram.com/minuncaodedeus
www.twitter.com/UncaoDeus

 

DÊ O SEU MELHOR…

melhor1Eu teria um imenso prazer em convidar Jesus Cristo para entrar na minha casa e jantar comigo; mas teria muita vergonha de convidar o Dr. Puccinelli. E então fico pensando… Jesus Cristo é uma pessoa concreta ou abstrata na minha vida? Interessante que para agradar o Dr. Puccinelli, chego sempre cedo no trabalho, faço cursos de especialização, me esforço sempre fazendo o meu melhor, ficando até horas após o expediente – quem sabe eu consiga aquela tão almejada promoção! Mas quando o “chefe” é Jesus Cristo, não me importo de chegar atrasado ou até mesmo faltar no “trabalho”, de fazer coisas de última hora e de qualquer jeito. Então, devo repensar meus motivos, a ver se de fato acredito em Deus ou se essa coisa de religião é apenas uma forma de entretenimento onde tenho 0 privilégio de viver numa comunidade “legal” e ter a chance de matar minha velada sede de exibicionismo. Brincar de religião pode não me fazer perder o emprego mas pode me fazer perder a salvação – e que “promoção” perdida! Quem sabe eu vá a igreja por desencargo de consciência ou pela herança recebida dos pais. De qualquer forma, ir à igreja tem sua utilidade, mesmo porquê,  tem também um imenso valor terapêutico – ainda que não for com o objetivo de adorar a Deus e ouvir a Sua palavra. Pode até ser que, em alguma dessas reuniões, eu me renda a Ele por algum apelo do Espírito Santo diretamente ao meu coração, através de alguma mensagem que acabou me “incomodando”. Mas o meu recado de hoje não é para esses meros expectantes e sim especificamente àqueles que fazem o trabalho do Senhor exercendo papeis de liderança nos seus diversos departamentos. É sabido de todos que igreja não salva ninguém, porém não deixa de ser uma “agência” de salvação. Portanto, é grande a responsabilidade daqueles que nela atuam, entendendo que estão sendo obreiros do próprio Deus e não de homens. Na construção da arca e do tabernáculo do deserto, Noé e Moisés receberam orientações detalhadas sobre os procedimentos de construção. Os trabalhadores foram escolhidos a dedo e tudo foi feito criteriosamente conforme  a orientação dada por Deus. Nada do que foi feito se fêz “mais ou menos”. Tudo foi cuidadosamente checado para que o lider certificasse que estava exatamente dentro dos  detalhes da planta de Deus. A mesma coisa acontecia com relação às cerimônias e liturgias. Porque Deus é um Deus de ordem e reverência. Ele não exige 101%, mas não aceita 99%. E o 100%  que Ele pede é proporcional ao melhor que você e sua igreja têem a oferecer. Isso está diretamente ligado à maximização dos juros dos talentos que Deus nos confiou e cobrará no dia final de acerto de contas. Está também diretamente ligado à eficácia do trabalho de evangelismo da igreja.  Amigo, Deus não aceita nada “mais ou menos”. Ele não aceita uma adoração “mais ou menos”; não aceita ser um cristão “mais ou menos”; não aceita ser “mais ou menos” obediente; “mais ou menos” fiel; “mais ou menos” verdadeiro. Porque Ele não nos salvou “mais ou menos” e nem é “mais ou menos” Deus. Não se esforce para ser o melhor, mas faça sempre o seu melhor, porque Deus deu a você o melhor – Jesus Cristo.

Por: Rubens Silva

Monovox fala sobre seu novo álbum em entrevista

monovox_cd

Como surgiu o Monovox?

A monovox surgiu no ano de 2009, após o vocalista Leandro Costta ficar em segundo lugar no programa Astros do sbt. Após o programa foi criada a banda. Depois de tocar músicas seculares por um período, fomos tocados por Deus e, em 2011, voltamos a atender o chamado de Deus para nossas vidas e gravamos nosso primeiro disco independente – “Um novo rumo, uma nova história, uma só voz”

Que experiências vocês adquiriram em relação ao antes e o depois do Festival do Gospel Music Café? O que mudou?

Bom, amadurecemos musicalmente com o festival, além da visibilidade e credibilidade que o festival nos proporcionou. Também tivemos oportunidade de conhecer bandas de várias regiões do Brasil.

