A Língua: uma Força Sobrenatural

Meu dia estava indo bem. A caminho de um compromisso importante em outra cidade, dirigia meu carro em alta velocidade. De repente, o pneu estourou com um grande barulho. O carro desgovernou, patinando à esquerda e à direita, executando manobras de quase 90 graus. Consegui controlar o carro de novo sem bater em nada e encostá-lo à beira da estrada.
Saí do carro com tranqüilidade, sabendo que Deus havia me guardado. Calculei que dispunha de tempo suficiente para trocar o pneu e ainda chegar ao meu compromisso sem me atrasar. Abri o porta-malas e retirei o estepe para colocar no lugar do pneu estragado.
Fui pegar o macaco quando percebi que não estava no lugar. Naquele momento, lembrei-me que o havia tirado do carro e esquecido de colocar de volta.
Estava em uma parte bem deserta da estrada, no meio do nada. Não tinha como chegar a um telefone para pedir assistência. Rapidamente a minha alegria sumiu, minha atitude piorou e comecei a ficar irritado. Até dei um chute no pneu do carro, machucando o meu pé. Fiquei mais aborrecido ainda.
Desanimado, encostei na lateral do carro e, como o dia estava muito quente, comecei a suar em profusão. Cruzei os braços e fiquei muito emburrado. O resto da alegria que sentia foi embora. Murmurei comigo mesmo sobre as dificuldades que enfrentava para viver pela fé, servindo a Deus no ministério. Reclamei do carro velho que possuía que vivia dando problemas – me deixando na mão – e pelas minhas constantes dificuldades financeiras (por estar iniciando o ministério).
De repente, ouvi a voz do Espírito Santo me dizendo: “Louve-me”. Falei com Deus: “Não estou com vontade de louvar, Pai. O Senhor não consegue ver que estou com problemas, aqui no meio do nada? Está muito quente, vou perder meu compromisso e estou chateado com tudo isso”. Pensava que somente podia louvar a Deus quando me sentisse bem, quando estivesse pra cima.
Mais uma vez ouvi a voz do Espírito em mim dizendo: “Louve-me”. Ainda relutei em começar, mas quando me falou pela terceira vez decidi obedecer, mesmo sem querer. Com pouquíssimo ânimo sussurrei um “Glória a Deus”, pensando: “Obedeci. Agora o Espírito vai me deixar em paz para continuar o meu momento de miséria, sentindo pena de mim mesmo”. Foi quando Ele me disse para louvá-lo novamente.
Dessa vez, com um pouco mais de ânimo, disse “Aleluia” numa voz normal. Logo comecei a sentir-me melhor e falei com entusiasmo: “Te exalto, meu Deus!” Quando percebi, estava ali, no meio do nada, encostado no meu carro, com as mãos para cima, louvando a Deus com todo meu coração. Agradeci pelo dia, pelo meu carro, pelo privilégio de servi-lo, mesmo em dificuldades.
De repente, enquanto louvava ao Senhor ali, na beira da estrada, vi chegando na minha direção um reboque. O motorista parou logo atrás do meu carro, desceu do caminhão e me disse: “Você me chamou e agora estou aqui. No que posso ajudá-lo? Qual é o problema?” Respondi, um pouco assustado: “Eu chamei você?” “Sim, há vinte minutos recebemos a sua ligação, explicando onde você estava e pedindo socorro.”
Vinte minutos atrás! Correspondia exatamente ao momento em que comecei a louvar ao Senhor!
Rapidinho, o homem me ajudou a trocar o pneu do carro. Fiquei preocupado com o pagamento pois estava com pouquíssimo dinheiro. Quando fui fazer o acerto, descobri que a empresa dele era associada a um clube automobilístico ao qual eu pertencia. Então, a ajuda dele foi de graça!
Fui embora, agora louvando a Deus com mais ardor, pois aquela ligação fora orquestrada por Deus e – creio eu – executada por um anjo do Senhor! Apesar do “contratempo” ainda cheguei ao meu compromisso com alguns minutos de antecedência!
Deus somente liberou ajuda quando comecei a louvá-lo com a minha boca. Naquele dia aprendi uma grande lição sobre como Deus opera em nossas vidas. Descobri o poder das palavras pronunciadas, sejam em louvor ou através de declarações de fé. O princípio é o mesmo.

Fonte: Estudos Cristãos / Jornal Gospel News

Cantor mostra ousadia Internacional: “Evangelizar em outras nações não é orgulho ou egocentrismo de minha parte”

