O que é o amor

O amor humano

não sustenta união,

casamento,

amizade,

família,

o propósito o sustém;

ele cresce, evolui,

a comunhão e a fé

o mantém;

o amor se sustenta

na leveza e na seiva

da compaixão,

na gentileza admirável

da compreensão,

na sabedoria,

amiga inseparável

do perdão.

Ivone Boechat

Lugar Secreto

Depois de dar um boxe na tristeza , dor e dúvidas , o cantor Bruno Lee entra no Lugar Secreto,
Bruno Lee assinou a pouco contrato com a gravadora Central Gospel Music e já nos dá uma prévia dessa parceria de sucesso promissor, a música Lugar Secreto é título do novo álbum produzido por Wagner Carvalho no Rio de Janeiro, a canção retrata um momento de intimidade com Deus composta por Bruno em momento especial de sua vida;
Bruno Lee que já está no terceiro álbum da carreira vive uma intensa maratona de trabalho , casado e pai de duas meninas está sempre acompanhando da família nos cumprimento de agendas e nos momentos de buscar forças espiritual em sua congregação ,Igreja Evangelica Projeto Vida ;
Em Outubro esteve divulgando o novo projeto em Angola África do Sul, além de rádios , TVs e outras mídias em diversos estados brasileiros;
Bruno Lee presenteia seus fãs e amigos no dia 1° de Dezembro com o lançamento do novo álbum nas plataformas digitais , no YouTube o clip da música Lugar Secreto e o DVD Vou dar um Box produzidos pela Central Gospel Music , as fotos e filmagens foram feitas pela Line Filmes, tudo preparado com muito carinho para prestigiar o público que acompanha a trajetória do jovem cantor.
Acompanhe as notícias, agendas e toda novidade da carreira de Bruno Lee em suas redes sociais

http://brunoleeoficial.com.br

Email:brunolee@brunolee.com.br

contato@brunolee.com.br

 

Por:Gledson Vidal

  1. Assessor de Marketing

 

 

A revolução das flores


Num vale florido, o perfume envolvia as abelhas que trabalhavam, com muito entusiasmo, compondo um belo cenário com borboletas e beija-flores felizes.

Nesse paraíso, as flores estavam tristes e foram procurar as árvores mais velhas. Corria por ali a notícia que homens armados contra a Natureza estavam chegando. Convocaram a ousadia da espada de são jorge, a coragem de comigoninguémpode, os espinhos da coroadecristo e partiram determinadas.

Debaixo de uma frondosa árvore, pediram um conselho: o que fazer para convencer ao homem que gosta de destruir a vida, para que se arrependa e comece a reconstruir e a preservar… Aquela senhora árvore centenária, com mil folhas de serviços prestados, pelos muitos outonos da vida, indignada, desabafou:

– A nossa expectativa de vida pode chegar a centenas de anos de vida útil, sem esclerose, osteoporose, lordose… que tanto afligem os humanos. O maior perigo que enfrentamos é a serra elétrica, o machado, o fogo.

A rosa concordou e acrescentou:

– O maior perigo de todos é o homem sem educação.

Então as flores deram-se as mãos e decidiram propor que todo homem destruidor e vil fosse educado, desde menino, para plantar o amor-perfeito em volta as casas, das escolas, das empresas, das igrejas…Quanto mais cedo a criança aprender a amar o planeta Terra, maior é a chance de começar a prevenir e a preservar a Natureza.

Aí, animação geral! Veio o copo de leite e se ofereceu, sem contaminação, puro e fresquinho. Boca de lobo prometeu pensar melhor antes de criticar por criticar. Hortência preferiu plantar-se melhor para não ficar por aí, sem se cuidar, desbotada e feia. A dama da noite, tão sumida ultimamente, disse que a noite é uma criança e quer voltar a marcar presença, perfumando o ambiente.