O que mais marcou vocês durante a gravação do primeiro álbum – O chamado – acompanhado pelo maestro Wesley Ros?

A entrega que tivemos para realizar esse trabalho foi marcante. A atenção e o empenho do Wesley foram fundamentais para a conclusão do trabalho.

Por diversas vezes passamos a madrugada gravando, sempre em um ambiente de irmãos. Vale lembrar que moramos no Guarujá e gravamos em Osasco.

Qual o estilo e a sonoridade do disco?

Pop rock e adoração, com influências com Jesus Culture, Livres e outros do gênero

E quanto às canções? Como foi o processo de seleção do repertório?

Optamos por regravar algumas do primeiro CD, tivemos também a honra de gravar duas do Wesley e compomos as outras. Algumas com letra e arranjo foram finalizados no momento da gravação.

Qual ou quais músicas vocês destacam neste trabalho?

Meio difícil dizer mas acho que “Eu quero te ver”, “Pela manhã”, “Sobre as águas” e “Todo os dias”.

Qual(is) canção(ões) o público tem se identificado mais? E porque essa identificação ocorre?

“Eu quero te ver”, “Pela manhã” e “O chamado”. Acho que no fundo porque falam do amor de Deus e do relacionamento que buscamos ter com Ele.

Como tem sido a relação com a Átrio Records?

Muito bom, eles tem dado o suporte necessário para nosso ministério, espero que possamos crescer juntos cada vez mais pra glória de Deus.

Vocês já tem investido em vídeo clipes? Como vocês enxergam esta ferramenta dentro do seu ministério?

Já sim. Temos um clipe da música “Sobre as águas” que as pessoas tem gostado muito e já estamos pensando em outro clipe. Achamos isso uma ótima ferramenta de evangelismo, uma vez que pessoas de todo mundo tem acesso a rede.

Como você tem tratado sua identidade visual na web e nos meios de divulgação em geral?

Olha isso é em um assunto que ainda temos que melhorar rsrs. Em breve nosso site vai estar o ar com novidades para galera !!

Quais os seus planos para essa reta final do ano de 2014?

Queremos que esse álbum alcance o maior numero de pessoas possível levando a palavra de Deus

Deixe aqui os seus contatos:
(13) 996302175 vivo
(13) 981807828 tim
Facebook: facebook.com/monovoxband
Site: www.monovoxoficial.com

Fonte: Gospelprime

Elaine Cristina fala sobre seu novo álbum em entrevista – Resposta

elaine_cristina_cd
Quem é Elaine Cristina?Elaine Cristina é cantora, empresaria, casada.Como foi seu início na música e, mais especificamente, na área de louvor e adoração?Comecei muito cedo na igreja, desde os 4 anos cantando com minha irmã Eunice. Aos 14 gravei meu primeiro trabalho, com a dupla Eunice e Elaine. Depois veio o segundo projeto – “Na paro de louvar -, e agora esse novo trabalho, intitulado “Resposta”.

O que mais marcou você durante a gravação do CD – Resposta”?

Foram tantos momentos, mas nesse processo todo tive dois casos de doença grave na minha família e lembro quando entrei para gravar a música “Deus vai me responder”. Minha sogra entrou em fase terminal de um câncer e no mesmo dia, antes de entrar no estúdio, meu pai estava entrando em uma cirurgia coronária. Fiquei muito tensa com tudo, mas o meu Deus me deu muitas respostas, foi aonde surgiu o nome do CD no meu coração.

Qual o estilo e a sonoridade do disco?

Esse disco ficou pop pentecostal, um disco pop sem perder a essência do tradicional repertório pentecostal

E quanto às canções? Como foi o processo de seleção do repertório?

Eu á sabia quem eram os compositores que tinham mais o meu estilo, então ficou bem mais fácil quando contatei com eles. me mandavam as músicas e o que eu gostava, ouvia apenas uma vez e já mexia comigo, e eu falava é essa o Espirito Santo fez a seleção comigo. Então ficou muito fácil.

Qual ou quais músicas você destaca neste trabalho?

“Deus vai me responder”. Essa musica tem se destacado muito nesse trabalho

Qual(is) canção(ões) o público tem se identificado mais? E porque essa identificação ocorre?

O publico tem escolhido três musicas que não podem faltar “Deus vai me responder”, “O grande” e “Deus e seus milagres”.

