SBB pede ajuda para reparar embarcações no Pará

cid7-1-barcoDanificados por terem ficado à deriva no Rio Guará, em Belém, barcos precisam passar por reparos estimados em 20 mil reais.

As duas embarcações da Sociedade Bíblica do Brasil (SBB), avariadas no dia 1º de março, em Belém (PA), passam por reparos para retomar suas atividades. O mais danificado foi o Luz da Amazônia III, barco ambulatório utilizado para levar atendimento médico, social e espiritual às comunidades ribeirinhas, que está atracado no porto, em obras. Com pequenos danos que não impedem a navegação, o Barco da Bíblia está cumprindo seu cronograma de viagens normalmente. Os ventos fortes e a alta maresia do Rio Guamá fizeram com que as duas embarcações se desprendessem da marina, onde estavam atracadas, e ficassem à deriva.

Os prejuízos com as duas embarcações são calculados em cerca de R$ 20 mil. Para poder arcar com estes custos, a SBB conta com a solidariedade de parceiros e apoiadores da Causa da Bíblia, que podem fazer suas doações na seguinte conta: Banco Bradesco – Agência 3390-1 – Conta Corrente 18512-4.

“Na verdade, diante da força da maresia que atingiu os barcos, vimos a mão de Deus nos protegendo e impedindo que houvesse danos maiores. Agradecemos a todos que puderem colaborar para que este importante trabalho, realizado há mais de 50 anos pela SBB junto às comunidades ribeirinhas, não seja interrompido por muito tempo. Com o apoio e a oração de todos os cristãos conseguiremos superar mais este desafio e continuar levando a Palavra de Deus a cada vez mais pessoas”, afirma o secretário de Comunicação e Ação Social da SBB, Erní Seibert.

Por: Luciana Garbelini

Últimas Vagas – Inscreva-se gratuitamente no 1º Congresso Internacional sobre Liberdades Civis Fundamentais.

congresso_STJ_2_site3“Será um momento ímpar para, numa das mais altas cortes do país, colaborarmos com o debate acadêmico-jurídico sobre a Liberdade Religiosa, a Liberdade de Expressão e a Objeção de Consciência, valores fundantes de um Estado Democrático de Direito”. Dr. Uziel Santana, presidente da ANAJURE

No dia 12 de março de 2014, o auditório do STJ receberá o 1º Congresso Internacional sobre Liberdades Civis Fundamentais, organizado pela Associação Nacional de Juristas Evangélicos – (ANAJURE). As inscrições já estão abertas e podem ser realizadas gratuitamente via internet neste link. As vagas são limitadas.

Além de debatedores nacionais, o evento terá como palestrantes principais o Doutor Jónatas Machado – Professor da Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra – Portugal, e o Doutor Thomas Schirrmacher – Diretor Executivo do International Institute for Religious Freedom da Alemanha, e também conselheiro da primeira-ministra alemã, Angela Merkel. Diretores, coordenadores e associados da ANAJURE de todo o Brasil também estarão presentes.

Confira a Programação completa (Click aqui e veja a versão em PDF)

IRÃ – Dois cristãos são libertados e outros recebem licença temporária da prisão

bandeira-IrãOs cristãos iraninos pedem nossa intercessão contínua pelos cristãos ainda aprisionados e se alegram com algumas respostas de oração

Em primeiro lugar, Sevada Aghasar foi libertado sob fiança no domingo (02 de março). Ele estava detido na prisão de Evin, em Teerã, desde 21 de agosto de 2013. Sevada é um cristão armênio. Sua casa foi revistada durante uma onda de ataques no Natal de 2012. Em agosto de 2013 ele foi preso juntamente com dois outros cristãos, Masoud e Ebrahim, ambos de origem muçulmana. Segundo relatos, Masoud também foi liberado.

Em segundo lugar, temos o prazer de informar que o pastor Behnam Irani tem recebido tratamento hospitalar. Ele está na prisão Ghezal Hasar em Karaj, desde maio de 2011 cumprindo pena de seis anos por alegada atividade anti-governo. Desde 2012, ele recebia apenas tratamento patialivo para um problema intestinal crescente. No dia 22 de fevereiro, recebeu autorização para se submeter à necessária cirurgia que foi bem-sucedida. Ele permaneceu no hospital por alguns dias para recuperação antes de voltar para a prisão.