A noite foi chegando e as flores se recolheram com a promessa de juntar-se aos homens não só nas horas tristes e dolorosas da coroa de rosas.  Elas querem voltar com todo o esplendor e formosura, espalhando graça e perfume na vida, mas não se negaram a espetar os seus fiéis destruidores.

Ivone Boechat

Ensinar é aprender

Ensinar não é transmitir conhecimentos. O educador não tem o vírus da sabedoria. Ele orienta a aprendizagem, ajuda formular conceitos, a despertar as potencialidades inatas dos indivíduos para que se forme um consenso em torno de verdades e eles próprios encontrem as suas opções.

A etimologia revela que o substantivo aprendizagem deriva do latim “apprehendere”, que significa apanhar, apropriar, adquirir conhecimento. O verbo aprender deriva de preensão, do latim “prehensio-onis”, que designa o ato de segurar, agarrar e apanhar, prender, fazer entrar, apossar-se de. Ensinar: palavra latina insignire, quer dizer “marcar, distinguir, assinalar”. É a mesma origem de “signo”, de “significado”.

A principal meta da educação se processa em torno da auto-realização. Logo, ela propõe a reformulação constante de diretrizes obscuras para alcance dos objetivos, comprometidos com a valorização da vida.

O professor, como agente de comunicação, transformou-se num dos mais pobres recursos e dos mais ricos. Quando se imagina dono da verdade, rei do currículo, imperador do pedaço, mendiga e se frustra. Quando se apresenta cheio de humildade, de compreensão e vontade de aprender, resplandece e brilha!

Os estudantes estão abastecidos por uma carga de informações cuja capacidade de assimilação nem comporta. O ser humano tem potência de semi-deus, com emoções de um mortal.  O avanço da era espacial em que vive tornou o homem angustiado pela consciência de sua fragilidade para absorver e superar os desafios à sua volta.

É mister que se reestruture o conceito de Escola ou se reconheça a sua derrota. Os que nela atuam não podem continuar a caminhar distantes da realidade, em marcha lenta, porque assim, estão concorrendo para o fracasso. Repetindo uma expressão muito antiga, “a Escola não sabe a força que ela tem.”

Deve-se abolir, de imediato, a cultura do supérfluo, selecionando conteúdos mais significantes e atuais. Não se pode contribuir para que o desinteresse se instale e, conseqüentemente, esvazie o espaço da aprendizagem permanente.

O educador deve se preparar para estar apto perante a onipotência da máquina e não se assustar com a sua eficiência. Estar sempre atento aos transbordamentos da ciência e não se embrutecer na resposta.

De que valem as “reformas” educacionais, se mudanças radicais não ocorrem? Elas passam, os problemas maiores continuam, gerações se substituem e, no universo de perguntas não respondidas, resultados positivos não se operam, muitas vezes.

Os enlatados culturais intoxicam como os outros, se transformam em “pacotes culturais” e saem por aí, empacotando a sensibilidade, a criatividade, que tanto contaminam a educação. Um exemplo? Entende-se barulho como música! Poesia como cafonice, família como utopia, Pátria como sucata.
Quem ama educa, educar é educar-se a cada dia, sem a pretensão de preparar para a vida. O poder de adivinhar o futuro o educador não o possui. Ele orienta, para que, em situações imprevisíveis, se processem alternativas. Educar não é ensinar, é aprender.

Ivone Boechat

Como educar netos na adversidade?

 


Quase ninguém se manifesta sobre a injustiça social que sobrecarrega os avós! E tudo é muito parecido: os filhos se casam, não perguntam a opinião dos pais na escolha do cônjuge, até porque empinam o nariz e dizem: “quem vai morar com ele sou eu”. Mas…morar onde, cada vez mais? Na casa dos pais!

