Especial – Conheça a história da carioca Miriam Treistman. Ela criou o método online que ensina hebraico com aulas em estúdio e in loco

Aprendendo hebraico bíblico e moderno de forma leve e descontraída          

A carioca Miriam Treistman criou o método online que ensina hebraico com aulas em estúdio e in loco, direto de Israel, para iniciantes e amantes da língua

 

Professora, mestra em Sociologia da Educação e apaixonada pela língua hebraica, Miriam mora há treze anos em Israel. Mãe de dois filhos, ela fala português, hebraico, inglês e espanhol. Quando decidiu morar em Israel, ela imediatamente iniciou o mestrado em Sociologia da Educação em hebraico. “Estudei pedagogia no Brasil, fui professora de turma e também de hebraico e de cultura judaica. Meus sonhos sempre foram ser professora e morar em Israel. Quando decidi que isso era o que eu queria fazer da vida, cheguei aqui e fui logo estudar, porque entendi que só estudando bastante eu me adaptaria e realmente conseguiria falar a língua no nível que desejava. Eu já sabia a língua cotidiana, mas queria aprendê-la profundamente, queria estudar poesia, literatura em hebraico”, conta entusiasmada.

Já em Israel, trabalhou com pesquisa em educação durante alguns anos e depois como professora particular de português e hebraico. Posteriormente, trabalhou criando conteúdo didático em uma Startup que desenvolve aplicativos para ensino de línguas. Foi daí que ela teve o insight do curso online com o hebraico. Em janeiro de 2020, Miriam completa treze anos em Israel. Ela gestou o curso durante todo o ano de 2017 e fez o seu lançamento oficial em janeiro de 2018.

O curso de hebraico bíblico do Hebraico Simples – www.hebraicosimples.com – é um curso que introduz o aluno à leitura bíblica em hebraico. Miriam explica que o curso é 100% online, com aulas objetivas, interativas, dinâmicas e muito criativas. Ela diz que o seu objetivo é levar o aluno a aprender o hebraico para chegar aos significados originais do texto bíblico, porque os já traduzidos trazem invariavelmente a característica do tradutor. “Depois, o aluno vai encontrar um módulo inteiro de alfabetização que funciona; as pessoas realmente saem alfabetizadas na língua hebraica,” ela completa.

A escola Hebraica Simples oferece os cursos de hebraico moderno e de hebraico bíblico. No curso de hebraico moderno, Miriam ensina a pessoa a se comunicar no mercado, durante uma consulta médica, no primeiro dia de trabalho, quando encontra um amigo na rua, ao tomar um café, às coisas relacionadas ao dia a dia em Israel. No hebraico bíblico, os alunos se familiarizam com o alfabeto através dos nomes bíblicos, aprendem os principais conceitos linguísticos do hebraico e leem as passagens bíblicas em seu idioma original.

Ela esclarece que o bíblico e o moderno são a mesma língua, “mas uma é arcaica, com a qual a Bíblia foi escrita e a outra é a língua moderna, a que se fala hoje em dia nas ruas de Israel”.

 

Novo formato

A grande novidade do curso em relação ao formato anterior é o fato de muitas aulas serem realizadas in loco, que significa ir aos lugares onde as histórias aconteceram, estudar sobre elas e ler as passagens da Bíblia ali. O curso alterna aulas internas e externas. Algumas lições são dadas em estúdio, como se fossem a sala de aula, onde Miriam explica os fundamentos da língua, sempre ilustrando com passagens bíblicas para exemplificar os assuntos abordados naquele momento. Outras são apresentadas com passeios pelo país, para que a pessoa tenha também um pouquinho do prazer de estudar em Israel mesmo sem estar lá.

Falamos sobre Jonas e a baleia em Yafo (Jaffa), porque foi de lá que Jonas fugiu; sobre a mulher de Ló, no mar Morto, porque as estátuas de sal estão lá até hoje. Fomos para o rio Jordão, para o deserto, viajamos Israel inteiro. Obviamente, também fomos a Jerusalém, falamos sobre os templos e o museu do livro, que guarda até hoje o pergaminho mais antigo da Bíblia encontrado”, explica Miriam emocionada.

 

Ponto de vista definido

A professora ensina todas as bases da língua hebraica, passando pelos verbos, substantivos, adjetivos, dando ao aluno as ferramentas para que ele possa, por exemplo, reconhecer um verbo e, depois, se não conhecer o significado dele, ser capaz de procurá-lo no dicionário.

Eu não me estendo em interpretações ou em teologia. Isso eu prefiro deixar para os rabinos, pastores e para os mais entendidos sobre o assunto. Enxergo as coisas e as explico muito do ponto de vista linguístico. A minha preocupação é realmente dar as ferramentas para que as pessoas possam fazer sua própria leitura e, obviamente, a partir dela, realizar suas próprias interpretações. Essa é a real necessidade de se criar esse curso, seu grande objetivo”, conta Treistman.