Em fevereiro, Alireza Seyyedian, outro cristão detido na prisão de Evin, obteve licença temporária de cinco dias. Em novembro de 2011 ele foi condenado pelas acusações de “propaganda contra o regime” e de “agir contra a segurança nacional”. Após um recurso, sua sentença foi reajustada para três anos e meio de prisão. Ele começou a cumprir sua sentença em março de 2012.

Acredita-se que pelo menos 40 cristãos estejam detidos por sua fé ou atividades cristãs em todo o Irã.

Os cristãos que apoiam esses irmãos estão gratos por estes acontecimentos e agradecem nossas orações. Eles pedem nossa intercessão contínua, pedindo para que:

* Sevada, Masoud e outros recentemente libertados reconheçam a presença e a paz de Jesus enquanto se ajustam à vida normal;

* Pastor Behnam receba o toque da cura de Jesus, e continue recebendo os cuidados médicos adequados;

* Alireza, Ebrahim e todos os outros detidos por causa de sua fé em todo o Irã experimentem a paz, a presença e a proteção de Jesus a cada dia;

* Todos os funcionários envolvidos tenham misericórdia, ajam com justiça, aprendam sobre Jesus e escolham segui-lO.

________________________

FONTE: Middle East Concern

Participe do projeto “Unidos para Tua glória”

1462962_591710197561468_1486870394_nCom a finalidade de despertar em cada cristão brasileiro a empatia pelos cristãos perseguidos de forma a se imaginar no lugar deles surge a canção: Luz na Escuridão. A canção tem como propósito divulgar a causa dos cristãos perseguidos, tocar o coração das pessoas motivando-as a ajudá-los de alguma forma.

Para dar voz ao projeto Unidos para Tua glória, uma canção foi composta com o objetivo de reunir o máximo possível de cristãos motivando-os a se unir em socorro à Igreja Perseguida, glorificando assim a Deus.

Seu nome: Luz na Escuridão, pois socorrer e apoiar o cristão perseguido é fazer a luz (amor) de Jesus brilhar na escuridão (perseguição).

Um videoclipe foi gravado com a canção com a participação dos cantores Nívea Soares e Chris Duran – primeiros apoiadores do projeto. Chris é francês, mora no Rio de Janeiro. Nívea é brasileira e reside em Minas Gerais. Pessoas diferentes, de lugares diferentes, unidas com o mesmo propósito que é adorar a Deus e expressar o amor a Jesus e ao próximo. Ambos cederam seus direitos em prol da causa.

A canção tem como propósito divulgar a causa dos cristãos perseguidos, tocar o coração das pessoas motivando-as a ajudá-los de alguma forma. Seja em oração, enviando apoio financeiro ou mesmo dando suporte local. Além da Nívea e do Chris, outros cantores, pastores e líderes já estão abraçando a causa.

Qualquer cristão pode e deve se envolver no projeto. Para participar basta acessar as redes sociais do projeto e se engajar. Todo envolvimento é válido. Apoie! Participe!

www.facebook.com/unidosparatuagloria
www.twitter.com/paratuagloria
www.youtube.com/unidosparatuagloria

Fonte: Portas Abertas Internacional

PROJETO ÁFRICA

Nesta noite (23/02/14) aconteceu em Santa Maria/RS uma grande vigília promovida pelo ministério Engel . Entre os pastores presentes está o Missionário Ademir Silva que tem realizado um projeto especial com crianças órfãos em Moçambique/África.

Ao conhecer o trabalho que o missionário está desenvolvendo neste país, muitas pessoas foram impactadas pelo testemunho e imagens daquele lugar. A situação de miséria é muito grande, por isso o Pr. Joel Engel, líder do Ministério Engel também está apoiando esta missão e fez um apelo aos presentes.

Hoje demonstramos a nossa fé com obras e amor ofertando à África, crendo que o Jubileu chegará lá.

Com lágrimas o Pr Engel oferta um relógio e logo após um carro que primeiramente seria vendido para terminar a construção da Igreja em Faxinal do Soturno. Isso pode esperar mas estas crianças não podem mais ficar com fome, disse.

A Pra Gabriele Engel em lágrimas ofertou um Cordeiro pelo Projeto na Africa, logo após Pra Mara Engel também ofertou um Cordeiro e o Pr Tiago ofertou seu relógio. Muitos ofertaram suas roupas e calçados, outros ajudaram financeiramente para abençoar quem tanto necessita.

O Ministério Marcha para Jesus está junto nessa campanha, apoiando esse projeto.