Essa identificação ocorre por conta das letras. Uma clama por resposta e todos precisam. A outra engrandece o nome de Deus o tempo todo e muita gente já deixou de fazer isso. E milagre é algo que todos os dias nós precisamos.

Como foi a produção com o maestro Wesley Ros?

Trabalhar com o maestro Wesley foi uma benção e deixei ele bem a vontade nos arranjos. Sempre me identifiquei muito com o trabalho dele e ser dirigida por ele no estudio foi muito bom. Wesley consegue passar segurança e o resultado foi muito satisfatório. Espero trabalharmos juntos em muitos projetos ainda.

Como tem sido o relacionamento com a Átrio Records?

A gravadora tem sido um canal de benção no meu ministério. Louvo a Deus por essa gravadora e o relacionamento tem sido ótimo.

Você já tem investido em vídeo clipes? Como você enxerga esta ferramenta dentro do seu ministério?

Tenho um teaser da música “Resposta” e lirics das musicas. Agora vou trabalhar em um vídeo clipe que vai ficar muito legal.

Como você tem tratado sua identidade visual na web e nos meios de divulgação em geral?

Contratei uma agência somente pra cuidar de toda a minha identidade, desde a logo até o marketing em geral. Tudo isso é muito serio, principalmente pra quem esta começando. Deve-se começar com a base correta

Quais os seus planos para o ano de 2014?

Os planos são trabalhar muito em cima desse ministério que Deus tem confiado a mim e dar inicio a um novo projeto pessoal que ainda não posso contar, mas com certeza todos vocês vão ficar sabendo. Vem muita coisa boa por ai.

Deixe aqui os seus contatos:
Telefones:(43) 33215510
Facebook: Elaine Cristina
Twitter: @elainecristina
E-mail: elaine10santos@hotmail.com

 

Entrevista AO VIVO com o casal missionário Thiago Romão & Annelisa

19b8e363-41ac-43c3-96dd-a3f34298d01aNeste sábado às 10h conversaremos AO VIVO com o casal missionário Thiago Romão & Annelisa que trabalham na base do Iris Global em Lichinga, Moçambique. Eles falarão sobre Missões e responderão as perguntas enviadas. Você não vai querer perder!

Thiago, um brasileiro que iniciou sua jornada no país africano em 2012 para servir ao próximo junto com sua esposa australiana que mora no continente há 7 anos com sua família. 

Servos Apaixonados são aqueles que decidem não viver mais suas próprias vidas ou desfrutar de sua liberdade. Ao contrário, escolhem servir e amar o seu Senhor para sempre.

Assista online click aqui

Marcelo Aguiar e Thalles lançam música juntos

Thalles e Marcelo AguiarMarcelo Aguiar, um dos principais representantes do sertanejo  gospel do Brasil, inicia o segundo semestre com grandes novidades em seu ministério. Em parceria com seu amigo Thalles Roberto, Marcelo lançou sua nova música “A Volta do Filho”.

 

” Tive a honra de ter o Thalles comigo na parceria dessa canção. Estivemos juntos em Minas Gerais e pudemos compartilhar do que Deus tem feito em nossas vidas!”, disse Marcelo sobre a composição e produção da música que também foi registrada em um vídeo clipe.

 

“Conheci o Marcelo Aguiar, e um dia senti de Deus de entregar essa música pra ele por causa de uma situação que ele tinha vivido muito parecida com a minha!” declarou Thalles nas redes sociais sobre o início da parceria.

 

O vídeo clipe foi gravado em Minas Gerais e São Paulo, e contou com a participação do Apóstolo Estevam Hernandes.

Assista

Marcelo Aguiar

 

Após uma premiada carreira na música secular e na TV, em janeiro de 2000, Marcelo Aguiar se converteu a Cristo e iniciou uma nova etapa em sua vida. Naquele mesmo ano, Marcelo foi convidado para participar do projeto Renascer Praise, onde participou das edições 07 ao 16.

 

No ano de 2001 o cantor reiniciou sua carreira como intérprete, mas desta vez cantando canções cristãs. E o CD de estréia “Eu Amo Te Amar” teve excelente repercussão nas mídias e lojas pelo país. A canção “Me Dá Poder de Filho” se tornou referência da qualidade e da carreira do artista até os dias atuais. Logo em seguida vieram o CD e DVD “Coração Adorador” gravado ao vivo em São Paulo. Em 2006, Aguiar lança “Louvores Inesquecíveis”;  em 2008 o CD “Grandes Sucessos” e em 2011 o CD “Somente Deus”, seu primeiro álbum pela gravadora Sony Music.