Para Miriam, é difícil prever a real evolução do ensino online, entretanto, ela prossegue dizendo que este é um campo enorme, com opções infinitas e muito espaço para a criatividade dos pedagogos, de todas as pessoas que lidam com produção de conteúdo. “Eu não acho que isso é o futuro do ponto de vista absoluto, que vai tomar o lugar do ensino presencial, porque ele também tem a sua importância, mas entendo que eles vão caminhar juntos, se complementando”, conclui.

Acredito muito no que faço e trabalho com muito carinho. Sou mesmo apaixonada pela língua hebraica e considero um grande privilégio que eu tenha a oportunidade e a capacidade para ensiná-la. Então, eu realmente me emociono com os feedbacks que recebo de alunos dizendo que estão conseguindo aprender e se desenvolver. Muitos e muitos me contam que estão realizando um sonho, o que para mim é absolutamente incrível, porque tudo isso também faz parte de um sonho meu, pessoal e profissional. E convido a todos que querem dialogar e aprender mais, dividindo também o conhecimento comigo, a caminharem juntos na trilha do aprendizado do hebraico bíblico e moderno, para fazerem turismo ou mesmo morarem em Israel. Enfim, o caminho está aberto, a luz, acesa e os horizontes são infinitos. Meu coração e meu conhecimento estão disponíveis para todos que querem entrar neste caminho e percorrer a fantástica trilha do aprendizado de hebraico.” (Miriam Treistman.)

 

Por Ana Paula Costa
Jornalista e Assessora de Imprensa Hebraico Simples
anacostacomunicacao@gmail.com
www.hebraicosimples.com
www.facebook.com/HebraicoSimples
www.instagram.com/hebraicosimples

Quando chega o Natal

Imagem relacionada

Quando ressoam os primeiros acordes

da festa do Natal,

uma saudade imensa

acorda os corações da humanidade,

parece que o livro da vida foi aberto

lá na introdução da história

que ficou bem longe;

vultos e personagens

desfilam na memória,

ressurgem

latentes, vivos,

num caminho

de luz;

muitos de nossos pais

já se foram,

mas deixaram

a data simbólica

do aniversário

e a doce missão

de abraçar

Jesus.

Ivone Boechat

A banda paulista Lausanne lança single “Momento” – poesia no cotidiano

Este é o primeiro single do disco “Celeuma”

Lausanne é uma banda brasileira de rock criada no ano de 2013. O primeiro disco foi “Sereno”, em março de 2017. Em 2018, vieram o CD e o DVD “Sereno ao vivo”.

Agora a banda lança “Momento”, primeiro single do disco “Celeuma”. Uma expressão poética das relações entre as pessoas e de como elas interferem no comportamento e até na personalidade de cada um.

Magno Max, compositor da canção, fala sobre a mensagem: “Em tempos líquidos, ‘Momento’ é um convite à persistência e constância nas relações que, às vezes, nos machucam, mas que nos amadurecem e nos moldam com o tempo.” A produção do clipe é da própria banda.

A Lausanne é composta por quatro integrantes: Gabriel Paro (voz e guitarra), Magno Max (Guitarra e segunda voz), Vagner Lima (Bateria) e Samuel Cardoso (baixo).

Vagner Lima conta que o nome da banda tem origem no Pacto de Lausanne, um congresso mundial de evangélicos realizado na cidade de Lausanne, Suíça. Em uma definição extremamente sucinta, eles acordaram “obedecer ao mandamento de Cristo de proclamá-lo a toda a humanidade e fazer discípulos de todas as nações”.

Gabriel explica que “a proposta do disco é a busca por ordem em um mundo de caos, são músicas com reflexões sobre Deus, vida e cotidiano, é a busca pelo divino em meio a tanto barulho”.

Ouça via streaming: https://linktr.ee/bandalausanne

 

Siga a banda nas Redes Sociais:
Instagram:
www.instagram.com/bandalausanne
Facebook: www.facebook.com/BandaLausanne
Twitter: www.twitter.com/bandalausanne

Por Ana Paula Costa
Jornalista e Assessora de Imprensa

anacostacomunicacao@gmail.com

Grupo capixaba “Sintonia” lança single “Oração do Servo” – adoração e clamor

A Música Cristã Contemporânea é o estilo musical adotado pelo grupo, que tem forte expressão no cenário da música cristã capixaba. O Ministério Sintonia é formado por 18 integrantes, vocal e banda, e tem nove anos de existência. Sua discografia consta de um CD, “Sintonia”, 1 single e seu videoclipe, “Transbordarei”, e dois clipes, “Primeiro Natal” e um mashup, “Lindo és/Nada pode calar um adorador”. O singleTransbordarei” possui mais de 72 mil visualizações no YouTube: www.youtube.com/watch?v=1o13nwktuzw

“Oração do Servo” vem acrescentar mais beleza e sucesso na carreira ministerial desses jovens da Igreja Adventista do Sétimo Dia, região da Grande Vitória. O single é uma composição de Daniel Salles (letra) e Ed Oliver (melodia), que já produziu artistas como Aline Barros, Kemuel e Ton Carfi.