Convidamos a todos para contribuir também.

Deposite sua contribuição

Agência 0068/ Op: 013/ Conta Corrente: 57874-9 Caixa Econômica

Agência: 3886-5 Conta Corrente 22421-9 Banco Do Brasil

Contatos: Pr.Ademir Silva (075) 91998727/ 81518910

Fonte: www.ministerioengel.com

Nova data para a estreia do Projeto Teen Connections

banner-teen-connections-orlandoIniciativa da SBB para conectar o jovem com Deus e com a Bíblia Sagrada terá viagem inaugural adiada para outubro. Além de se dedicar ao estudo das Sagradas Escrituras, grupo será alvo de programação turística, em Orlando, nos Estados Unidos.

A Sociedade Bíblica do Brasil (SBB) comunica que a viagem inaugural do projeto “Teen Connections”, inicialmente prevista para fevereiro, será realizada no período de 10 a 18 de outubro de 2014. Voltado a jovens brasileiros, o projeto piloto prevê uma viagem de nove dias tendo como destino a cidade de Orlando, na Flórida (EUA). Desenvolvido em parceria com a agência Universal Travel, a programação mescla palestras sobre a Bíblia e visita ao The Holy Land Experience, parque temático sobre o Livro Sagrado, e principais parques da região.

Iniciativa da Sociedade Bíblica do Brasil (SBB), por meio do Ministério com Brasileiros, o projeto “Teen Connections” foi especialmente desenvolvido para adolescentes com até 18 anos de idade. Seu objetivo é conectar a nova geração com Deus, oferecendo programações interativas e adequadas ao perfil desse público. Para isso, é baseado em pacotes de viagens que promovem o intercâmbio de jovens com diferentes culturas, mas especialmente com o universo da Bíblia Sagrada.

“Numa programação dinâmica e criativa, os adolescentes terão, ao mesmo tempo, o aprendizado das Sagradas Escrituras e diversão”, sintetiza o gerente do Ministério com Brasileiros, Lécio Dornas. A agenda da viagem inaugural inclui shopping tour e visitas aos parques da Universal Studios e da Walt Disney World – Magic Kingdom e Epcot Center -, além do Holy Land Experience.

Parte da arrecadação obtida com as inscrições será doada à Causa da Bíblia, em especial, ao projeto a Bíblia para Pessoas com Deficiência Visual, da SBB.

O pacote pode ser adquirido a partir de US$ 2.870,00 por pessoa, em acomodação quádrupla. Mais informações podem ser obtidas com a Universal Travel (e-mail: info@universaltravel.com.br, site: www.universaltravel.com.br, telefones: (21) 3958-0818 e (11) 3711-9174).

Confira o roteiro completo:

§ 10/10 – Sexta-feira: Embarque às 21h10 no Aeroporto de Cumbica em Guarulhos, SP no voo para Orlando.
§ 11/10 – Sábado: Chegada em Orlando às 10h15 da manhã e traslado para o Hotel Rosen Inn at Pointe Orlando (ou similar), passando antes no Walmart. Tarde livre. Culto de abertura, à noite, no hotel.
§ 12/10 – Domingo: Dia inteiro de seminário no hotel, com almoço no Restaurante Camila’s, 2 coffee breaks (manhã e tarde)
§ 13/10 – Segunda-feira: Visita ao parque temático The Holy Land Experience. À noite, no hotel, culto de encerramento do seminário com entrega de diplomas.
§ 14/10 – Terça-feira: Visita de dia inteiro ao parque da Universal Studios.
§ 15/10 – Quarta-feira: Visita de dia inteiro ao parque da Walt Disney World – Magic Kingdom. Culto, à noite, em igreja brasileira de Orlando.
§ 16/10 – Quinta-feira: Visita de dia inteiro ao parque da Walt Disney World – Epcot Center
§ 17/10 – Sexta-feira: Dia de shopping tour (Premium Outlet da International Drive e Best Buy), com almoço no Restaurante Vittorio’s, seguindo imediatamente após o almoço para embarque no voo que sai às 16h00 do Aeroporto de Orlando.
§ 18/10 – Sábado: Chegada às 8h40 no Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, SP