E aí, quando começam a chegar os filhos dos filhos? Quem vai ter que ninar, levar à escola? Alguns pais por comodismo não se importam de ensinar uma religião, também são os avós que assumem o comando. Se o menino é educado foram os pais que souberam educar! Se, porventura, forem rebeldes? Culpa dos avós que deram “tudo”… Quando o casamento do filho que foi e voltou com as malas é equilibrado, harmônico e pacífico, fica menos penosa a tarefa de abrigar.  Se o motivo da volta for “somente” uma crise financeira, menos mal. Casa de pais, onde “come um comem dez”. Menos mal ainda, se quem voltou aceita as regras da casa! Mas…nem sempre aceita e começa a exigir e ocupar muito, mas muito ESPAÇO!

É preciso refletir sobre o peso que filhos descarregam sobre o ombro dos avós. Sei que os avós, se puderem e tiverem saúde, recursos, espaço, disponibilidade e VONTADE, ajudarão com a maior boa vontade. Caso contrário, ajudam também, com o maior sacrifício. Avós com aposentadoria minúscula e saúde precária são sacrificados com todas as armas do ABUSO.

O que fazer? Filhos devem ser educados para que haja uma grande expansão da consciência para torná-los capazes de distinguir entre o que é AJUDAR e o que é ABUSAR! Quem não gostaria de ajudar os filhos na hora da necessidade, na carência, na aflição, socorrendo? Portanto, está proposta uma reflexão sobre o assunto: educar filhos para administrar suas próprias crises, evitando transferir para seus pais as adversidades que lhe sobrevierem. Evidentemente aquelas que puderem ser evitadas. Há filhos que não respeitam os parâmetros da justiça e saem descarregando absolutamente TUDO nos ouvidos alheios e de pessoas idosas quem não podem dar a solução.

O ninho paterno estará sempre de portas abertas aos filhos. Os filhos devem se preparar cada vez melhor para administrar uma eventual situação de retorno ao antigo Lar. O respeito é o melhor caminho de volta! Vovô e vovó estão se divertindo com um programa na TV ? Ensine seu filho a ir brincar lá fora, em outro espaço, jamais chegar, meter a mão e mudar o canal. A criança educada entende. Os avós advertiram o neto? Nunca discordem em público, divergências não se discutem com plateia. Tudo pode ser resolvido, sim, com perspicácia.

Pense nisto!

Ivone Boechat

NA SEMANA DO HIP-HOP : 5º SALÃO INTERNACIONAL GOSPEL LEMBRA A IMPORTÂNCIA DA CULTURA ENTRE EVANGÉLICOS

Nesta sexta-feira (11) são comemorados 44 anos da cultura Hip-Hop. Foi em 11 de Agosto de 1973 que o DJ jamaicano Kool Herc comandou uma festa no Bronx, em Nova Iorque, que marcou o início dessa importante cultura, iniciada nos Estados Unidos e que chegou ao Brasil alguns anos depois. Mas o que é o Hip-hop? Eu diria que é toda expressão artística tipicamente urbana. Originalmente, o movimento agrupava MCs, DJs, B-Boys e Grafiteiros, mas hoje em dia engloba todos que fazem a cultura ir para frente. Na década de 80, São Paulo abraçou o Hip-Hop e é considerado indiscutivelmente o berço dessa cultura no país. Além do DJ com a música Rap, outros três elementos se destacam no Hip-Hop: o MC, o mestre de cerimônia que assume o microfone; o breaking, estilo único de dança; e o grafitti, que espalha arte pelos muros das cidades. Essa arte mostra com toda sua intensidade e beleza também no segmento evangélico, que reúne muitos Rappers Gospel, B-Boys e B-Girls de Cristo, Grafiteiros e MCs do Senhor! Como diria a música cantada pelo pioneiro do Rap Gospel, DJ Alpiste, “Louvar a Deus é muito bom com o Hip-Hop”. Acreditando na importância da cultura em todos esses anos, o 5º Salão Internacional Gospel, feira que representa os evangélicos no Brasil e que acontece esse ano de 13 a 16 de Setembro, no São Paulo Expo, vem sendo palco da difusão dessa cultura em cada edição. Esse ano tem a honra de reunir todos os elementos da cultura, mostrando o que existe de melhor dentro e fora do Hip-Hop Gospel. No dia 16 de Setembro, acontece dentro da feira o campeonato de breaking dance chamado “Super das Ruas” organizado pelo B-Boy Fernado Curcio e pela Academia Fênix Luciana Amâncio, onde na modalidade 3×3, quem participar vai disputar a vaga para representar o Brasil no “Duelo de Estilos”, no Uruguai, que está marcado para Novembro de 2017, com passagem e hospedagem pagas.

