Novo álbum de Paulo César Baruk está em fase de mixagem

Produzido em parceria com Leandro Rodrigues, “Piano e Voz, Amigos e Pertences 2” confere novos arranjos em versão acústica para grandes clássicos da música cristã

           Os preparativos estão a todo vapor para o lançamento do novo álbum de Paulo César Baruk e Leandro Rodrigues, “Piano e Voz, Amigos e Pertences 2”. As músicas estão em fase final de mixagem, etapa que consiste no equilíbrio dos planos e timbragem de todos os instrumentos e vozes que irão compor o áudio final.

 

Gravado ao vivo no Teatro Ruy Barbosa da Universidade Mackenzie, em São Paulo (SP), o disco reúne um repertório incrível, com novos arranjos em versão acústica para grandes clássicos da música de louvor e adoração. Os destaques vão para “Deus, Somente Deus”, Sonda-me”, “Quebrantado”, “Deus Eterno”, com participação especial de Rebeca Nemer, “Ao Sentir” e “Situações”, com participação especial de Paulo Cezar (Grupo Logos), além de  duas composições completamente inéditas. 

A expectativa é grande para o lançamento, que acontece ainda no primeiro semestre de 2017, com o selo Musile Records. “Piano e Voz, Amigos e Pertences 2” estará disponível nas melhores lojas em DVD, CD, Playback e também nas principais plataformas digitais.

Acompanhe todas as novidades no YouTube: 

www.youtube.com/musilerecords
www.youtube.com/tvbarukiana

* Ative o sininho do canal para ser avisado sobre os novos vídeos no momento da publicação!

A banda THIRD DAY lança o 12º álbum da carreira

É inegável o poder que a música tem de impactar vidas.
Por quase duas décadas em destaque, os membros do THIRD DAY nos provam esta verdade que se torna evidente em seu mais recente álbum “Miracle”.
Fé, paixão e rock ‘ n roll tudo isso preenchem o 12º álbum da banda, além das letras substantivas que falam sobre a afirmação da vida que sempre foram o alicerce da música da banda.
Produzido pela lenda do rock Brendan O’Brien, conhecido por seu trabalho com Bruce Springsteen, Pearl Jam, Train e The Killers entre outros, Miracle, leva a banda a explorar um novo território sônico. “Ter algo novo a dizer e dizer de forma diferente é realmente emocionante,” diz o vocalista Mac Powell.
Miracle torna-se a coleção mais recente em uma longa e impressionante carreira onde o Third Day ganhou quatro GRAMMYs ( de 11 indicações) 24 GMA Dove Awards ( de 42 indicações) um RIAA Platinum álbum, sete álbuns de ouro RIAA, dois vídeos de longa duração de ouro RIAA e um vídeo de longa duração de platina RIAA. Ao longo dos anos, a música da banda da Geórgia forneceu uma vibrante trilha sonora na vida desta geração de crentes. “Show Me Your Glory” “I Believe,” Cry Out to Jesus,” “Mountain of God,” “Call My Name,” “Born Again” e “Trust in Jesus” são apenas um punhado dos hits do Third Day que inspirou e inspira pessoas no mundo inteiro.
O primeiro single, foi inspirado por uma conversa que a banda teve com um casal em Nova Jersey, após um concerto. “Seu filho estava em uma fase realmente deprimida da vida , e se dirigia a um local onde iria cometer suicídio,”Powell relata. “Mas ele ligou o rádio e ouviu “Cry Out to Jesus” e essa canção literalmente mudou seu coração e deu-lhe o encorajamento para continuar.” Powell tomou a essência dessa história e escreveu a canção “I Need a Miracle” . O álbum é repleto de músicas que embalam o corpo e a alma.
Os membros do Third Day partem de uma plataforma de responsabilidade que eles levam muito a sério. Naturalmente, a banda gosta de tocar e entreter, mas mais importante ainda, eles querem oferecer esperança e encorajamento, diz David Carr, a Música pode desencadear um milagre.
Ouça e creia.