Serviço
Ø Projeto Teen Connections
Data da viagem-piloto: de 10 a 18 de outubro de 2014 (somente para adolescentes até 18 anos)
Investimento:
US$ 2.870,00 por pessoa, em acomodação quádrupla
US$ 3.070,00 por pessoa, em acomodação dupla
(Parte desse valor será doado para a Causa da Bíblia no Brasil)
Inscrições: (21) 3958-0818 ou (11) 3711-9174 / info@universaltravel.com.br / www.universaltravel.com.br

SBB e o Ministério Brasileiro – A Sociedade Bíblica do Brasil é uma organização sem fins lucrativos, de natureza filantrópica, assistencial, educativa e cultural. Sua finalidade é traduzir, produzir e distribuir a Bíblia Sagrada, um verdadeiro manual para a vida, que promove o desenvolvimento espiritual, cultural e social do ser humano, provocando, assim, a transformação daquele que com ela entra em contato. Para cumprir a missão de distribuir, de forma relevante, a Bíblia a todas as pessoas desenvolve programas de assistência social em todo o País. Fundada em 1948, construiu sua trajetória com base na missão de “promover a difusão da Bíblia e sua mensagem como instrumento de transformação e desenvolvimento integral do ser humano”.

Lançado em 2012, o Ministério Brasileiro é um programa especial da Sociedade Bíblica do Brasil (SBB), em parceria com a Sociedade Bíblica Americana (SBA). Tem por objetivo disponibilizar as Escrituras Sagradas em português para os brasileiros que residem nos Estados Unidos – uma população estimada em 2 milhões de pessoas. Lécio Dornas, escolhido pelas organizações dos dois países para gerenciar o programa, visita as comunidades brasileiras naquele país para verificar as necessidades de Escrituras que devem ser supridas.

Por: Luciana Garbelini: (11) 99292-2131.

CONTAGEM REGRESSIVA – Equipe da ANAJURE se reúne em Brasília para acertar últimos detalhes do I Congresso Internacional sobre Liberdades Civis Fundamentais

foto-1O Presidente da ANAJURE, Dr. Uziel Santana, está em Brasília junto com o coordenador da ANAJURE no Distrito Federal, o Dr. José Júlio, e com a equipe de pesquisadores da entidade para concluir mais uma etapa do planejamento do I Congresso Internacional sobre Liberdades Civis Fundamentais da ANAJURE, que será realizado no STJ, dia 12 março.

O Dr. Uziel Santana ressaltou sua alegria com o evento e afirmou: “Este evento é um marco importante em nossa trajetória! Nossa expectativa é que este congresso seja uma benção para nossa sociedade. Falar sobre liberdades civis fundamentais é falar sobre amor, tolerância e respeito, que também são bases importantes do Cristianismo.“

O Dr. José Júlio (ANAJURE/DF) ressaltou a gratidão da associação em poder realizar este evento histórico para o mundo jurídico e para a população brasileira no Superior Tribunal de Justiça, e reforçou que as inscrições para o congresso continuam abertas e que podem ser realizadas gratuitamente.

Se você deseja participar ainda dá tempo de se inscrever – Click aqui e confira a programação completa!

Prisão domiciliar do Pastor Cubano Mario Barroso é revogada. Veja o Vídeo que ele enviou à ANAJURE contando detalhes sobre o caso.

bandeira-de-cubaNo dia 30 de janeiro, fomos informados de que os agentes do governo cubano receberam ordens para sair da casa do pastor Mario Felix Lleronart Barroso, que teve sua prisão domiciliar revogada. Ele foi detido no dia 25 de janeiro, retornando para sua casa um dia depois, sob vigilância do governo. O líder religioso e sua esposa, Yoaxis Marcheco, fizeram contato com nossa redação através do twitter por meio de um sistema via SMS, após o telefone dela ser liberado e desbloqueado. Na noite de ontem, (03/02), recebemos um vídeo em que o pastor Mario comenta o caso, e outro vídeo mostrando parte do tratamento que recebeu dos agentes do governo.


Não são poucos os casos de violação à liberdade de expressão e religião em Cuba. Quem não lembra o caso do Pastor Gude Perez? Um líder do Movimento Apostólico que teve grande crescimento em Cuba, e foi preso por acusações fabricadas em maio de 2008, passando 18 meses impedido de sair da Ilha?

Em 2013, o Pr. Mario junto com sua esposa e com o Pr. Gude Perez lançaram um documento intitulado de ’30 questões para o governo cubano’, divulgado no Brasil por vários sites cristãos, como o da ANAJURE e o da Missão Portas Abertas, cuja elaboração visava demonstrar que a liberdade de religião e crença não é respeitada pelo governo de Cuba.