Após 3 anos se dedicando a pregação além de ter cantado na banda Memuji, Manú Castro procura parceria com gravadora para mostrar seu Chamado e novo trabalho com amplitude internacional. O estilo musical será a música Cristã de louvor e adoração, através de um projeto exclusivo no meio gospel. A proposta é tornar mais que um Ministério de Louvor e Adoração, mas usar artifícios para chamar atenção de ateus e doutrinar conforme a Bíblia ensina.
“Evangelizar em outras nações não é orgulho ou egocentrismo de minha parte, mas sim confirmação do que Deus já falou através de Profetas”, disse o cantor, compositor e percussionista Manú Castro demonstrando o que recebeu desde seu batismo no Espírito Santo.
É com esta certeza que busca uma parceria sólida e estruturada com uma gravadora ou produtora gospel para um novo e diferenciado trabalho musical. Manú Castro já possui o nome do Ministério de Louvor, estratégias de evangelização, formas de trabalho e conceitos de mercado para este atual trabalho. Quando produzia e cantava na banda Memuji conseguiu obter conhecimento da área fonográfica sem perder o crescimento pessoal nos trabalhos seculares. “O nome já foi escolhido, a logomarca está em fase de criação, o site iremos fazer no início do próximo ano, toda a estratégia bíblica de evangelização já foi modelada e por último a base do trabalho de Marketing para a gravadora em relação à banda também está pronto, já que estamos falando, principalmente para que o parceir o tenha um retorno, de mercado gospel… A certeza de que Deus me usará até em outras nações não é pelo conhecimento adquirido, até porque foi Deus que deu para um propósito específico. Mas sim porque tive que me esvaziar do ‘Eu’ para deixar que Ele crescesse em mim, podendo participar de várias experiências espirituais com Deus alimentando minha Fé a cada dia”, completou o cantor que já recebeu convite até para participar da maior banda de “louvadeira” do Brasil, o Ministério LouvaDeus.
É com este ritmo diferenciado que em 2006 a banda Memuji nascia na cidade de Brasília, tendo tudo para crescer no mercado gospel nacional. O grupo de ritmo diferente teve seus trabalhos parados por direcionamento divino: “Pensei estar fazendo a coisa certa com a banda em funcionamento, mas Deus queria tratar meu caráter e minha alma para se tornar um adorador dele”.
Logo depois de ser batizado no Espírito Santo Manú investiu na pregação Bíblica, mas sem parar com trabalhos seculares. Em 2009 lançou os Ministérios O Começo do Fim e Revivart Ministry. “O Ministério O Começo do Fim foi criado para auxiliar meu Chamado de Pregação, Ministérios Evangelísticos e também ajudar missões e missionários. Já o Revivart Ministry foi através de um sonho desde 1996 quando vi o filme ‘Toy Story’ e decidi falar de Jesus algum dia através de filmes e games”, disse o cantor.
Mesmo com o passar dos anos o músico não esquecia os planos em voltar a cantar. “O desenho desta parceria já venho alimentando há muito tempo, mas sempre deixando Deus direcionar, pois o Chamado não é meu é de Deus… e é justamente por isso que vai acontecer no tempo Dele e não no meu tempo. Lembro-me quando um Profeta disse uma vez: ‘Não pare de cantar, não pare de adorar, pois é doce nos ouvidos de Deus’. Isso me marcou muito! Após este acontecimento Deus me deu uma música que fala sobre isso”.
Os principais alvos desta nova missão serão o evangelismo para pessoas que não acreditam na Bíblia, Ateus e Desviados do Evangelho. “Até para quem é desviado da Casa de Deus é necessário cuidado no re-evangelizar, pois muitos estão frustrados com a primeira experiência com Deus… mas infelizmente é porque a igreja de hoje esqueceu o que é o verdadeiro evangelismo bíblico e usa apenas artifícios e bênçãos materiais para atrair fieis” falou Manú Castro ao mostrar seu anseio nesta nova fase ministerial.
A gravadora parceira poderá entrar em contato com o cantor para receber mais dados sobre o Ministério de Louvor. Está sendo sugerido o início dos trabalhos de pré-produção para início do próximo ano.
Por: Nara Raquel Melo
Press Noticiando – Assessoria de Comunicação

Fonte: Jornal Gospel News

Cuidados com o Corpo

Em conformidade com a carta de Paulo aos Coríntios no Capítulo 3:16, o nosso corpo é templo de Deus onde habita o Espírito Santo. Nós mulheres cristãs devemos tomar alguns cuidados para nos mantermos santas e agradáveis ao Senhor.
Nesta edição vamos tratar destes cuidados relacionados à alimentação, que é imprescindível para um equilíbrio entre corpo, alma e espírito.
Uma alimentação adequada é importante para nós mulheres buscarmos uma satisfação pessoal, tendo uma boa saúde física e mental. O que nos proporciona uma melhor auto-estima. Pois além de absorvermos os nutrientes necessários para o nosso organismo, adquirimos um equilíbrio em relação ao peso e estatura de cada uma. Consultar (www.canderel.pt/PT/saude/calcule_peso.asp#) para saber a sua condição atual.
Devemos tomar certos cuidados com determinados alimentos que estão presentes diariamente em nossas
mesas, como: o açúcar refinado, cafeína, gorduras saturadas e a grande quantidade de alimentos industrializados.
Ninguém se preocupa em ler os ingredientes constantes nas embalagens e ver a quantidade de produtos
químicos que se ingere diariamente. Que bem pode fazer à saúde um leite que dura 06 meses dentro de uma caixa, alimentos recheados de agrotóxicos, carnes inchadas com promotores de crescimento, um complexo de substâncias químicas e cremosas intituladas margarina que se passa generosamente em pães que à custa de conservantes duram mais de 30 dias numa prateleira de supermercado e assim por diante.
Além disso, podemos melhorar nossa saúde com alimentos diversificados e variados inclusive com baixos
custos através de legumes, verduras, frutas e cereais.
Portanto amadas, cuide do seu “templo” com carinho, sabendo que tudo que fizeres a ti mesma estarás
fazendo para o Senhor. Para que apresenteis o vosso corpo em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional. (Rm 12:01)

Por: Arlei Tagliapietra

Conheça nossa colunista
Veja mais artigos desta colunista

Fonte: Jornal Gospel News