 

Outras informações sobre o ministério do cantor Marcelo Aguiar, estão disponíveis no site www.marceloaguiar.com.br e em sua página oficial do Facebook: facebook.com/MarceloAguiarOficial.

 

Ricardo Costa – Assessoria de Imprensa

 

EM SETEMBRO III FLIC SALÃO INTERNACIONAL GOSPEL AGITA MERCADO DE EVENTOS E IMPULSIONA O SETOR EVANGÉLICO

logo okA fé não move apenas montanhas, mas sacode mercados, muda opiniões e direciona pessoas de todos os cantos do país e do mundo a investir num setor promissor e cheio de oportunidades, para quem está disposto a entrar de sola e conhecê-lo a fundo. Aventureiros não costumam ter êxito no segmento. Quando o assunto é fé, a credibilidade vem com o tempo de atuação no setor e conhecimento do mesmo.

Uma boa oportunidade para começar a conhecer o setor é visitar a III Flic Salão Internacional Gospel, feira que representa o nicho evangélico e que é um grande polo catalisador de todo o segmento, presente em diversas mídias como Folha de São Paulo, Correio Brazilienze, Revista Caras, Revista Propaganda, DCI, SBT entre outros grandes veículos de imprensa. A III Flic Salão internacional Gospel acontece de 18 a 20 de setembro de 2014, no Centro de Exposições Imigrantes, em São Paulo. Entrada Gratuita. O evento, idealizado pelo Grupo MR1 e pela ASEC, acompanha toda a efervescência, popularidade e profissionalização de um segmento abençoado por Deus e bonito por natureza, que não conhece crise e não para de crescer. A Música Gospel brasileira, por exemplo, hoje é um sucesso! Fatura bilhões e chama a atenção de todos dispostos a mergulhar nesse mar de ritmos e cifrões, cheio de oportunidades e grandes peixes. Pesquisas recentes revelam que esse segmento promissor que cresce 14% ao ano é um dos mais rentáveis no país. Segundo dados da Associação Brasileira de Produtores de Disco (ABPD), o estilo está presente entre os 20 CDs mais vendidos no Brasil. A Música Gospel, que tinha espaço apenas dentro das igrejas no início do século XIX, hoje é executada em todos os cantos do mundo. No Brasil, espalhada em hipermercados, lojas de conveniência e lojas de discos, ela é um sucesso! E não existe exagero nos números, não. A verdade é que atualmente o mercado evangélico brasileiro movimenta cerca de R$ 15 bilhões por ano. É o segundo lugar em volume de vendas, são R$ 330 milhões em venda de instrumentos musicais, acessórios e sonorização de um total de R$ 650 milhões, mais de R$ 500 milhões em venda de CD’s e DVD´s. Na literatura, os livros também dão força ao total de 15 bilhões de reais de faturamento anual do mercado evangélico, que pode continuar crescendo este ano de 2014. Só o esse segmento gera mais de 2 milhões de empregos. São mais de 2 bilhões de venda de discos mais produções de shows. Por ano, abrem-se mais de 14.000 igrejas evangélicas no Brasil. Exemplo recente na mídia foi a construção e inauguração da réplica do Templo de Salomão, da Igreja Universal, que tem um espaço de 100 mil m². Diariamente, as igrejas recebem novos convertidos, que passam a consumir vorazmente os produtos cristãos. E a música, que é o carro-chefe deles, é o único segmento fonográfico que cresce em venda de discos no País. Além desses, outros números chamam a atenção: recente matéria publicada na Revista Veja chegou a classificar o segmento como “um mercado que não conhece dificuldade” por ser pouco afetado pela pirataria moderna e pelo compartilhamento de mp3 na Internet. O que era antes um nicho pequeno, fechado em si, com produções de baixa qualidade, passou a ser um grupo forte e com um poder econômico avassalador. Segundo o III Salão Internacional Gospel, são 600 rádios brasileiras que transmitem programação Gospel no Brasil, 157 gravadoras. Sendo que a faixa etária que concentra a maioria dos fãs do gênero é de 25 a 40 anos, onde 66% são do público feminino e 56% da Classe C. Marcelo Rebello, idealizador do Salão Gospel e também teólogo que dá palestras sobre marketing e religião, reforça: são 4.500 artistas e bandas onde são lançados no mínimo 10 CDS por mês. Ele prevê, baseado em estudos feitos pela Sepal (Servindo aos Pastores e Líderes), que em 2020 os evangélicos chegarão à marca de 109,3 milhões (52%), num total de 209,3 milhões de brasileiros, isto obviamente se a taxa de crescimento se mantiver nos patamares anteriores, sendo metade da população brasileira formada por evangélicos. Quem desejar conhecer mais sobre o setor não pode deixar de visitar o evento que sem dúvida é um dos maiores acontecimentos do ano.