A mensagem central da música está no poder da oração do servo que, exaltando a grandeza de Deus e reconhecendo as próprias limitações como servo, recorre ao Senhor clamando pelo poder do Espírito Santo: “O Espírito de Deus tem poder para nos dar esperança e vida nova. O clipe é baseado em Ezequiel 37, quando o profeta vê o vale de ossos secos, e Deus manda Ezequiel profetizar para que houvesse vida ali. Assim, a oração do servo reconhece que nada pode limitar o poder de Deus, nem mesmo a morte. Do mesmo modo como Jerusalém pôde ser reerguida após o exílio babilônico, essa restauração nos é oferecida por intermédio de Jesus e o Espírito Santo”, explica Kelly Almeida, uma das diretoras do grupo.

O projeto “Oração do Servo”, gravado em agosto de 2019, nos Estúdios S2 em Vila Velha, no Espírito Santo, foi dirigido por Aksa Lima, com Suellen Novais como assistente de direção. Lampião Filmes é a produtora e Caio Oliveira, o produtor. A direção de fotografia ficou a cargo de Marcelo Batista. Operadores de câmera, Diego Martins e Marcelo Batista, com Guilherme Dubai como assistente de câmera. Edição de Caio Doll; colorista, Marcelo Batista; finalização, Aksa Lima. Making Of (vídeo) e fotografia (still), Guilherme Dubai; assistente de produção, Marcelo Trindade. Produção executiva, Ministério Sintonia; produção musical: Ed Oliver.

Marcelo Trindade, diretor do Ministério, conta um fato interessante ocorrido nesse projeto. Ele diz que havia uma previsão de forte temporal no dia das gravações externas do clipe, que aconteceriam na Rampa do Urubu, lugar conhecido pela prática de parapente no estado do Espírito Santo. Marcelo explica que, como a equipe de produção era toda de São Paulo, o custo para reagendar as passagens, locais de gravações e estrutura técnica tornou inviável a mudança de data, mas algo inusitado aconteceu: “Chovia muito durante as gravações do master shot, em ambiente fechado, na noite anterior às gravações externas. O produtor sugeriu um plano B, mas eu lhe disse que o plano B era o plano A, porque não choveria na madrugada, pelo poder do Senhor. Era uma questão de fé, pois chovia muito no momento dessa conversa. Oramos e pedimos ao Senhor que não chovesse, para que pudéssemos realizar o trabalho programado. Quando acordamos na madrugada de domingo, já não havia sombra de chuva, embora o tempo estivesse meio nublado, o que ficou perfeito para a proposta do clipe. Conseguimos gravar as cenas exatamente como precisavam ser gravadas. Deus é Deus”, garante o diretor.

O clipe enfatiza o poder de restauração do Espírito Santo. Kelly conta que a personagem principal está desacordada em meio a escombros do prédio de uma igreja antiga, entre ruínas e matagais: “Ela acorda aos poucos e, saindo de onde está, se dá conta da falta de vida, do vazio, num mundo escatológico. Televisão sem sinal, relógio parado, cadeira de criança vazia, carro estacionado com a porta aberta. Andando em uma estrada vazia, ela vai vendo pessoas caídas e desacordadas. Inconformada, ela continua a andar até chegar a uma ponte bem alta, onde clama até sentir o vento. Nesse momento, outros personagens acordam e se colocam de pé. Conforme despertam, representam situações da vida de cada um. Então, começam a clamar e vão acordando mais pessoas. Todos caminham em direção à ponte para também clamarem pelo Espírito Santo. É muito forte!

“Que você possa sentir o poder de Deus atuando e impactando a sua vida, movendo-o a ser um servo que ora e clama pelo poder do Espírito Santo todos os dias. Que, cheio do Espírito de Deus, você seja um instrumento do Senhor para restaurar e elevar este mundo ao sobrenatural de Deus. Confie e se entregue ao Senhor pela oração do servo e declare: ‘Pai, eu estou a te esperar, vem tua glória derramar, sem reservas sem medida’!” (Ministério Sintonia.)

Ouça e siga o Ministério Sintonia nas plataformas digitais: https://onerpm.lnk.to/Single_Sintonia

 

Acompanhe o Ministério Sintonia pelas Redes Sociais:
YouTube: www.youtube.com/ministeriosintonia
Facebook: www.facebook.com/ministeriosintonia/
Twitter: www.twitter.com/ministeriosint2
Deezer: www.deezer.com/br/artist/11401608
Spotify: https://open.spotify.com/artist/0huMbsROWenJuHUDr691e9

 

Por Ana Paula Costa
Jornalista e Assessora de Imprensa
anacostacomunicacao@gmail.com

 

Sarah Evlen lança seu segundo single pela Fluve/Som Livre

 

“Capítulo Bonito” é uma composição autoral que traz uma oração em sua letra

 

Capítulo Bonito”, segundo single da cantora, já está disponível nas plataformas digitais e no YouTube com um videoclipe. Esse trabalho, lançado pela Fluve/Som Livre, tem tudo para repetir o sucesso do primeiro. “Até transbordar” já passou das 350 mil visualizações no YouTube. O primeiro é uma canção de pura adoração, já “Capítulo Bonito” traz uma oração em sua letra, uma reflexão sobre o poder de Deus na vida daquele que se entrega a Ele sem reservas.