Claudia Fontes
Marketing Gospel
Sony Music Entertainment Brasil | Day 1 Entertainment Brasil

Fonte: Jornal Gospel News

Eletro Acústico 3, de Paulo César Baruk, é indicado ao Grammy Latino 2012

Disco concorre na categoria “Melhor álbum de música cristã (língua portuguesa)”
O CD Eletro Acústico 3, do cantor Paulo César Baruk e Banda Salluz, foi indicado ao 13º Grammy Latino na categoria “Melhor álbum de música cristã (língua portuguesa)”. O anúncio foi feito no dia 25 de Setembro e recebido com muita felicidade e gratidão pelo cantor, sua equipe e por sua gravadora Salluz Productions!
Essa foi sua 2ª indicação, a primeira ocorreu em 2010, com o álbum “Multiforme”. O CD foi produzido pelo próprio Paulo César Baruk em parceria com Leandro Rodrigues. O disco foi gravado no dia 11/11/2011 em São Paulo e encerrou a série de Eletroacústicos iniciada em 2005 com o 1º Volume da trilogia.
Paulo César Baruk em seus mais de 15 anos de carreira, já coleciona 10 álbuns e 4 dvd’s gravados, além da respeitada carreira que construiu como produtor musical. Baruk, como é conhecido no meio, foi responsável pela produção de trabalhos de grandes nomes do cenário gospel nacional, como: Robinson Monteiro, Eyshila, Mara Maravilha, Lizlanne, Rachel Malafaia, Brenda entre outros. O Grammy é considerado por muitos o Oscar da música, e sua premiação na edição latina, acontecerá em Las Vegas (EUA) no próximo dia 15 de Novembro e será transmitido ao vivo pela rede Univision (EUA) das 20h às 23h.
Saiba mais sobre o Grammy Latino e seus critérios de indicação
Apresentado pela ACADEMIA LATINA DA GRAVAÇÃO, o Latin Grammy é o Prêmio de maior prestígio na indústria da gravação. Os Prêmios GRAMMY da música latina homenageiam os logros artísticos e/ou técnicos, não tendo relação com cifras obtidas com vendas nem posições nas paradas de sucesso. Além disso, os ganhadores são determinados por meio dos votos outorgados por seus colegas, membros votantes da ACADEMIA. O objetivo principal do LATIN GRAMMY é reconhecer a excelência e criar uma maior consciência pública sobre a diversidade cultural dos artistas e suas contribuições. O LATIN GRAMMY é outorgado através de um processo de quatro etapas: inscrição, seleção, indicação e votação final.
Saiba mais no site: http://www.latingrammy.com
Por: Ana Carolina de Freitas
Assessoria Márcia Stival