 

Serão classificadas para as fases finais da competição 8 crews convidadas e 8 crews selecionadas, 3×3. O evento tem também as batalhas de All Style, 1×1,  Kids, Power Move e Seven To Smoke, e ainda algumas performances de profissionais convidados. Além das batalhas: pocket show com o grupo Action Dance, a exposição de fotografias do fotógrafo The Sarará, Exposição de Grafite com a Mel Zabunov, Exposição de Carros Low Rider (Heresy, Itacity Crew e Intime Garage) e, por último, a Exposição de Boombox Brasil. O objetivo do evento é reunir os dançarinos de todo o país numa grande festa, levando o evangelho através da arte. O evento, que já se tornou um dos mais comentados no meio, tem diversos apoiadores, entre eles a Revista Break SP, o Portal Cultura Urbana e o Blog O Produtor. São de Fernando as palavras: “O Hip-Hop é uma ferramenta eficaz, quando usado da forma correta leva coisas boas e a mensagem chega através dos elementos. No meu caso, o breaking me resgatou de muita coisa e me levou a Cristo, tive um encontro com Deus dentro de um evento de dança e fiz um propósito com Deus de usar essa ferramenta que ele me deu junto a outras pessoas para levar o evangelho. E hoje nós temos toda a equipe do Super das Ruas, voltada na motivação de levar o evangelho. Dentro da feira, teremos também o grafiteiro Sarará e a Mel que são dois evangelistas que estão junto conosco. Em 2009, foi montado o Action Breaks que prega o evangelho através da dança e tem sido uma benção!”. Nos bastidores de eventos é a hora que evangelizamos e com isso através de Cristo salvamos vidas!

 

Além disso, em 4 dias diversos rappers vão passar pelos dois palcos 360º da feira. Destaque para DJ Alpiste, a família Santo Clã, Fex Bandollero, Max Musicamente, Mano Reco, Juízo Final, entre muitos outros.  “O Hip Hop mudou a minha a minha, mas Jesus a Salvou através do Hip Hop, Deus me mostrou a  importância da cultura Hip Hop na igreja, e com ela pude alcançar muitas vidas que falam a mesma língua que eu a ter um encontro com Deus, percebi que eu ser um MC, ou outro mano ser um DJ, outro um B.Boy ou um grafiteiro é tudo dom de Deus, e por muito tempo esse dom foi descriminado, isolado e desacreditado pela religião, mas os frutos falam por si só, e Deus preparou grandes projetos como o Salão Gospel Internacional pra mostrar essa cultura Cristã pro mundo, através de jovens, Adultos e crianças que desenvolve dentro dos 7 elementos suas músicas , suas rimas, suas danças, suas artes, seus dons, seus sonhos. e no mês de setembro o  Salão Internacional Gospel trás a excelência desse movimento de 44 anos de cultura de rua. sou grato a Deus por ter feito parte dessa história do Hip Hop, e com o apoio do Salão internacional Gospel continuará sendo escrita por muitas gerações.”explana Mano Sassá dda grande família Santo Clã

Luciana Mazza, organizadora da feira, faz coro com Sassá e complementa: “Nos sentimos honrados de virar a página da discriminação e abrir as portas para esses poetas de rua, dançarinos, mestres de cerimônia e grafiteiros, juntos podemos começar a escrever uma nova história! O Salão Gospel caminha nesse objetivo. Agradecemos a Deus pelo Hip-Hop e por tudo que ele representa dentro da grande família cristã!”.