O single é uma composição autoral que a cantora escreveu durante um momento de oração, quando Deus lhe disse que estava cuidando da sua história, de cada passo seu: “Enquanto orava, o Espírito Santo me inspirou com esta letra, pela qual eu digo a Deus que entrego a minha história, toda a minha vida em suas mãos. É uma mensagem de dependência e confiança em Deus. A partir desse louvor, o Senhor me ensinou que, quando confiamos nEle, as dificuldades que enfrentamos nos aproximam ainda mais dEle e nos tornam mais fortes. Nossa vida é uma história e Deus é o Autor. Temos de deixar que Ele a escreva de acordo com sua vontade, pois ela é boa, agradável e perfeita”, explica a cantora.

O título da música é bem diferente e Sarah diz que ficou receosa com ele no início, mas foi o que Deus lhe deu e que marca bem o sentido da mensagem: “De nada adianta um capítulo bonito se o final da história for trágico. Nossa vida aqui é um capítulo na história eterna da nossa existência. Assim, se seguirmos o roteiro que Deus escreveu, todas as intempéries serão transformadas em chuvas de bênçãos, com um final eternamente feliz”, conta Sarah emocionada.

Foto: Alessandra Barraque.

Angelo Luiz, da AL Agenciamentos é o diretor geral deste belo trabalho. A direção de fotografia ficou a cargo de Alessandra Barraque. Ronan Barros cuidou da produção musical.

O single foi gravado no Riomar Studios, no Rio de Janeiro. As cenas do clipe foram gravadas em dois ambientes: em Pedra Grande, Atibaia, São Paulo, um local com uma vista extraordinária, e na Avenida Paulista, em um ambiente muito movimentado. Sarah Evlen explica que esses dois locais passam sensações bem diferentes. “Natureza e contemporaneidade. Essas cenas, unidas à letra e melodia da música, traduzem este antagonismo entre a calmaria que a paz de Deus nos dá e a agitação que os problemas da vida nos imprimem quando nos falta a presença do Senhor”, define Sarah.

Estou muito feliz por compartilhar com vocês este louvor que Deus me deu durante um dos meus momentos de intimidade com Ele. O Senhor me explicou diretamente que as situações, boas ou ruins, terão um propósito em nossa vida se deixarmos que Ele aja como o Autor da nossa história. Então, que a partir desta canção, você siga o roteiro do Senhor, permitindo que Ele escreva a sua história. Que você desempenhe o seu papel com confiança, em total obediência a Ele. É assim que você receberá a coroa da justiça, alcançando a vitória final.” (Sarah Evlen.)

Ouça via streaming: https://fluve.lnk.to/CapituloBonito

 

Acompanhe a cantora nas Redes Sociais:
Facebook:
www.facebook.com/cantorasarahevlen
Instagram: www.instagram.com/sarahevlen
Twitter:
www.twitter.com/SarahEvlen
YouTube: www.youtube.com/sarahevlen
Deezer: https://www.deezer.com/br/artist/58941262
Spotify: https://open.spotify.com/artist/4dkwlWo6Z8MGZzQ8QggwYS?si=hL4EHtr-Rh6zIrBzaScXHw

 

Por Ana Paula Costa
Assessoria AL Agenciamentos

anacostacomunicacao@gmail.com

Michelle Giarola canta “Minha Herança” e apresenta seu terceiro trabalho  

Pela Central Gospel Music, a cantora Michelle Giarola, lança o single e o videoclipe “Minha Herança” nas plataformas digitais e no YouTube. Com uma canção que fala sobre a herança dos filhos de Deus e como eles têm de se posicionar com firmeza, Michelle entoa letra e melodia em meio a um cenário de beleza natural que proclama a presença do Senhor.

A empresa AL Agenciamentos, do produtor Ângelo Luiz, cuidou da direção artística; o empresário também assina a direção geral dos trabalhos. Direção de fotografia, Alê Barraque; produção musical, Rodrigo Alves; masterização e mixagem, Edu Oliveira. O single foi gravado no Riomar Studio, no Rio de Janeiro.

Minha Herança”, composição de Tony Ricardo, conquistou a cantora de imediato: “Quando ouvi pela primeira vez, senti que essa música traz uma mensagem que todos nós cristãos precisamos ouvir. Tudo aquilo que o Senhor confia em nossas mãos, tudo o que Ele nos dá como presente é nossa herança! Nossa Salvação, nossa família, nossos dons espirituais, nosso ministério etc.. Não podemos desistir daquilo que é nossa herança por direito, porque foi nosso Pai quem nos deu”, compartilha Michelle.

Michelle Giarola começou seu ministério com apenas quatro anos de idade. Ainda uma criança, ela levantou as mãos durante o apelo de um culto e declarou: “Eu quero ser uma missionária!” A partir daquele momento, seu sonho era fazer missões por meio do louvor, porque como ela diz, “eu amava cantar para Deus”.