Em abril do ano passado, a ANAJURE também publicou em parceria com a CSW um relatório sobre restrições à liberdade religiosa em Cuba, disponível em “ANAJURE Report Cuba”, onde entre tantos outros casos, a situação de Mario Barroso já era apontada.

O Presidente da ANAJURE, Dr. Uziel Santana, agradece pelas orações e apoio da igreja no Brasil. “Cremos que por conta das constantes orações e da pressão internacional após a detenção do líder cubano, ocorrida sem nenhuma razão justificável, Mario Barroso também foi dispensado de uma intimação vinda da Segurança do Estado cubano. Estamos certos de que a oração do justo pode muito em seus efeitos.”

_____________________________
Por: Assessoria de Imprensa – ANAJURE

Mariana Ava apoia o projeto “Unidos para Tua Glória”

mariana avaCantora grava vídeo para projeto da Missão Portas Abertas que visa mobilizar cristãos brasileiros na causa da Igreja Perseguida

Uma participação mais que especial. Dar voz ao clamor em favor dos cristãos que são perseguidos ao redor do mundo. Foi assim que a pastora e cantora Mariana Ava recebeu o convite para fazer parte do projeto “Unidos para a Tua glória” – promovido pela Missão Portas Abertas, que visa mobilizar e engajar cristãos brasileiros a partilhar sobre a realidade em relação à perseguição cristã.
A Missão Portas Abertas é uma base internacional que atua em cerca de 50 países onde existe algum tipo de proibição, condenação, execução ou ameaça à vida das pessoas ou à sua liberdade de crer e cultuar Jesus Cristo.
“Foi imediato. Assim que recebi o e-mail senti algo muito forte de Deus. Pois nos últimos anos temos visto com mais ênfase muitos de nossos irmãos sofrendo com a perseguição religiosa. Nosso papel vai além de simplesmente cantar, é expressar a nossa preocupação com esta causa. Só sente a dor quem passa por ela. Em nosso país somos livres para adorar a Deus. Devemos nos colocar no lugar de nossos irmãos. Oramos por estas vidas. Oramos também para que o nome de Jesus seja proclamado nos quatro cantos do mundo”, ressalta Mariana Ava.
Foi com este objetivo que Mariana gravou recentemente o vídeo da canção “Luz na Escuridão”. Canção esta composta por Maurício Monteiro e Nívea Soares especialmente para a campanha de mobilização do projeto “Unidos para Tua glória”.
Com esta iniciativa, o projeto pretende tocar o coração dos cristãos brasileiros para que sejam movidos pelo amor a Cristo e ao próximo, ajudando em oração e clamor aos irmãos que sofrem e são perseguidos em muitos países.
Vale ressaltar que Nívea Soares e Chris Duran, foram os primeiros apoiadores do projeto. O que pode ser conferido no canal oficial no Youtube

Confira o vídeo de Mariana Ava em apoio ao projeto “Unidos para a Tua Glória”:

Você também pode se envolver e apoiar esta mobilização! Siga! Compartilhe! Divulgue!

Site: www.portasabertas.org.br
Facebook: www.facebook.com/unidosparatuagloria
Twitter: www.twitter.com/paratuagloria
Youtube: www.youtube.com/unidosparatuagloria

Por Ana Paula Costa
Comunicação Ministério Mariana Ava

ANAJURE e entidades representativas de universidades e escolas cristãs do Brasil emitem Nota conjunta sobre Plano Nacional de Educação que está em discussão no Senado Federal.

banner_notapublica_pne_720aa7361Na Nota, a ANAJURE e demais entidades criticam também o Documento de Referência que servirá de base para as deliberações da Conferência Nacional de Educação em 2014 pelo seu conteúdo pró ideologia LGBTT e atentatório aos valores cristãos.

Com relatoria do Senador Álvaro Dias, o Projeto de Lei PLC 103/2012, que trata do PNE, deverá ser votado pelo plenário do Senado Federal esta semana, no dia 11. E atendendo o pedido de apoio jurídico feito por várias associações educacionais, escolas e universidades cristãs do Brasil, a Associação Nacional de Juristas Evangélicos, conjuntamente com essas instituições, posiciona-se acerca do Plano Nacional de Educação (PNE) e do que pode ser acrescentado ao plano em 2014 durante a Conferência Nacional de Educação (CONAE). AECEP (Associação de Escolas Cristãs de Educação por Princípios), ABIEE (Associação Brasileira de Instituições Educacionais Evangélicas), e ACSI – Brasil (Associação Internacional de Escolas Cristãs) assinam o documento.