Como identificar frutas de qualidade para o consumo?

 É extremamente importante escolher bem as frutas frescas para consumi-las e saber: quanto mais fresca, melhor! Sem contar que faz muito bem à nossa saúde.
O ideal é comprá-las em feiras livres, onde a qualidade é superior e aproveitar os dias de feira dos grandes mercados, já que nesses dias a variedade e qualidade das frutas tendem a ser maiores e os preços mais em conta.
Frutas – Saudável
Para levar em consideração:
– Prefira sempre as frutas da estação, pois elas estarão mais baratas e terão amadurecido sem o auxílio de produtos químicos.
– Segure a fruta delicadamente, sem furar e sem apertar. A casca deve estar firme e com a cor uniforme.
– Prefira as mais vistosas. As murchas estão menos hidratadas e perdendo nutrientes.
– Escolha frutas nem muito verdes, nem muito maduras.
– Sinta o cheiro da fruta, quanto mais agradável o aroma, mais saborosa ela estará.
– As frutas importadas normalmente recebem um tratamento químico para suportarem o transporte. Evite-as.
– Se a fruta estiver madura, conserve na geladeira para prolongar a qualidade. Se estiver verde, embrulhe em folhas de jornal para acelerar o processo de amadurecimento.
– Evite lavar a fruta se não for consumir logo. Lavada, ela se deteriora com mais rapidez.
Como escolher as frutas?
Abacate – Escolha o mais pesado, firme e de polpa macia. Aperte suavemente para verificar se está firme.
Abacaxi – Puxe uma folha do centro da sua coroa. Se ela se soltar com facilidade, está pronto para ser consumido. O cheiro deve ser doce, a casca dourada e deve estar macio à pressão dos dedos.
Banana – Se for para consumo imediato, escolha as firmes que tenham a casca bem amarela. Se não, escolha as que estiverem ligeiramente esverdeadas. Sempre escolha as bananas que estão bem presas às pencas e que estejam sem manchas escuras.
Coco verde – Para saber se está bom, bata na casca. Se o som for oco, indica que está estragado. Pra saber se tem bastante água, chacoalhe. Se ouvir o barulho da água, é porque tem pouca.
Caqui – Prefira o caqui mais firme e de cor uniforme e observe se não há rachaduras na casca.
Figo – Deve estar firme, sem bolor, partes muito moles ou amassadas.
Fruta-do-Conde – Precisa ter um tom verde-escuro acinzentado. Deve estar macia ao toque, mas não muito mole a ponto de quase se abrir.
Laranja – As mais pesadas possuem mais suco. Nesse caso, pequenas manchas marrons mostram que está bem doce e suculenta. A laranja seleta deve estar com um pedaço do galho (sinal de que foi colhida da forma certa).
Limão-galego – Deve ter casca fina e lisa. Escolha os mais pesados e que cedam levemente à pressão dos dedos.
Mamão – Evite os rachados, escuros ou machucados. Deve ser macio, mas não mole.
Manga – Deve ter cheiro doce e cor amarelo-avermelhado. Deve ser firme e macia ao toque. A casca não deve ter fissuras, picadas, batidas e nem deve estar grudenta.
Maracujá – O bom maracujá é pesado. Quando está muito leve significa que a polpa é pouca ou secou. No maracujá azedo, a casca enrugada significa que já está maduro. O maracujá doce deve ter a casca lisa e brilhante. Em ambos os casos, elas não devem apresentar manchas escuras ou rachaduras. O maracujá está bom para consumo quando cede à pressão dos dedos sem romper a casca.
Melancia – Casca firme, lustrosa, resistente e de cor verde-rajada. Bata na casca e escute o som. Estará pronta para o consumo quando emitir um som oco.
Melão – Casca firme, amarela, sem fissuras ou amolecimentos. Para saber se está pronto para o consumo, sacuda. As sementes devem estar soltas e farão barulho.
Tangerina – As melhores são as tangerinas achatadas nos polos, e com o centro um pouco solto do fruto (basta pressionar ligeiramente no topo). Sacudir a fruta também ajuda a fazer essa checagem.
Uva – As pretas e vermelho-escuras são mais saborosas. Devem ser firmes e estar bem presas ao cacho – evite as manchadas ou murchas.
Com informações de: Panela de Barros