 

Aos 16 anos, gravou seu primeiro CD, intitulado “Extraordinário”, uma produção independente e muito marcante em seu ministério. A partir dali, começou a receber convites para cantar em vários congressos em diferentes estados do Brasil. Ela se formou em fisioterapia, casou-se e se tornou mãe. Como sua filha nasceu com sérios problemas de saúde e, para cuidar dela, Michelle renunciou à sua carreira. Sua filha foi curada aos seis anos!

Nessa época, Michelle decidiu se dedicar inteiramente ao seu ministério. Então, nasceu seu segundo CD, “A Glória da Segunda Casa”. Este trabalho lhe deu a oportunidade de ministrar na Suíça, França, Itália, Irlanda, no Chile e Paraguai. A música “A Igreja tem que marchar”, com mais de 3 milhões de views, tornou-se tema de inúmeros Congressos de Círculo de Oração em todo o país.

Depois disso, buscando de Deus caminhos e recursos para investir em algo novo que falasse à atual geração, ela conheceu o produtor Ângelo Luiz. “O Ângelo é um excelente profissional e sua atuação veio somar, aperfeiçoar e profissionalizar meus novos projetos. Começamos a selecionar músicas para um novo projeto e, desta vez, não seria um CD, mas sim um novo single. Foi quando a música ‘Minha Herança’ chegou às minhas mãos. Ela é linda e tem uma mensagem forte para todas as gerações”, conta Michelle.

Depois de aproximados nove meses de trabalho para oferecer o melhor a Deus e ao público, o single e o videoclipe foram apresentados à gravadora Central Gospel Music, com a qual Michelle assinou contrato recentemente. “Louvo ao Senhor Jesus por esta riquíssima oportunidade”, declara a cantora.

“Tome posse da herança que temos mediante a entrega da nossa vida a Jesus Cristo e declare com fé: ‘Não vou entregar ao mundo o que é meu! Ninguém vai afrontar o exército de Deus. Essa é a minha herança, eu não vou permitir que o inimigo roube o que Deus tem pra mim’. Cante, louve, adore e profetize! A herança é nossa, é sua!” (Michelle Giarola.)

Confira o single nas plataformas digitais e o videoclipe “Minha Herança” neste link: https://orcd.co/minhaheranca 

Acompanhe a cantora pelos canais:
Instagram:
www.instagram.com/michellegiarolaoficial
Facebook: www.facebook.com/cantoramichellegiarolaoficial
Spotify: https://open.spotify.com/artist/1xYibf7gvZG7v9cCaFDfwQ
Deezer: https://tinyurl.com/tkkhghv

 

Por Ana Paula Costa
Assessoria AL Agenciamentos
anacostacomunicacao@gmail.com

 

 

Com participações especiais, Camila Campos grava o seu primeiro DVD de carreira

Fotos: Rodney Machado.

 

Ver o sonho acontecendo e relembrar cada detalhe é maravilhoso, gratificante e enche meu coração de alegria por saber que Deus me confiou uma missão.” Foi assim que a cantora mineira Camila Campos descreveu sua emoção pela gravação do seu primeiro projeto em DVD.

A gravação foi realizada no dia 24 de outubro de 2019, na Comunidade Evangélica Nova Vida, no bairro Bandeirantes, em Belo Horizonte (MG), onde Camila e sua família congregam. O álbum contou com as participações especiais dos amigos: Weslei Santos, Juninho Afram, Regis Danese e Pregador Luo. Com entrada franca, a gravação lotou a igreja com admiradores do trabalho ministerial e profissional da cantora. Ela mesma diz que unir esses dois lados, sem que um prejudicasse o outro foi um dos seus cuidados e pedidos a Deus para este trabalho.

“Só espero ter correspondido à altura de Cristo. Cuidei muito para executar tudo da melhor forma, para não deixar perder a conexão entre o espiritual e o profissional. Atentei-me o tempo todo para manter este entrelaço, para que o espiritual fosse executado e o profissional também. Creio que Deus se alegrou com este trabalho e sou muito grata a Ele por me permitir viver isso”, conta Camila.

O DVD é composto por 11 músicas, sete de autoria de Camila Campos e três interpretações: “Deus está Vivo”; “Glória Glória Aleluia”; “Vitorioso em Cristo” (feat. Weslei Santos); “Viva em Mim” (autor: Rodolfo Linhares); “Pela Fé” (feat. Juninho Afram); “Culto de Fogo”; “A Oração” (feat. Regis Danese), “Incondicional” (autor: Anderson Freire); “Lugar Preferido” (autor: Mike Lacerda); “O Céu é meu Destino”; “Mais que Vencedor” (feat. Pregador Luo).