ABREPE/Grupo MR1

mr1assessoriadeimprensa@gmail.com

013 974135841

Alô Criançada, o Bozo chegou no 5º Salão Internacional Gospel

Marcos Fiel ainda se lembra exatamente de como fazer a maquiagem do palhaço Bozo, personagem que interpretou de 1983 a 1986 no programa infantil do SBT. Apesar de na época ter um maquiador para fazer o trabalho, o ator fez questão de se maquiar e relembrar os velhos tempos . Mas nem tudo foram flores. Usuário de drogas como álcool, maconha e cocaína enquanto apresentava o programa, Marcos perdeu o emprego, se separou da mulher na época e passou a usar crack. “Foi quando cheguei ao fundo do poço”, relembra ele. História essa que relata em sua biografia, como testemunho para outras pessoas que vivem a luta de sair das drogas. Marcos prometeu divulgar sua história para tentar salvar outros viciados. “Prometi a Deus que ia contar minha história para que pudesse ser um testemunho vivo da palavra dele. Meu objetivo é levar isso adiante. Tenho de salvar muitas almas. A gente só salva um viciado se passou por aquilo também”, opina ele. “Só quem passa por essas experiências para sentir essa energia, esse direcionamento, esse sentimento de que Deus está contigo. É uma ligação muito forte!”. Esse ano, Marcos Fiel além do livro que conta sua vida, traz o personagem Bozo para o 5º Salão Internacional Gospel, no São Paulo Expo (Metrô Jabaquara). Quem desejar conhecer ou relembrar os velhos tempos do Programa do Bozo não pode perder essa oportunidade, no dia 13 e 14 de Setembro! Entrada Gratuita!

SALÃO INTERNACIONAL GOSPEL CONTINUA VALORIZANDO CANTORES INDEPENDENTES E MOSTRA AS VANTAGENS DE NÃO DEPENDER DE GRAVADORAS

O  5ºSalão internacional Gospel é a feira cristã oficial e de maior visibilidade na grande imprensa, representa os evangélicos no Brasil e acontece de 13 a 16 de Setembro, no maior e mais moderno centro de exposições da América Latina, São Paulo Expo. A cada ano, gratuitamente abre as portas e recebe com muito prazer todos os cantores independentes e de gravadoras de todo o Brasil, disponibilizando o que tem de melhor para que esses adoradores possam mostrar o trabalho e tenham diversas oportunidades de negócios, que começam dentro da feira e se estendem, durando por todo ano. Pioneira, como sempre, esse ano a Feira apresenta o seminário “EU ESCOLHO SER INDEPENDENTE”. A ideia é abrir os olhos dos músicos e cantores para uma nova realidade, bem diferente do que acontecia, por exemplo, há 10 anos, quando com investimento próprio era possível apenas gravar uma demo para enviar para selos e gravadoras e pedir aos auto-intitulados semideuses escutarem com carinho o trabalho que durante anos terminavam esquecidos numa gaveta ou na lata de lixo.

Hoje em dia gravar um CD de qualidade é muito mais fácil do que no passado. Ter uma carreira sólida, de sucesso e viver da música se torna possível quando existe um bom planejamento e estrutura de trabalho, com uma visão empreendedora, que é essencial para quem quer se adaptar ao mundo sem gravadoras. Antigamente, as gravadoras se diziam responsáveis por criar campanhas de marketing, divulgar bandas e artistas, e fazer todos os contatos necessários para shows e distribuição das músicas. Hoje em dia, tudo isso e muito mais pode ser feito pela própria pessoa ou por uma equipe enxuta, através de iniciativas visionárias e empreendedoras que dão muito resultado e liberta grandes talentos dos contratos quase sempre unilaterais e predatórios. Com a transição do mercado físico para o digital, a figura da gravadora começa a perder o sentido e é imperativo que os músicos, cantores, produtores e gestores de carreira se preparem e se enquadrem o quanto antes a esta nova realidade, que proporciona oportunidades em um mercado cada vez mais dinâmico e veloz, onde os hits têm menor prazo de validade e o alcance das obras musicais é bem mais abrangente e menos oneroso para o artista que detiver este conhecimento.