Segundo a Nota, o PLC que será votado na próxima quarta-feira no Senado Federal, “ainda que não contemple questões essenciais do processo educacional de crianças e adolescentes, ao não priorizar, por exemplo, os saberes e habilidades fundamentais ao desenvolvimento cognitivo e intelectual”, por outro lado, “contempla reivindicações importantes e atuais de universidades, escolas, igrejas, famílias e pais de alunos que têm recorrentemente se insurgido contra ondas autoritárias no nosso País que visam, declaradamente, à desconstrução dos valores judaico-cristãos da nossa sociedade”.

O documento expõe à sociedade brasileira e aos Poderes Públicos da República Federativa do Brasil posições e preocupações acerca do PLC 103/2012, especialmente, no que concerne à tentativa dos movimentos sociais LGBTT inserirem, via MEC, conteúdos nos livros didáticos dirigidos a desconstruir os valores cristãos de crianças e adolescentes do nosso País.

As instituições supra identificadas e infra assinadas por seus respectivos mandatários – entidades essas de representação nacional de associações educacionais, universidades e escolas cristãs de todo o Brasil –, com apoio jurídico da ANAJURE – Associação Nacional de Juristas Evangélicos –, com fulcro nos princípios constitucionais da liberdade de expressão, da livre manifestação do pensamento e, precipuamente, no que está consubstanciado no art. 205 da Magna Carta, que afirma ser a Educação “um direito de todos, dever do Estado e da Família”, sendo promovida e incentivada com a “colaboração da sociedade” civil organizada, vem, através do presente expediente, expor aos Poderes Públicos da República Federativa do Brasil e à Sociedade, em especial às Famílias e Pais de Alunos, suas posições e preocupações com o que adiante se explicita:

1º) Encontra-se em tramitação no Senado Federal, o Projeto de Lei, PLC n.º 103/2012, que trata do PNE – Plano Nacional de Educação – para o próximo decênio. Segundo se noticia, no próximo dia 11/12 (quarta-feira), o referido projeto, tal como aprovado recentemente na Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE), será levado para aprovação no Plenário da referida Casa Legislativa.

2º) Destacamos o nosso apoio ao texto do PNE aprovado na CE do Senado, ainda que este não contemple questões essenciais do processo educacional de crianças e adolescentes, ao não priorizar, por exemplo, os saberes e habilidades fundamentais ao desenvolvimento cognitivo e intelectual. Seja como for, o texto do PNE aprovado na CE contém pontos muito positivos para o gerenciamento, fiscalização e desenvolvimento do Sistema Educacional Brasileiro. Além disso, tendo em vista o Estado Democrático de Direito em que vivemos, contempla e está fundamentado – entre outros – no princípio constitucional – e de direito humano fundamental – da “não discriminação” (PLC 103/2012, Art. 2º, III), assim como também na diretriz paradigmática de que o Sistema Educacional Nacional deve objetivar a “formação para o trabalho e para a cidadania, com ênfase nos valores morais e éticos em que se fundamenta a sociedade” (PLC 103/2012, Art. 2º, V).

3º) A inserção do princípio geral de direito humano da não discriminação, aprovada no âmbito da CE do Senado, contempla universalmente todas as formas históricas de discriminação, não se limitando apenas a determinadas categorias sociais, privilegiando uns em detrimento de outros, como estava na proposição inicial do Governo Federal aprovada na Câmara (PL 8.035/2010). Mais que isso, impede certa ideologização e partidarização exacerbada do discurso dos direitos humanos no meio educacional brasileiro, como se apenas a discriminação racial (brancos x negros), de sexo (homens x mulheres) e comportamental (heterossexuais x homossexuais) estivessem presentes no nosso meio. De fato, as pesquisas demonstram outros casos de discriminação que também precisam ser coibidos e contemplados no PNE, como é o caso, por exemplo, da discriminação religiosa. Por isso mesmo, é louvável a fórmula geral do dispositivo aprovado na CE do Senado ao preceituar “não discriminação” como cláusula universal e não apenas “igualdade racial, regional, de gênero e de orientação sexual”, como desejam certos setores ideologicamente mais radicais. Por outro lado, é preciso se tomar em consideração que a luta contra qualquer tipo de discriminação no Sistema Educacional Brasileiro não pode e nem deve limitar o processo de formação e educação dos cidadãos da nossa nação a uma mera “luta de classes”, como se fosse possível reduzir o complexo existencial da vida humana nesses termos. O Sistema Educacional Brasileiro não deve ser um palco de promoção da cultura de lutas, mas, ao contrário, da diversidade, harmonia, tolerância, respeito ao direito da família e paz social, sem se desconsiderar ou tentar desconstruir os valores históricos da Nação brasileira que, por certo, é eminentemente cristã.