Marcos Roberto, produtor musical e diretor geral do DVD, disse que estar nesse projeto foi uma grande satisfação tanto pela qualidade profissional da Camila, quanto pelo respeito que Camila tem pelo trabalho de todos, mas, principalmente, pela pessoa amável que ela é. “A Camila é uma pessoa maravilhosa, educada, gentil e sensível, uma artista completa. Uma referência hoje no meio cristão. Todo mundo aprecia um trabalho de qualidade e tudo o que a Camila faz tem a marca da excelência! O repertório musical é excelente, canções muito lindas e participações de artistas queridos que abrilhantaram ainda mais o DVD. Algo muito marcante é que a maioria das canções é de autoria da Camila, representando a verdade daquilo que ela mesmo vive. Tudo cooperou para um projeto muito bem-sucedido”, declara o produtor.

A qualidade visual e acústica do DVD superou as expectativas de todos, saindo do lugar comum para alcançar beleza e sonoridade impecáveis. Sheldon Barrett, Light Designer e Lighit Programmer, responsável pelo projeto de iluminação e cenário do “Camila Campos ao Vivo”, explicou que a proposta para o projeto era apresentar um visual que combinasse com as músicas. Barrett diz que toda a equipe cooperou para o sucesso do trabalho e que o resultado foi surpreendente. Eles conseguiram estabelecer um conceito muito individual, no qual até mesmo a programação da luz levava para ela o mesmo clima que a letra das músicas e seus arranjos estavam mostrando. “Fiz um desenho baseado na letra ‘C’, de Camila Campos, dando ao projeto uma identidade muito própria. As expectativas foram supridas! Todos gostaram e eu fiquei especialmente feliz com o resultado. Foi uma responsabilidade muito grande e eu agradeço toda a confiança depositada no meu trabalho. Estou realmente feliz em ter feito parte desse projeto, desse sonho”, compartilha Sheldon Barrett.

A produção musical e a direção geral do DVD ficou a cargo de Marcos Roberto; direção de arte e cenografia: Quartel Design e Lion Produz; direção e captação de vídeo: Quartel Design; direção de imagens: Amós Rodrigues; Light Designer e Light Programmer: Sheldon Barrett; Fotos: Rodney Machado pela Quartel Design; técnicos de Iluminação: Robson, Maicon e Thiago; PA/Estrutura: Marcelo Cunha e Ronald Faula; som e luz: Tecnoproduções. Bateria: Lucas Ezequiel; baixo: Marlon Alves; guitarras: Caio Cabeça e Renato Laranjo; teclados e Sound Designer: Marcos Roberto; pré e pós-produção: Estúdio Mix BH; organização geral: Zeli Rodrigues; camarim e logística: Sandra Maciel; jornalismo e assessoria: Ana Paula Costa; apoio no palco: Quézia Emídio; apoio na produção: Amanda Fox e Anderson Dias.

Camila conta que imaginou coisas lindas para este DVD, mas que tudo ficou muito mais bonito do que ela havia planejado e que percebe isso como o cuidado de Deus e a Palavra dEle também se cumprindo. “Jesus sonhou isso para mim algum dia. Ele sabia como tudo aconteceria e colocou isso no meu coração. Sempre peço a Deus para executar a vontade dEle em minha vida e eu creio que este DVD foi a execução da vontade do Senhor. Quando a gente tem sonhos no mundo físico é porque o Senhor já movimentou alguma coisa no espiritual. O DVD ‘Camila Campos ao Vivo’ já está consagrado ao Senhor. Agora, peço que Ele ecoe da forma que quiser, que achar melhor, em nome de Jesus,” Camila explica emocionada.

Camila Campos ao Vivo” já nasce com a promessa de muito sucesso, seguindo a trajetória vitoriosa da cantora.

Conecte-se com Camila Campos por meio dos canais:
Spotify:
https://open.spotify.com/artist/3iL0W1842WwK01dxEdtOy5
Deezer:
https://www.deezer.com/br/artist/8729602
Site:
www.camilacampos.com
Loja: www.camilacampos.com/loja
Facebook: www.facebook.com/CamilaCamposOficial
Twitter: www.twitter.com/camilacamposp
Instagram: www.instagram.com/camilacamposp
YouTube: www.youtube.com/camilacamposministerio

 

Por Ana Paula Costa
Jornalista e Assessora de Imprensa Camila Campos
anacostacomunicacao@gmail.com

 

 

Pela Fluve/Som Livre Ministério Essence lança seu primeiro single – “Me faz um Contigo”

Videoclipe já ultrapassou 60 mil visualizações

Me faz um Contigo”, lançada com a assinatura da Fluve/Som Livre no dia 15 de novembro de 2019, é uma composição de Lucas Moruchi, 21 anos. E Rebeca Moruchi, 16 anos, dá voz à canção. A música e o objetivo do ministério se juntam ao exprimirem o desejo dos filhos por mais intimidade com o Pai mediante a adoração genuína. A letra e a melodia foram geradas durante os cultos domésticos da família Moruchi e o surgimento do Essence está intimamente ligado a esses momentos, que estavam sempre preenchidos pela presença do Senhor e pela manifestação de dons e talentos.