Fonte:  Jornal Gospel News

Entrevista: Tanlan fala sobre o novo CD, projetos e tudo mais

A banda gaúcha Tanlan é uma das mais novas apostas da Sony Music. Recém contratados da gravadora, já nos próximos dias estarão lançando um novo álbum inédito com muito pop rock, letras criativas e uma sonoridade bastante diferenciada no cenário da música cristã nacional. Conversamos com Fábio Sampaio, letrista e vocalista da banda que nos falou um pouco mais da carreira, projetos e novidades da banda.
01 – Pra começar, o que significa o nome da banda e como vocês formaram esse grupo?
Tanlan é nome dado ao estilo de kungfu que se baseia nos movimentos do inseto que aqui no Brasil é conhecido como louva-a-deus. Sempre quisemos utilizar um nome que fizesse referência ao bichinho, em virtude do nome dele, inclusive tínhamos um ícone que com o tempo foi ficando de lado. Atualmente a Tanlan é formada por Fábio Sampaio (vocal, guitarra e programações), Tiago Garros (baixo e backs) e Fernando Garros (bateria e backs). Porém, em nossos shows, contamos com a presença mais que especial de nosso grande amigo e parceiro Lucas Moser fazendo a segunda guitarra.
02 – A proposta artística da Tanlan difere um pouco do que estamos acostumados em se tratando de uma banda gospel. Fale-nos mais a respeito do conceito artístico da Tanlan.
A Tanlan nasceu com o intuito de ser sal fora do saleiro. Muito mais que um discurso “lugar comum”, tínhamos muito claro a percepção de que se quiséssemos chegar aonde a música nascida da perspectiva cristã ainda não havia chegado, precisávamos pensar nossa sonoridade e estética musical e lírica com outros olhos. Assim, nossas composições sempre tenderam para uma poesia reflexiva, que leva o público a pensar sobre o que está cantando. Não damos respostas prontas, mastigadas e nem esperamos convencer ou provar nada para quem nos ouve, apenas falamos daquilo que vivemos de uma forma a não provocar bloqueios imediatos a quem não é cristão. Queremos o diálogo, instigamos o incômodo e esperamos que com isso o ouvinte seja impelido a conhecer mais do projeto, escrutinar as letras e assim, conhecer mais profundamente aquilo que somos e a quem professamos.
03 – Como vocês foram descobertos pela Sony Music? Como se deu esse processo até a contratação pela gravadora?
Sempre acreditamos que a internet é a ferramenta mais preciosa para uma banda independente. É na rede que podemos distribuir nossas músicas, vídeos e ideias. E certamente foi através dela que o Maurício Soares, executivo da Sony, nos conheceu. Há pouco mais de dois anos soubemos que o Maurício sabia de nossa existência e que vinha nos acompanhando pela web. Com o tempo fomos estreitando os contatos e conversando sobre a proposta, sonoridade e ideias da banda. Após o lançamento virtual do novo disco “Um dia a Mais”, o interesse da gravadora se tornou mais evidente e o Maurício entendeu que era hora de darmos um passo mais concreto em relação a Sony.
04 – Vocês são artistas que estão buscando o crossover, ou seja, romper com as limitações do mercado gospel. Isso é objetivo claro ou se tornou algo natural?
Isso é natural pela forma como entendemos que o cristão deve se posicionar. É nosso dever como cristãos influenciar a cultura, sermos relevantes e “salgar o mundo”, mas isso só é possível se conseguirmos nos comunicar de alguma forma com ele. Assim, desde o início da banda, temos como proposta ser uma “banda de rock” (sem subgêneros mesmo), ou seja, uma banda que faz música, que se comunica com quem se interessar pelo seu som, independente de ideologia ou fé. Nunca quisemos ser uma banda que por suas letras e músicas consegue se comunicar apenas com os cristãos, mas escrevemos propositalmente de uma maneira que consiga dialogar com quem não faz parte deste contexto. Mas o fato de sermos todos cristãos evangélicos – e nunca negarmos isso, e termos em nossas letras uma perspectiva das coisas a partir de um ponto de vista cristão, faz com que muitas vezes sejamos classificados como uma banda gospel. Isso nunca foi problema pra gente, pois os rótulos de uma maneira geral, são importantes para a maioria das pessoas. Mas essa classificação surge geralmente do público cristão que está, de certa forma, acostumado com essa nomenclatura. O nosso publico dito “secular” não se importa muito com isso, e se interessa muito mais pelos aspectos estéticos da música. Se eles gostam, é porque a música se comunica com eles de alguma forma. Já tivemos algumas oportunidades de tocar em festivais e shows em bares locais, inclusive fomos convidados a tocar por duas vezes em São Luís do Maranhão numa das casas de shows mais conhecidas da cidade, sem nunca ter tido qualquer tipo de rejeição por conta de quem somos ou no que acreditamos.
05 – Falando do novo CD, quais as novidades para este novo projeto?
No primeiro disco a Tanlan ainda estava em busca de uma identidade sonora. O álbum possuía uma colagem de estilos que nos indicavam o caminho que estávamos buscando. Com os anos, shows e a convivência como banda, começamos a identificar quais as características estéticas, filosóficas e teológicas que mais tinham a ver com a gente. Assim, depois de lançarmos o single “De onde vem” em 2010, sabíamos que aquela sonoridade iria pautar todo o novo álbum. Esse novo disco possui uma sonoridade mais homogênea e uma linha temática mais concisa. Enquanto em “Tudo que eu queria” fazíamos muitas perguntas, em “Um dia a mais” tentamos dar algumas respostas. E Isso foi algo muito natural pra gente, nada planejado. As composições foram gradativamente levando-nos nessa direção. Não creio que deixe de se comunicar com todos, da maneira que o “Tudo que eu queria” fez. Mas é possível que o público cristão encontre nele uma identificação maior do que já vinha tendo.