4º) Do mesmo modo, o inciso V, do art. 2º do PLC nº 103/2012, ao destacar “a ênfase nos valores morais e éticos em que se fundamenta a sociedade”, contempla reivindicações importantes e atuais de universidades, escolas, igrejas, famílias e pais de alunos que têm recorrentemente se insurgido contra ondas autoritárias no nosso País que visam, declaradamente, à desconstrução dos valores judaico-cristãos da nossa sociedade. Cremos que essa é uma diretriz do PNE que deve realmente nortear todo o Sistema Nacional de Educação que, por certo, precisa ser o espelho dos valores, princípios e cultura da nação e não um mero sistema intromissor em questões que dizem respeito ao foro íntimo de famílias, pais e alunos, assim como a direitos humanos fundamentais dos mesmos, como é o caso do direito de educar seus filhos de acordo com os seus valores, consciência e religião. Nesse sentido, lembramos que o especial apreço da Constituição da República Federativa do Brasil é a “dignidade da pessoa humana” e nessa estão compreendidos os direitos às liberdades Religiosa, de Pensamento, de Expressão e de Objeção de Consciência. Assim também, lembramos que a mesma Magna Carta estabelece que a Educação é um dever da Família, de tal modo que esta é co-responsável no processo educacional, sendo assim um ator social, tal como o Estado o é, mas, inclusive, num nível superior, tendo em vista que a família é “base da sociedade” (Constituição Federal, art. 226).

5º) Por último – e esta se constitui numa das nossas principais preocupações – temos amplo e profundo conhecimento das proposições constantes no chamado “Documento de Referência” do Conselho Nacional de Educação que serão votadas na CONAE 2014 e que objetivam exatamente já alterar o Plano Nacional de Educação em votação no Senado, a fim de inserir emendas que consideramos desconstrucionistas dos valores da nossa Nação nos termos que apresentamos anteriormente. Não é razoável, nesse sentido, propor, como se faz, por exemplo, a criação de cartilhas de educação sexual e a inserção de conteúdos nos Livros Didáticos do Sistema Nacional de Educação que levam a uma erotização precoce das nossas crianças, assim como uma clara apologia e promoção do comportamento homossexual, como objetiva o movimento político LGBTT (Plano Nacional de Promoção LGBTT, 2010, p. 2-17). Mais ainda, na perspectiva do que assentimos anteriormente, o Documento de Referência apresentado no CNE estabelece uma verdadeira cultura de conflitos no meio educacional, na qual imperam construções semânticas autoritárias e sem base científica na realidade, como é o caso de conceitos como “homofobia”, “heteronormatividade”, “lesbofobia”, “transfobia”, etc (DR, CONAE 2014, Eixo II, 117, p. 28). Lamentavelmente, também, o Documento de Referência se apresenta como promotor de Hate Speech (Discurso de ódio), quando declaradamente apresenta o tipo “branco, masculino, de classe média, adulto, heterossexual, ocidental e sem deficiência” como alvo de desconstrução do Sistema Nacional de Educação (DR, CONAE 2014, Eixo II, 126, p. 29). Tais emendas, conforme dispostas no Documento de Referência da CONAE 2014, se aprovadas da forma como estão estabelecidas, certamente estarão institucionalizando um tipo de sistema educacional que visa, ao contrário do que se pretende, à desconstrução dos valores de paz, tolerância e respeito presentes na nação brasileira.

Destarte, deixamos assim registradas na presente Nota Pública nossas posições e preocupações enquanto co-responsáveis pelo Sistema Nacional de Educação do nosso País, porque é a partir dele que as próximas gerações de brasileiros serão formadas.

São Paulo – Brasil, 08 de dezembro de 2013.

____________________________________
Por: ANAJURE l Press Officer – Wanda Galvão / Angélica Brito