O objetivo do Ministério Essence é “propagar a busca pela essência da adoração aos quatro cantos da América Latina. Uma adoração genuína e sincera, sem rótulos e que expressa o nosso desejo por mais de Deus”, define Alyson Silva, pastor da banda. Ele ainda conta que o nome Essence tem a ver com o objetivo dos integrantes, que é dar a Deus a essência do louvor, a adoração em espírito e em verdade, como Ele quer receber (João 4.23).

A banda apresentou a primeira versão de “Me faz um Contigo” ao produtor musical Wagner Derek, que prontamente se dedicou a aprimorá-la, considerando, sobretudo, a voz da Rebeca Moruchi – como já mencionado acima, uma menina de apenas 16 anos. A principal alteração foi a substituição dos acordes de menores para maiores, produzindo mais intensidade à melodia. O tom da música foi ajustado para explorar o timbre e o brilho de voz da Rebeca. Os músicos tiveram liberdade para acrescentar elementos de execução do seu instrumento, imprimindo personalidade à música. Por último, acrescentaram um coral de vozes do ministério de louvor da Igreja Shema, localizada no Rio de Janeiro, com o intuito de propagar a atmosfera de entrega e devoção da Igreja em cada um dos seus cultos.

A gravação aconteceu na Igreja Shema, que foi especialmente caracterizada para a gravação do clipe. “Reunimos um povo para adorar ao Senhor cuidando para que estivessem misturados aos músicos do Ministério. O objetivo era nos unir em adoração sem limites de palcos ou divisões entre o público e a banda. Todos reunidos em um só lugar, clamando juntos por unidade com o Senhor. Conseguimos nosso intento”, explica o pastor Alyson Silva.

O Essence é composto por seis integrantes, sendo quatro da família Moruchi: Lucas, compositor das canções e também violonista; Rebeca, vocal; Alejandro, baixista, e Pablo, tecladista. Somando-se ao grupo, vieram o Mácio Lacerda, guitarrista, e o baterista Rodrigo Oliveira.

Os integrantes, em sua maioria, nasceram no Rio de Janeiro, como o Mácio Lacerda e o Rodrigo Oliveira. Entretanto, como conta o pastor Alyson, existe uma proximidade muito grande com a Bolívia. O Alejandro é boliviano, nascido na cidade de Santa Cruz de la Sierra. Seu irmão, Pablo, nasceu no Brasil, na cidade vizinha Corumbá. Lucas e Rebeca, apesar de cariocas, são filhos de mãe boliviana, ou seja, existe uma proximidade muito grande com a língua e cultura deste país vizinho.

O pastor Alyson Silva é o responsável pela direção geral destes trabalhos. Wagner Derek assina a produção musical, incluindo todas as etapas de produção da Master. Josias Medrado cuidou do arranjo vocal e Daniel Lima foi o diretor de filmagem e fotografia.

Os músicos que participam da gravação do “Me faz um Contigo” foram: Rodrigo Oliveira, bateria; Mácio Lacerda, guitarra e violões; Rebeca Moruchi, vocal; Waldir Lafuente, baixo, e o coral do Ministério de Louvor da Igreja Shema.

O Ministério Essence trabalha para estabelecer uma cultura de simplicidade, coerência e comprometimento com o Reino de Deus. Segundo o líder da banda, suas canções são de letras simples, mas que expressam a profundidade da alma do adorador. Eles sonham em alcançar primeiramente o Brasil e, em seguida, os países vizinhos com letras em português e espanhol. “Queremos ser conhecidos como um ministério descompromissado com qualquer tipo de rótulo e reconhecidos como um ministério que busca ao Senhor intensamente e sem reservas”, conta o pastor Alyson.

Devemos retornar à essência da adoração. Uma adoração simples e pura, que expressa o nosso desejo de ser um com o Senhor. Verdadeiros adoradores que buscam, essencialmente, estar com Deus Pai e ser um com Ele.” (Ministério Essence.)

Confira a canção “Me faz um Contigo” nas plataformas digitais: https://fluve.lnk.to/MeFazUmContigo

 

Por Ana Paula Costa
Jornalista e Assessora de Imprensa Ministério Essence

anacostacomunicacao@gmail.com
Facebook: www.facebook.com/essenceministerio
Twitter: www.twitter.com/essenceminister
Instagram: www.instagram.com/essenceministerio
YouTube: www.youtube.com/essenceministerio

 

Robert Lucas e “Você” – Cantor lança seu segundo single pela Fluve/Som Livre

Com apenas 17 anos, Robert Lucas já soma 11 de carreira e lança pela Fluve/Som Livre o seu segundo trabalho. Assim como “Recomeçar”, seu primeiro single, “Você” também foi lançado oficialmente, no dia 8 de novembro, nas plataformas digitais com o seu respectivo videoclipe no YouTube.

O cantor e compositor nasceu em Valença, Bahia, onde mora até hoje. Semifinalista de Ivete Sangalo no primeiro The Voice Kids, em 2016, reality show musical da Rede Globo, ele conquistou o público com seu talento e carisma. Hoje, depois de uma experiência transformadora com Deus, ele segue cantando o amor e o perdão daquele que mudou a sua vida: “Apesar de ter crescido frequentando a igreja, foi somente depois de ter passado por um momento muito difícil, quando me senti sozinho, que descobri o verdadeiro amor, o de Jesus, a amizade dEle está sempre conosco, independente do quanto erramos. Isso mudou minha vida por completo”, Robert conta emocionado.