06 – Como foram escolhidas as canções que fazem parte deste repertório?
Durante todo o ano de 2011 compusemos em torno de 20 canções, que nos ensaios e pré-produção foram ganhando “pesos” maiores e menores em nossa concepção do disco. Daí, escolhemos as 12 que mais transmitiam aquilo que queríamos dizer e assim nasceu Um Dia a Mais.
07 – E como é a receptividade do público?
É sempre muito surpreendente. Nossos shows são carregados de muita energia na performance,  o que proporciona uma experiência muito impactante para quem está assistindo. Há sempre muita interação com o público que, quando já nos conhece, não para de cantar um segundo sequer.
08 – E como é a agenda da Tanlan? Vocês tocam em eventos de música gospel, em igrejas, em festivais seculares …
Sim, participamos de festivais, seculares e evangélicos, e sempre tentamos criar parcerias com outras bandas para tocar em bares e casas de shows. Tocamos em conferências e igrejas evangélicas também.
09 – E a relação da banda com as novas tecnologias e em especial com as redes sociais?
Estamos conectados praticamente 24h por dia 7 dias por semana. hehehehe brincadeira. Mas a verdade é que valorizamos muito todas as ferramentas que a internet nos proporciona para a divulgação e ampliação do projeto Tanlan.
10 – Quais são as referências artísticas de vocês?
Nós temos as mais diversas referências musicais. Desde os clássicos do rock, passando pelo rock dos anos 80, até as mais desconhecidas bandas da atualidade. Eu, Fábio, sou um prospector de novidades e tendências e estou sempre buscando algum som novo ou banda que traga algum frescor ao rock. Assim, estamos sempre antenados com o que está acontecendo lá fora e tentamos produzir uma sonoridade que seja atual e que se comunique com esta geração em que estamos. Acho que podemos citar como referências: Muse, Switchfoot, Foo Fighters, Doves, Jars of Clay, As Tall as Lions etc. No que diz respeito à filosofia da banda podemos citar autores como Frank Schaeffer, Steve Turner, Guilherme Franco entre outros.
11 – Muitos sonhos, muitos objetivos. Quais as expectativas da banda para essa nova fase na carreira?
Estamos muito felizes com todas as novas possibilidades que a Sony pode nos proporcionar, mas não queremos tirar os pés do chão. Como banda independente sempre tivemos que trabalhar muito duro e sabíamos que só assim chegaríamos a algum lugar. Agora, com a gravadora, temos a convicção de que teremos que trabalhar muito mais para manter e ampliar as portas que já foram abertas, e desbravar novos horizontes que ainda estão por vir.
12 – No CD há uma participação especial do Marcos Almeida do Palavrantiga na faixa Vaidade. Fale-nos um pouco desta canção e da parceria.
Conhecíamos o trabalho do Palavrantiga desde o lançamento do primeiro EP deles, mas só os conhecemos pessoalmente quando tocamos juntos no Festival LOVE 2011 em SP. Desde então eu tenho mantido contato com o Marcos. Quando começamos a gravar o novo disco, já tínhamos o interesse de convidá-lo para participar em alguma faixa. Ao mostrarmos a “Vaidade” pra ele, imediatamente topou, querendo inclusive vir a Porto Alegre gravar a parte conosco. A participação dele foi precisa, e acrescentou muito à canção. Ela fala um pouco do fato de que somos todos seres humanos falhos, corruptos e inclinados para fazer o mal, ao mesmo tempo em que nos importamos com os outros, nos sacrificamos por eles e buscamos o bem. Essa aparente contradição faz da gente uma espécie muito complexa e profunda. Creio que, quando fomos criados, Deus queria que quando encontrássemos em nós este conflito, buscássemos nEle o equilíbrio e completude tão desejados. É por isso que a vida ainda, e sempre, vale a pena. Não vivemos tudo o que temos pra viver, e nem conhecemos tudo o que temos para conhecer. Por isso, vivamos(!), pois apesar de tudo, a vida ainda vale a pena.
13 – Quais as músicas deste CD que você destacaria?
Pergunta difícil. (Heheheh) Todas as faixas têm algum significado importante pra mim. Mas acho que poderia destacar “Louco Amor” e “Vaidade”.
14 – Nos próximos meses …
Estamos produzindo nosso primeiro Clipe, e planejamos ainda outros. Também iremos nos dedicar às viagens para shows e divulgação do novo disco.
15 – Pra terminar, contatos da banda e uma mensagem final aos nossos leitores.
Para conhecer mais sobre a nossa história, saber da agenda e novidades visite nosso site em  www.tanlan.com.br. Você também pode curtir nossa FanPage nohttp://www.facebook.com/bandatanlan e seguir a gente no twitter @Tanlan. Contatos para shows e eventos, é só falar com o nosso produtor Oziel Alves: oziel@tanlan.com.brTwitter @OzielAlves ou pelo fone: (51) 8268.5573
Não importa o que você faça, não importa quem você seja, nem onde você esteja, faça tudo que estiver em suas mãos com qualidade e responsabilidade, seja relevante na sua escola, no seu trabalho, na sua igreja. Não viva uma fé aprendida, mas uma fé vivida. Produza sua arte e espalhe esta esperança que nos move em amor, pelo amor e para o amor. Obrigado pela oportunidade e grande abraço!
Por: Mauricio Soares
Diretor Executivo – Gospel Music