Fonte:  Jornal Gospel News

VITÓRIA DA FRAQUEZA

vitoriaVivemos numa sociedade perversa, mas que rotula maus cidadãos. Esse fenômeno está dentro de uma normalidade previsível, porque mesmo uma sociedade inimiga de Deus necessita de um código moral e de conduta para manter o bom andamento das comunidades. Na igreja  não é diferente. São necessárias normas e regras para manter o bem estar dos fiéis, que devem ser baseadas na única regra de fé, a palavra de Deus. Bom seria se a sociedade secular adotasse o código moral do decálogo; assim teríamos menos hospitais, prisões e empregos para os aplicadores da lei. O problema surge quando a igreja começa a absorver a proposta secular de justiça. É lamentável que em alguns casos, no exercício da aplicação disciplinar, a balança da justiça pende para o lado legalista onde a compaixão, a misericórdia e a restauração são deixadas de lado, em nome do “zelo”. Há casos em que o crente pecador é rotulado e tirado de circulação e o inimigo sai vitorioso. Dessa forma, muitos abandonam a fé, sentindo a maldição de um Deus que supostamente seria ilimitado em perdoar, sendo-o de fato. Deixam de ir à igreja porque mantém algum vício, algum pecado ou mesmo não possuem roupas adequadas – tudo por vergonha, medo da rejeição, críticas ou mesmo receio de serem marginalizadas. É claro que é preciso admoestar e aplicar a disciplina, afinal, vivemos numa coletividade; mas até para isso, Jesus já deixou toda a orientação por escrito para evitar qualquer confusão ou caprichos pessoais, sendo a regra para tal, o amor e a restauração. Jesus Cristo disse: “Os sãos não necessitam de médico, e sim os doentes; eu não vim chamar os justos, mas, sim, os pecadores ao arrependimento.” Marcos 2:17  Se a igreja é um hospital, por que os bem “doentes” devem ficar fora dela, principalmente aqueles que estão em “estado terminal”? O evangelho de Cristo não se contradiz e tem o objetivo de receber e salvar o pecador. “O que vem a Mim, de maneira nenhuma o lançarei fora.” João 6:37  é o próprio Jesus Cristo afirmando. Todos erram, mas alguns erram mais não é? E para esses que erram muito, dou o meu recado de hoje.
Deus tinha um grande projeto para José, mas ele era um ser arrogante. Como resultado, sofreu humilhação e a dura vingança dos irmãos. Finalmente aprendeu a lição e ficou apto para assumir o governo egípcio e trazer a família de Israel para o Egito.
Deus tinha um grande projeto para Moisés, mas ele era um ser violento, chegando mesmo a cometer um assassinato. Sofreu um castigo de 40 anos no deserto, até que ficou manso e apto para assumir a solene missão de tirar o povo de Israel do Egito.
Paulo  executava pessoas friamente, mas caiu do cavalo e foi humilhado até aprender a lição da misericórdia e humildade. Finalmente foi escolhido como o grande apóstolo aos gentios.
Pedro era violento e genioso. Traiu o Mestre e chorou amargamente. Mas com apenas um penetrante olhar de Jesus, teve sua vida transformada. Finalmente estava apto para ser o apóstolo aos Judeus e líder da igreja primitiva.
O rei Davi era mulherengo e sanguinário; sofreu muito, mas arrependeu-se até o pó. Foi o grande rei de Israel e considerado o homem segundo o coração de Deus.
Amigo, se você tem muitos defeitos ou aquele defeito enorme e por ele sofre alguma consequência, não desanime. Aceite humildemente a repreensão de Deus; pode ser que através dela é que Deus esteja preparando-o para um grande projeto que somente você poderá realizar. Quando somos humildes diante de Deus e buscamos o Seu perdão, não há defeito que nos desqualifique para cumprirmos Seus projetos.

Por: Rubens Silva