O cantor explica que “Você” é uma canção tão importante quanto “Recomeçar”, que foi composta quando enfrentou uma fase delicada. “Recomeçar” é um grito, uma oração, enquanto “Você” fala da confiança que ele tem no Deus da sua vida. Ambas são de sua autoria: “Eu fiz o refrão de ‘Você’ baseado no versículo de João 16.33, quando Jesus disse: ‘Estas coisas vos tenho dito para que tenhais paz em mim. No mundo, passais por aflições; mas tende bom ânimo; eu venci o mundo.’ Esse é um dos versículos que mais me tocam. A mensagem da música é também sobre o que Deus é para mim, sobre a confiança que eu devo ter nEle, reconhecendo minha completa dependência dEle. E não há nada melhor do que depender do Senhor com total e irrestrita confiança”, comenta Robert Lucas.

Foto: Alê Barraque

A direção dos trabalhos foi do produtor Ângelo Luiz, da AL Agenciamentos; a direção de fotografia e filmagem ficou a cargo de Alê Barraque. Fábio Quintão assina a produção musical. Uma obra de qualidade e bom gosto que vale a pena conferir.

Gravado no estúdio Pedra, em Volta Redonda (RJ), o videoclipe transmite uma mensagem muito positiva. Robert diz que é “sobre superação e persistência, sobre a confiança que precisamos ter em Deus mesmo passando por obstáculos, quedas e aflições” e conta algo que foi bem diferente nas gravações e que ele gostou bastante de fazer: “Em uma das cenas, tive de rolar de uma ladeira. Não foi nada perigoso, mas foi bastante diferente e eu amei ter feito’, conta sorrindo.

Jesus é a nossa Rocha eterna! Ele é o nosso descanso e força. As lutas e dificuldades da vida não podem ser maiores do que a nossa confiança em Deus. Ele nunca nos disse que a nossa vida aqui seria fácil, mas Ele prometeu que estaria sempre conosco. Que a sua confiança e fé nEle sejam maiores do que suas aflições.” (Robert Lucas.) 

Ouça “Você” nas plataformas digitais: https://fluve.lnk.to/Voce

Siga Robert Lucas nas Redes Sociais!
Facebook: www.facebook.com/robertlucasoficial
Instagram: www.instagram.com/robertlucassoficial
YouTube: www.youtube.com/robertlucasoficial
Twitter: www.twitter.com/robertlucasof

 

Por Ana Paula Costa
Assessoria de Imprensa Robert Lucas
anacostacomunicacao@gmail.com

Educadores no parque das controvérsias

Resultado de imagem para modern education of human  illustration

Geralmente o discurso é a negação do próprio exemplo. Não se resiste à vaidades e egoísmos.  Equilibram-se desculpas na roda gigante das controvérsias sociais e rodam-se mentiras na engrenagem da contradição.

 

Reclama-se do clima social e constroem-se cidadãos multiplicadores desta sociedade armada e triste. A estrutura celestial que nos sustenta se fragiliza nos esteios do corpo precocemente gasto e poluído. Memoriza-se o capítulo histórico da abolição da escravatura, como um chocalho para desviar a atenção de todo tipo de escravidão ao redor e no íntimo de cada um.

 

O parque de diversões da sociedade tem mais brinquedos e jogos de fazer chorar e simular a morte, porém, o preço é pago para a humanidade se divertir incessantemente com a dor e o extermínio próprio. É uma cavalgada que prossegue aos empurrões pelo esforço da sobrevivência. Andando, chorando, competindo, morrendo.

 

No mundo mágico das cavernas, o rosto das assombrações não assusta nem surpreende, a magia de sonhar nas curvas do desespero, faz os soldadinhos de chumbo desta guerra insana prosseguirem com a barriga estufada de ilusões.

 

Por onde andam os governantes obesos mentais que arrotam promessas de que tudo vai melhorar, desde que o contra-cheque dos funcionários continuem rodopiando para cobrir rombos do desperdício e da roubalheira?

 

Em que passarela desfilam correndo a família e os educadores que nem vêem o estrago da pedagogia que muito mais distorce e maltrata do que estrutura e constrói?

 

Nesse universo virtual estão confinados, abstratos e distraídos todos aqueles que outrora reclamavam das cavernas escuras dos primórdios e da aurora da vida. A humanidade brinca noite e dia com um brinquedinho que ela cria e sustenta, adoece e morre:  a informação.

 

É preciso entender que a juventude que chega, nada romântica, agredida pela violência pra todo lado, hiper informada do feio, do mau, do ruim, tem o direito de sonhar, de viver melhor, de se aconchegar. Essa juventude está sendo convencida de que fank é música, que promiscuidade é amor, que religião é lucro,.

 

Educadores, tem jeito sim, mãos à obra.

Ivone Boechat