Pensando em artistas que não querem mais ser apenas artistas esquecidos num catálogo, mas querem participar de todas as decisões, sendo donos de suas escolhas, agendas, repertórios, nomes, marcas e, principalmente, da própria carreira, o 5º Salão Internacional Gospel realiza em SETEMBRO, no dia 15, durante a feira, o seminário “Eu escolho ser independente”, mostrando todo caminho que deve ser percorrido por quem optou em caminhar por conta própria, dependendo de Deus. O Seminário é gratuito, mas as vagas são limitadas. Interessados   devem entrar em contato através do e-mail mr1assessoriadeimprensa@gmail.com

4º ENCONTRO DE EMPREENDEDORES EVANGÉLICOS DA ABREPE NO RIO DE JANEIRO É UM SUCESSO

Aconteceu nessa terça-feira (11),  no Rio de Janeiro,  o 4º Encontro de Empreendedores Evangélicos realizado pela Associação Brasileira de Empresas e Profissionais Evangélicos (ABREPE) em parceria com Pinnacle, Video Web Center e IATEC. Os temas abordados foram “”Usando o Live Streaming na Evangelização” ,  “Sonorização para Igrejas”  e,” Empreendedor ou Pachola?” O encontro foi prestigiado por empresários, jornalistas, cantores, divulgadores, pastores e lideranças . Um grande destaque da noite que abrilhantou ainda mais o evento foi a apresentação da Banda Som da Paz. O evento gratuito marca  a chegada da ABREPE  também no Rio de Janeiro. O objetivo da Associação tem sido investir e qualificar o setor evangélico!

SETEMBRO É O MÊS DE FEIRA EVANGÉLICA DO BRASIL

Setembro é o mês de feira evangélica no Brasil. Quando todos os cristãos se programam para o grande encontro da família cristã, no 5º Salão Internacional Gospel, que faz parte do Calendário Oficial do Estado de São Paulo. Quando o assunto é fé, hábitos e costumes, a credibilidade vem com o tempo de atuação e relacionamento. É preciso caminhar junto com quem já tem estrada e conhece bem as coisas de Deus. Uma boa oportunidade para se aproximar desse setor com segurança é visitar o 5° Salão Internacional Gospel, feira anual e interdenominacional que representa o segmento, idealizado pelo Grupo MR1 e organizada pela Associação Brasileira de Empresas E Profissionais Evangélicos (ABREPE), que acontece de 13 a 16 de Setembro de 2017, no São Paulo Expo (Metrô Jabaquara). O evento reúne gravadoras, editoras, distribuidoras, empresas de instrumentos musicais, sonorização, iluminação, vídeo, tecnologia, faculdades, universidades, igrejas, comunidades, alternativos, exposições culturais e apresenta um grande mix de produtos, sendo um verdadeiro balcão de negócios que acompanha toda a efervescência, popularidade e profissionalização de um mercado abençoado por Deus e bonito por natureza. O Salão Internacional Gospel tem entrada gratuita, mais de 200 marcas expositoras e por ele passam mais de 400 adoradores esse ano (20 de outros países como Portugal, Angola, África do Sul, Congo e Israel), destaque para a cantora Aline Barros, DJ Alpiste, Michael Santiago, Priscila Angel e o Grupo de Teatro Jeová Nissi, entre outros! Vem conosco! Afinal, somos todos Salão Gospel!