Fonte: Jornal Gospel News

PC Junior dirige primeiro clipe de Káren Martins

Cada vez mais atento ao que acontece no cenário gospel independente, o diretor PC Junior produziu recentemente o primeiro clipe da cantora Káren Martins. Ela, que começou a cantar por volta dos 12 anos, esteve pela primeira vez no Rio de Janeiro, ao lado do esposo Magno, para gravar o clipe da canção romântica Quero você, faixa integrante do CD Primavera, álbum de estreia da cantora lançado no segundo semestre de 2010.
Por se tratar de uma canção romântica, o clipe conta com a participação do esposo da cantora em momentos passados em lugares que propusessem belas imagens como a Lagoa Rodrigo de Freitas, a Praia da Barra da Tijuca e a Praia de Grumari, além de fazer uma parte no estúdio do fotógrafo Rafa Hernandes. “Na segunda, bem cedo, o dia nasceu com um lindo sol e fomos à gravação. A música, que é uma verdadeira declaração de amor ao marido, tem um ritmo bem moderno. Além da Lagoa Rodrigo de Freitas, fizemos cenas também na Praia da Barra da Tijuca e, em seguida, gravamos as bases da cantora na Praia de Grumari, onde o foco foi explorar o céu, que naquela altura havia fechado em quase toda a cidade do Rio, menos lá”, explica o diretor.
A experiência foi gratificante para Káren Martins que é autora de todas as canções do disco Primavera e, a escolha de Quero você para o primeiro clipe, se deu por ser uma lição importante para os jovens de que Deus tem alguém especial preparado para aqueles que nEle esperam. “Não adianta nos precipitarmos em busca de relacionamentos fadados ao fracasso, devemos confiar na fidelidade de Deus que sempre tem o melhor para nós”, declara a cantora que garante que o público pode esperar por uma produção de grande qualidade. “Podem esperar um clipe apaixonante, romântico, diferente e inesquecível. Cada detalhe foi muito bem preparado e produzido de maneira impactante, para que tudo saia com perfeição para Deus. O clipe relata o namoro cristão e a projeto genuíno de Deus para o homem e a mulher que é o casamento e a família”.
Breve você poderá conferir o clipe na íntegra no canal oficial de PC Junior – www.youtube.com/pcjunior – e, para saber mais sobre o ministério de Káren Martins, que lança neste mês seu primeiro livro intitulado Mulheres de Sucesso, basta acessar o site www.karenmartins.com.br.
Por: Rafael Ramos
Repórter – Revista Graça/Show da Fé

Fonte: Jornal Gospel News